Despolarizando (11 h): o impacto da volta de Lula nas eleições de 2022. Convidado: Carlos Lupi

Exame/Ideia: 91% dos entrevistados acham que sistema de saúde está em colapso

Por Redação

26 de março de 2021 : 14h01

A pesquisa Exame/Ideia mostra uma população apavorada com a evolução da pandemia no Brasil, com 91% dos entrevistados considerando que o sistema nacional de saúde em colapso.

O que é, aliás, um fato. Os monitoramentos diversos mostram que todos os estados brasileiros sofrem de falta de leitos de emergência.

A mesma pesquisa informa que a maioria absoluta da população, ou 77% dos entrevistados, concordam com a instauração de uma CPI para investigar a gestão da Saúde durante a pandemia.

 

A avaliação do governo Bolsonaro atingiu o pico de ruim/péssimo, nível também observado em meados de abril. 

 

Interessante ainda observar que Bolsonaro realmente perdeu o prestígio entre os eleitores mais instruídos. Entre aqueles com ensino superior, 63% desaprovam o governo Bolsonaro.

O governo Bolsonaro ainda tem aprovação razoável, 36% de ótimo/bom, entre evangélicos. Mas 36% não é também uma aprovação espetacular, e significa que temos 64% dos evangélicos que NÃO acham o governo ótimo/bom. Ou seja, o centro gravitacional de rejeição, entre evangélicos, já não está entre os que o aprovam. E, diferentemente do que ocorria no início do mandato, Bolsonaro já não é novidade.  

Uma estratificação entre apoiadores e não-apoiadores do governo, mostra que a propaganda do presidente contra as medidas de restrição teve um efeito expressivo.

Entre não-apoiadores do governo, 70% apoiam as medidas de restrição, percentual que cai para 44% entre apoiadores. 

 

No geral, no entanto, as medidas restritivas de prevenção à Covid-19 tem sido aprovadas por uma maioria de 56% da população; apenas 16% discordam; e 21% disseram não concordar nem discordar.

 

A maioria absoluta da população, quase 80%, considera que a vacinação segue atrasada. 

O trabalho do ex-ministro da Saúde Pazuello foi visto como ruim por 62% dos que ganham mais de 5 salários, ou seja, pela maior parte da classe média. 

A avaliação pessoal do presidente é igual a do governo: negativa em 49%. Ainda não bateu o pico de meados de abril, mas está quase lá.  Segundo a pesquisa, 25% deram nota ótimo/bom ao trabalho de Jair Bolsonaro. 

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ugo

26 de março de 2021 às 17h59

Nem com 2 anos de pandemia (50% do mandato) essa esquerda falida vai conseguir evitar a reeleição do atual Presidente da República.

Responder

    Andre

    27 de março de 2021 às 21h12

    Não é só a esquerda que está “falida”
    De quem é culpa?
    O juiz de primeira hora com certeza é o principal responsável por esta situação de hoje.
    Como uma pessoa que não trabalha a mais de trinta anos e colocou todos os filhos na vida boa chegou a presidência da republica de Bananas?
    Depois da farsa jato os eleitores ficaram mais perdidos cego em tiroteiro. O primeiro hipócrita q se disse honesto, assim como aquele juiz honesto levou de brinde o circo Brasília.
    Haja palhaçada…..pena q vai custar bem caro para as próximas gerações.

    Responder

Alan C

26 de março de 2021 às 17h58

Adeus bozo

Responder

Paulo

26 de março de 2021 às 17h42

Acabo de voltar de uma caminhada aqui do lado de casa e só uns gatos pingados usavam máscara. Dá pra entender o povo brasileiro? Nove em dez dizem saber que não terão leitos se ficarem doentes e não se previnem, entregam pra Deus? Sem falar na aglomeração…É, parece que” brasileiro entra até no esgoto e não pega nada”, mesmo…

Responder

Deixe uma resposta