Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Para ter o apoio do PT, Arthur Lira cogita recorrer a Lula

Por Redação

10 de dezembro de 2020 : 18h59

O líder do Governo Bolsonaro e candidato a presidência da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), têm se movimentado nos bastidores para ter o apoio do PT e deseja abrir diálogo com o ex-presidente Lula.

De acordo com o BR Político, “de olho nos votos do PT, Arthur Lira pediu uma conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.

Porém, alguns parlamentares do partido rechaça a ideia do alagoano e afirmam que Lula não vai apoiar uma candidatura patrocinada por Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rafael

11 de dezembro de 2020 às 19h44

Acho possível o Pt apoiar Lira se ele disser que vai combater a lava jato mesmo estando ao lado de Bolsonaro.

Responder

    Paulo

    11 de dezembro de 2020 às 22h08

    Na lata!

    Responder

Batista

11 de dezembro de 2020 às 11h45

No que diz respeito a fatos, sobretudo políticos, tem dois tipos de ignorância, a natural, que persiste até o conhecimento, e a militante, que dura a vida inteira independente do conhecimento, pois não é ignorância do conhecimento e sim o conhecimento com a ignorância para atender interesses do ignorante clássico, enquanto militante permanente da ignorância.

Para passar o tempo, em tempo de pandemia mundial, interposta ao tempo da mediocridade à moda no Brasil, ‘divertido’ identificar os tipos em comentários, e a propósito, o ‘ignorante militante’ mor nos comentários desse ‘post’, a partir de hoje, obriga-se pelo fato a ignorar mais uma investigação contra Lula, a sétima, encerrada por falta de provas, agora pela justiça de São Paulo, enquanto o ‘julgamento da suspeição de Moro’, iniciado em dezembro de 2018, aguarda data para ‘supremamente’ prosseguir…

Responder

Claudio

11 de dezembro de 2020 às 10h36

No braziu tudo é possível, país do realismo fantástico.

Responder

O Demolidor

10 de dezembro de 2020 às 22h39

É surreal a quinta coluna que apoia o nome do Lira tenta empurrar para o PT essa aí……ainda não vi nenhuma matéria do Siqueira admitindo que seu partido vai apoiar o nome dele e ao mesmo tempo se dizendo oposição….também não vi nenhuma matéria a respeito do PT negar esse apoio….

Tipo de matéria tentar limpar o jogo duplo da quinta coluna…..

Pra variar o “E o Lula?” aparece…..

Não ligo se censurarem denovo….

Responder

Paulo

10 de dezembro de 2020 às 22h04

Lula, Bolsonaro e Arthur Lira juntos e de mãos dadas. Pelo futuro do Brasil. Avante cavaleiros da esperança, eis que um novo porvir é chegado! Os homens se encontram no Brasil, assim como no Arizona. Alvissareiro…

Responder

Edson Luiz

10 de dezembro de 2020 às 21h01

Estivesse este bolsonarista procurando o PSOL, nós, os que gostamos ou os que não gostamos do PSOL, teríamos total certeza de que ele seria rechaçado; já em retratando do PT e de Lula, alguém tem a mesma certeza?
O Lula junto com Fernando Haddad já compôs com o Maluf para disputar a prefeitura de São Paulo; junto com a Dilma já compôs com o Temer para disputar a presidência da república; já compôs para ter o PL para essa mesma disputa, com ele, Lula, na cabeça da chapa. Eu espero que tenham aprendido e que não condenem estas composições apenas quando feitas pelos outros, mas em se tratando do PT e de Lula, não vou me surpreender caso se consume. O PT já votou no congresso a poucos dias, com a excessão de um único deputado, no nome indicado pelo presidente adorador do Brilhante Ustra para o STF, e isto eu considero até mais grave por se tratar da composição do STF.
Muitos xingam o PDT, o Rede e a Marina e, mais ainda, o Cidadania e o Roberto Freire quando exercem o pragmatismo, mas o pragmatismo do PDT, do Rede e do Cidadania eu acho bastante razoáveis; já os do PT, alguns são verdadeiros estupros ao exercício pragmático.

Responder

Netho

10 de dezembro de 2020 às 19h13

A negociação das chaves de cadeia na segunda-instância, seja das rachadinhas, seja das empreiteiras. Não há dúvida quanto ao objeto de desejo cogitado pelo preposto dos filhotes da ditadura.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?