Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Recém eleito em Belém, Edmilson cobra autocrítica de Lula e humildade a Ciro Gomes

Por Redação

06 de dezembro de 2020 : 10h54

Neste domingo, 6, o prefeito eleito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL) que conseguiu fazer uma frente ampla na capital paraense e vencer o candidato Delegado Eguchi (Patriota), defendeu um consenso no campo progressista e cobrou as duas principais lideranças: o ex-presidente Lula e o vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes.

Em entrevista ao Globo, o psolista defendeu a tese de que sua vitória em Belém possa servir como exemplo para a corrida presidencial em 2022 e cobrou autocrítica de Lula e humildade a Ciro Gomes.

“Provamos que a esquerda unida pode derrotar o fascismo. Ninguém tem direito de impor uma derrota ao país por vaidade. O Lula tem que fazer autocrítica, reconhecer que não é Deus. O Ciro também precisa ter mais humildade”

Edmilson também ressaltou o exemplo de 2018 e disse que os riscos a democracia são grandes.

“Se não der para lançar uma só candidatura, não podemos repetir a luta fratricida de 2018, que inviabilizou a união no segundo turno. Os riscos são muito grandes. Vamos esperar o Bolsonaro destruir a democracia e impor um Estado autoritário?”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos

08 de dezembro de 2020 às 14h35

Lula não precisa fazer autocrítica, ele é muito medíocre pra isso.

Responder

Sndreas

08 de dezembro de 2020 às 13h45

Os petistas comem o capim
Os psolistas fuman
E os Gomes( Cid e Ciro) : Ele continua preso seus babacas
Kkkk KKK KKK

Responder

José Ricardo Romero

07 de dezembro de 2020 às 09h40

Excelente análise da política de esquerda e principalmente do pt por Aldo Fornazieri no Jornal ggn. Diz aquilo que todo mundo sabe mas de maneira sintética e bem articulada. Deve doer muito aos petistas, mas será de bom proveito para acalmar o ego desvairado, trazer os pés para o chão da realidade que atravessa tudo de modo incontestável e o amor incondicional ao Lula e ao pt.

Responder

Nordestino

07 de dezembro de 2020 às 09h39

A única frente q temos q ter em 2022 , como petista é derrotar Ciro ….Queria tanto que Ciro fosse por segundo turno..para poder viajar e não votar nele…kkkkkk

Responder

dcruz

07 de dezembro de 2020 às 08h07

Será que esse pessoal não se manca? Caceta! parem de falar no Lula, esqueçam o PT, todo mundo que chega lá no poder seja ele qual, lá vem a cantilena, a tal autocrítica do Lula, a tal reformulação do PT, será que o PT e Lula que têm que fazer autocrítica, ou esse ramerrão é que tem que ser autocriticado? O bozo que nem sabe o que é esse jargão, anda rindo de orelha a orelha, enquanto os bobões “aliados” ficam se devorando como os besouros da anedota do português, a reeleição vai de vento em popa.

Responder

BocadoInferno

06 de dezembro de 2020 às 20h10

Lula se corrompeu. Tem sim que pedir desculpa. Autocrítica e o escambau. Será lembrado como um cara que começou como uma esperanca e acabou pegando dinhriro3de empresario.

Responder

    Jerson

    06 de dezembro de 2020 às 21h47

    Lula entregou o pais a um cartel de empresários brasileiros e aos comparsas do Foro de São Paulo.

    Responder

      Hideoshi

      07 de dezembro de 2020 às 07h00

      Assim como Bolsonaro tb entregou aos empresários. Precisamos de presidentes (e políticos) de verdade, que honrem e protejam o povo, e não pátrias externas ou o seu próprio bolso. E isso é do tempo das Diretas Já até hoje. Até quando??

      Responder

Railton Melo

06 de dezembro de 2020 às 19h04

Humm já quer criar asas, cuidado com o voo de galinha.

Responder

Mauro Morro Branco

06 de dezembro de 2020 às 16h24

Se eu fosse o Lula manda todos esses que pedem autocrítica tomar no olho do cú ! Tô de saco cheio desse papo de pedir autocrítica ao Lula e ao PT. Tem muita gente que deveria fazer primeiro sua própria autocrítica pra depois pedir para os outros: Globo e toda mídia, Ciro, Cid e outros também.

Responder

    Luiz

    06 de dezembro de 2020 às 19h20

    Mauro, infelizmente (mesmo) você está errado. A salvação do Brasil é a união da esquerda, evo Lula tem que dar o primeiro passo nesta direção. Abraço!

    Responder

      Francisco

      07 de dezembro de 2020 às 02h09

      “A salvação do Brasil é a união da esquerda”

      Aos fatos:

      O Brasil, até o final de outubro de 2014, tinha a esquerda no poder governando de direito, desde 2003, mas não completamente de fato, pois o judiciário, a maioria parlamentar e a mídia, permaneciam instrumentos dessa classe dominante golpista, que a esquerda acabara de derrotar pela quarta vez consecutiva, na eleição de 2014, mesmo com a instalação da operação lavajateira, em março de 2014, visando através de investigações seletivas na Petrobras (investigava-a apenas a partir de 2003 em diante), criminalizarem o PT e elegerem através do voto o representante da classe dominante, Aécio Neves.

      Porém, mesmo com a famosa capa da Veja, “Eles Sabiam de tudo”, distribuída no país à véspera da votação e 7 meses de campanha diuturna na mídia golpista sobre a ‘corrupção do PT na Petrobras’, perderam novamente no voto democrático, e sabendo do risco que corriam com o o PT governando mais 4 anos e sabendo que não mais detinham viabilidade eleitoral para vence-lo no voto e apeá-lo do poder, logo após a apuração, no final de outubro de 2014, decidiram partir para o golpe midiático-parlamentar, conforme experimentado antes, pela Metrópole, em Honduras e depois no Paraguai, em substituição ao desgastado golpe militar.

      Então chegamos onde interessa e pelo que propõe, certamente não lembra ou nem mesmo ficou sabendo, em função da seletividade factual de nossa mídia em desinformar e/ou não informar:

      Após inúmeras ações para viabilizarem o golpe, chegamos a abril de 2016, ao famoso ‘Domingão da Vergonha Nacional, Mundial’, aquele espetáculo dantesco em que votou-se a autorização da Câmara para que o Senado instaurasse o ‘golpeachment’ de Dilma, aquele domingão onde graças a 6 votos dados pelo PDT, em 18 possíveis, e a 29 votos dados pelo PSB, em 32 possíveis, os golpistas puderam com esses fundamentais 35 votos ‘trabalhistas’ e ‘socialistas’, instaurarem o golpe e meses depois tomarem o poder na mão grande, atolando o Brasil no brejo onde até hoje se encontra, agora afundando, desgovernado por um ‘zero zero’ à direita, eleito em 2018.

      Responder

    Sergio

    06 de dezembro de 2020 às 19h40

    Papo de Petista fanático.

    Quem foi preso? Ciro ou Lula?
    Quem governou o país e deixou o fascismo tomar conta das pessoas? Foi Ciro? Foi Ciro que colocou ministros liberais em sua gestão? Foi Ciro que colocou Michel temer como vice? Foi Ciro que teve seu braço diretos preso? Palocci e Dirceu por ex, foi Ciro quem colocou um poste como hadad fadado a perder?!

    Me poupe meu amigo, Ciro foi contra o Impeachment, defendeu Dilma com umas e dentes!

    Chega a ser babaca cobrar auto crítica do Ciro kkkkkkk, só na kbca de um alienado mesmo.

    Responder

      Mauro Morro Branco

      07 de dezembro de 2020 às 06h58

      Ciro foi aquele que falou e continua falando mal da Dilma.
      Ciro foi aquele que mandou o irmão pro casamento e chegou lá o irmão falou mal da noiva e chamou as testemunhas de babaca e fez a festa dos bolsonaristas à época. Ciro foi aquele que foi embora pra Paris e inventou um tal de voto crítico, que quer dizer voto envergonhado e covarde. Nãoexiste essa ficção criada por ele. Pra mim só existe voto consciente o resto é desculpa.
      Se eu convidar alguém pra ir na minha casa e ele (Cid) falar o que falou eu boto pra fora a pontapés.
      Sobre as suas perguntas, NINGUÉM, EU DIGO NINGUÉM, GOVERNOU, GOVERNA OU GOVERNARÁ O BRASIL SEM PAGAR MENSALÃO AO PMDB, PP, DEM, PTB, e outros fisiológicos. Então não culpe o PT nem peça autocrítica a eles, peça a esses partidos. Nunca votei em TEMER, se fosse a Dilma candidata e SACODEBOSTA vice eu votaria na Dilma mesmo assim, portanto, ninguém votou em temer.
      BABACA é você com todos esses seus questionamentos imbecis.

      Responder

      Montecristo

      07 de dezembro de 2020 às 07h40

      Não foi Ciro, Ciro nunca foi nada e nunca será.

      Responder

      Maria Cancelieri

      07 de dezembro de 2020 às 09h47

      E quem foi para Paris no 2º turno? QUem mostrou o traíra que é?

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?