Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Quaquá defende que PT faça um acordo com Lira na Câmara

Por Redação

15 de dezembro de 2020 : 09h00

O vice-presidente do PT, Washington Quaquá, defendeu que o partido faça um acordo com o líder do Centrão na Câmara, Arthur Lira (PP-AL), candidato do presidente Jair Bolsonaro a Presidência da Câmara.

“O Lira é o candidato do centrão. O centrão tem um acordo com o Bolsonaro. Pode ter um acordo com a gente também”, disse ao Globo.

Além disso, Quaquá afirmou que o parlamentar alagoano é o único, na sua visão, que têm mais compromisso com “pautas democráticas”.

“Não tenho nenhum problema com o Lira, pelo contrário. Para falar a verdade, acho que ele pode ter mais condições de avançar na pauta democrática”

Para justificar tal afirmativa, o dirigente petista citou o impedimento da candidatura do ex-presidente Lula em 2018.

“O fato de o maior partido brasileiro não ter conseguido lançar o seu candidato a presidente da República macula a democracia. (…) O acordo no Parlamento tem que passar pela reestruturação da democracia”

Interlocutores do partido afirmam que Lira garantiu ao PT a indicação da primeira vice-presidência da Câmara.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

16 de dezembro de 2020 às 01h01

Qualquer um com um pingo de tutano sabe por que essa matéria permanece indefinidamente ocupando esse lugar de destaque. E atinge seu objetivo. Os cães são açulados e vêm babando. São iguaizinhos aos bolsominions. Bolsonaro foi na onda do cidadão de bem, os neotrabalhistas criaram o homem decente, primo-irmão daquele. Ambos têm uma queda por hierarcas autoritários e infensos à democracia, que recorrentemente expõem seu desprezo por mulheres e negros, a título de exemplo. Nada confirma mais isso do que a retórica, ambos se equivalem e utilizam os termos “lulopetismo” e dizem que o PSOL de “puxadinho do PT”, vibram com as derrotas do Boulos e da Manu. Têm inclusive uma tropa de choque, um bando de carecas marombados que compõem o gabinete do ódio cirista e saem orquestradamente atacando jornalistas que ousam criticar seu deus.

Responder

Marco Vitis

15 de dezembro de 2020 às 23h52

Que loucura !!!
Petista defendendo apoio a candidato de Bosonaro em troca de cargos !!!
Real Politik ??? Não !!!! Fisiologismo puro .

Responder

Netho

15 de dezembro de 2020 às 18h58

O PT é o PSL da esquerda e vice-versa.
O Messias do PSL é o Lula da direita.
Lira e PT; tudo a ver.
Agora Quaquá quer o samba: “Vou deitar e rolar”.

Você já entrou na de voltar
Agora fica na tua
Que é melhor ficar
Porque vai ser fogo me aturar
Quem cai na chuva
Só tem que se molhar

E agora cadê, cadê você?
Cadê que eu não vejo mais, cadê?
Pois é, quem te viu e quem te vê

Quaquaraquaquá, quem riu?
Quaquaraquaquá, fui eu
Quaquaraquaquá, quem riu?
Quaquaraquaquá, fui eu

O vento que venta aqui
É o mesmo que venta lá
E volta pro mandingueiro
A mandinga de quem mandingar

Quaquaraquaquá, quem riu?
Quaquaraquaquá, fui eu
Quaquaraquaquá, quem riu?
Quaquaraquaquá, fui eu

Responder

Batista

15 de dezembro de 2020 às 15h57

“Luz, quero luz
Sei que além das cortinas são palcos azuis
E infinitas cortinas com palcos atrás…”

Zé Dirceu sobre a eleição na câmara:

“Não concordo com candidatura própria…, O PT precisa tomar posição e não pode ficar fora da mesa”, ressaltando a importância da amplitude no parlamento para combater o neoliberalismo e o extremismo representado pelo bolsonarismo.

“A opção na eleição da presidência da Câmara será o candidato que atenda mais os partidos de esquerda”.

“Se é o candidato apresentado pela centro-direita, indicado por Rodrigo Maia, tudo bem, se for o Arthur Lira, tudo bem. O que eu não concordo é que o PT lance candidatura própria”.

“O PT precisa disputar o parlamento… Bolsonaro seria um ditador se não fosse o STF e o Congresso Nacional, que colocaram limites a ele”.

“A luta democrática é mais ampla que a esquerda… [Precisamos inicialmente] fincar o pé na defesa da democracia e da derrota de Bolsonaro em 22… Bolsonaro estará no segundo turno, mas será derrotado. Resta saber se pela centro-esquerda ou pela centro-direita”.

E concluí: “Não podemos continuar como estamos, sem unidade. Todos os partidos de centro-esquerda deveriam trabalhar juntos, …superar essa fase que o Brasil entrou após o golpe de Dilma Rousseff”.

Responder

Francisco*

15 de dezembro de 2020 às 15h04

Ato I
Enquanto o Redação insiste em ‘intrigar’ sem tréguas o PT, sabe-se lá por que, não é mesmo?

Biden liquida a fatura eleitoral nos States.
O tribunal de Haia, pela primeira vez na história, analisa queixa contra um presidente brasileiro.
Que insiste em não termos um plano de vacinação da população contra a Covid.
E o Brasil despenca no IDH, garantindo a 8ª colocação em desigualdade mundial, superado apenas por 7 países africanos, sendo país com uma das dez maiores economias mundiais.

Responder

Francisco*

15 de dezembro de 2020 às 15h03

Ato II
E isso enquanto a polícia do Rio assassina a sangue frio mais dois jovens negros, sabe-se lá por que, não é mesmo?

Ao mesmo tempo que, a sangue quente, a população se arma e com o sangue já borbulhando, passa ao largo desse ‘cotidiano’ tão perto e não estranho, para se aglomerar e esbaldar no ir e vir da vida agendada, nos transportes, no viver de rendas, nos trabalhos, nos shoppings, nas redes sociais da sociedade em ruínas, nas baladas, nas igrejas, nas praias, nas ruas, etc., sem saber que pito tocam adestrados e pautados, sem medo do ‘vírus chinês’, porém morrendo de medo da ‘vacina chinesa’ e de faltarem fogos, bebida e comida nas festas de fim de ano, em comemoração as…

Quase 200 mil mortes pela Covid em 2020.
Queimadas na Amazônia abrindo às portas ao caos no Brasil verde dos índios vermelhos.
Mortes pelo abate à bala de jovens negros e pobres nas periferias, e de seus pais, tios e avós, pela saúde negada, pela exploração do braço no laço do desemprego e pela abundância da miséria campeã distribuída como herança de vida, há séculos, nessa roda viva de mortes, mais que anunciadas, institucionalizadas e silenciosamente desimportantes e ignoradas.

Responder

Francisco*

15 de dezembro de 2020 às 15h02

Ato III
E nesse exato momento, sabendo-se por que…

Surge, perdido aqui e ali, sem que se note, certamente pela ‘inexpressividade e significado’, mas alguns irão deparar, não evidentemente o Redação, o fato batido, que os canos da maior corrupção do mundo, no JN, da Globo, dos Marinho, dessa vez não irão jorrar, para não desculparem-se e esconde-lo, afinal “o que é ruim a gente esconde” e os donos da “maior corrupção do universo” ainda não fizeram a requerida autocritica, né?

Faltando uma semana para o primeiro turno de 2018, o Jornal Nacional fez jorrar em seus famosos canos da “maior corrupção da história do mundo”, aquelas notas de 100 despejadas contra Lula, Dilma e o PT, a delação de Palocci, após ser incluída no processo pelo juiz Sérgio Moro, então cotado para o ministério de Jair Bolsonaro, tornando-a pública e apta à divulgação.

” (Bonner – JN 01/10/2018) – O ex-ministro Antonio Palocci disse, em delação à Polícia Federal, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva sabia da corrupção na Petrobras, e que o então presidente encomendou a construção de sondas, para garantir, com recursos ilícitos, o futuro político do Partido dos Trabalhadores e a eleição de Dilma Rousseff. Palocci também disse que as campanhas petistas, de Dilma, de 2010 e de 2014, custaram quase três vezes o que foi declarado. O PT afirma que o ex-ministro Palocci mente.”

Hoje, dois anos e dois meses depois, a delação que Moro usou contra Haddad na reta final da campanha de 2018, através dos famosos ‘canos da corrupção do JN’, é jogada no lixo pelo STF:

“Supremo reafirma exclusão da delação de Palocci de ação contra Lula.

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal manteve decisão que exclui a delação do ex-ministro Antonio Palocci da ação em que o ex-presidente Lula é acusado de receber R$ 12,5 milhões da Odebrecht.

O ministro Ricardo Lewandowski, relator do acórdão contestado, indeferiu o pedido do Ministério Público Federal, seguido por Gilmar Mendes, Nunes Marques e Cármen Lúcia. Apenas o ministro Luiz Edson Fachin [o ‘Aha Uhu é nosso’] votou favoravelmente ao recurso.”

Segundo o relator, “Diferentemente do alegado pelo MPF, não há ambiguidade ou dúvida sobre a clareza do decisum, sobremaneira no que concerne à ilicitude na juntada heterodoxa, para dizer o mínimo, do material da referida colaboração após o encerramento da instrução processual, nos exatos termos do pedido formulado na exordial do remédio heroico, incluindo, por corolário lógico, a decisão de homologação e o depoimento pertinente à colaboração premiada”.

Na decisão anterior, a maior parte da Turma considerou que a juntada feita por Moro configurava “inequívoca quebra da imparcialidade”, demonstrado o constrangimento ilegal contra Lula.

“A juntada, de ofício, após o encerramento da fase de instrução, com o intuito de gerar, ao que tudo indica, um fato político, revela-se em descompasso com o ordenamento constitucional vigente”, disse o relator na ocasião.

E ‘la nave va’, rumo ao coração das trevas, no ‘Congo-Belga-Brasil’, sabe-se lá por que, não é mesmo?

Responder

Edson Luiz.

15 de dezembro de 2020 às 13h45

Para mim, a movimentação em torno do tal de Lira é o PT sendo PT.
Qual dos partidos que eles agridem votou no tal do Cássio, indicado pelo …bolsonaro para o STF? O PT votou! ( sim, no candidato para o STF indicado pelo adorador do Brilhante Ustra! Isso a poucos dias).
O PT não é um partido de esquerda. Também não é um partido de Centro-esquerda. O PT é um grande engodo feito com propaganda e um discurso radical. Quem fêz o PT foram a Igreja Católica quando, nos anos 70 e 80 mandavam no Brasil; Golberi do Couto e Silva, o intelectual militar da abertura política; e o Departamento de Estado Americano. Teoria da Conspiração? Pois isto eu ouvi de um operário amigo meu, também amigo do Lula, Raimundo. Raimundo me falou isto, mas se limitou ao aspecto das articulações e escaramuças para a viabilização do PT como partido de massas, ocupando o espaço que seria ocupado pelo PCB, inviabilizando o PCB como um partido de massas e com quadros jovens lúcidos e politicamente maduros; radicais, mas não extremistas. O PCB era um partido com jovens com preparo para defender um Brasil moderno. Infelizmente Raimundo já é falecido, mas eu não sou leviano. E ele sempre se manteve no PT. O único reparo dele feito para mim foi quanto à viabilização do PT.
Como era o Raimundo que estava falando para o jovem que eu era, e eu sempre respeitei a seriedade de Raimundo, guardei respeito pelo seu relato duvidando. Pois, hoje em dia, duvido cada vez menos. O PT não é um partido de esquerda, é apenas um amontoado de interesses corporativos e de oportunismos que não permitem que o Brasil avance. O PT é obscurantista, despreparado e oportunista, tanto quanto …olsonaro.
O Brasil precisa de uma articulação ampla , unindo da esquerda à direita decentes para derrotar os extremos, e depois rearrumar o quadro de forças e partidos políticos. O quadro de hoje é muito frágil, precário e sem qualidade. E sem qualidade de forças e partidos políticos não conseguiremos transformar o país dentro da democracia.
A qualidade das manifestações nas redes sociais depõem contra a qualidade de cidadãos que essas forças extremas têm formado. Precisamos de radicais maduros e bem preparados, não de extremistas bobos pensando nos próprios interesses corporativos.
Precisamos construir uma institucionalidade voltada para os miseráveis do nosso país. Em reformas duras e sérias que consigam transformar a realidade dos 50% mais pobres.

Responder

Antonio

15 de dezembro de 2020 às 12h06

O PT precisa aprender que muitos caminhos podem levar ao poder, mas a maioria deles são traiçoeiros e perigosos. É muito melhor chegar ao poder com apoio popular, já com conchavos políticos, será só desgosto e traição.

Responder

Alexandre Neres

15 de dezembro de 2020 às 10h19

Quaquá é um bosta. Ponto.

Porém, o que não se pode perder de vista é que Lira, Aguinaldo Ribeiro e Baleia Rossi são tudo farinha do mesmo saco.

Não dá para este blogue querer canonizar Maia, inclusive cometendo inconstitucionalidades. Maia é o principal fiador do rentismo, do neoliberalismo, em nosso país. Passa o rodo nos direitos dos trabalhadores, cumpre à risca a pauta do Guedes e passa pano para Bolsonero. Alcolumbre foi um péssimo presidente do Senado, omisso, sem estatura para o cargo. A prova da pequenez de Maia é ter apostado todas as suas fichas em sua reeleição, flagrantemente inconstitucional. Agora taí correndo atrás do prejuízo.

Por que a oposição não lança. por exemplo, André Figueiredo para o cargo? No Brasil, vai que. Além disso, decerto seria o fiel da balança no segundo turno para arrancar todos os compromissos possíveis e pautas da oposição. No mínimo, a oposição marchando unida ajudaria a eleger quem disputar com Lira, à exceção do Quaquá e dos deputados do PSB que estão se comprometendo com Lira a ponto de o partido poder figurar na chapa por essa via, já que a maioria tá apoiando.

Responder

Joao Pedro

15 de dezembro de 2020 às 10h08

E o PT vai afundando, afundando, afundando!

Responder

Mario

15 de dezembro de 2020 às 10h08

PT, larga o osso e faz oposição de verdade! Volta pro povo!

Responder

Alan C

15 de dezembro de 2020 às 09h35

“Ciro não é de esquerda”

Responder

Sergio da Matta

15 de dezembro de 2020 às 09h19

A resposta pra esse Prefeito já está dada na onomatopeia que seu nome encerra.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?