Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Após declarar apoio a Baleia, Solidariedade perde cargos no Governo Bolsonaro

Por Redação

25 de janeiro de 2021 : 14h18

Presidido nacionalmente por Paulinho da Força (SP), o Solidariedade perdeu três cargos que ocupava no Ministério da Agricultura por ordem do presidente Jair Bolsonaro.

As indicações foram do deputado Áureo (RJ).

A decisão de esvaziar a participação do Solidariedade na pasta foi tomada após o núcleo do partido decidir apoiar a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) para presidência da Câmara.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

25 de janeiro de 2021 às 19h55

A bancada progressista entrou numa roubada ao ingressar no bloco de Maia sem exigir nenhuma contrapartida. No PSB, temos uns 15 pró-Lira (ainda bem que João Campos, com a ajuda da mamãe, tornou-se prefeito, pois já encontrou esses dias e tirou fotinha com Lira); no PSDB, uns 18 pró-Lira contra 15; no MDB não sei ao certo, mas tem dissidentes; no DEM, os ministros Ônix e Tereza Cristina são Lira e parece que irão se descompatibilizar do ministério pra votar. Pelo visto, nos associamos com parte da escória e ainda vamos levar uma tunda.

Responder

Deixe uma resposta