Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Lula tenta se articular com antigos aliados do MDB e PSD

Por Redação

24 de abril de 2021 : 15h08

Após a segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) ter batido o martelo sobre a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro nas condenações contra o ex-presidente Lula, o líder petista deve ir para a Brasília para aprofundar o seu diálogo com seus antigos aliados dos partidos de Centro como MDB, PSD e o Solidariedade.

Entre os emedebistas, Lula tenta se reconciliar com lideranças do Norte e Nordeste como o senador Renan Calheiros (AL), o ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira (CE) e o senador e ex-ministro de Minas e Energia do Governo Dilma, Eduardo Braga (AM).

Vale lembrar que os três foram favoráveis ao Impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016.

Na ala do “velho MDB”, Lula também vai tentar fechar acordo com José Sarney (MA) e Jader Barbalho (PA). No Solidariedade, o ex-presidente já tem conversado com o ex-deputado Paulinho da Força (SP), cacique nacional do partido.

Já no PSD, Lula mira senadores do Nordeste como Otto Alencar e Ângelo Coronel, ambos congressistas pela Bahia. Deputados e líderes regionais da legenda também estão no radar do ex-presidente.

(Com Estadão Conteúdo)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Eliasz samuelson

25 de abril de 2021 às 19h40

Lula não confia nem faz acordo com Flávio Dino por 2 simples motivo:
1- o governador acende vela pro PT e pro PSDB ( vice-governador é do PSDB de Aécio neves e colocou a camisa lula livre na hora de votar em Dilma) incoerência?
2- Sarney uma liderança regional não aceita o governador no mesmo palanque
Lula prefere Sarney (dívida antiga)

Responder

Rodrigo de Albuquerque

25 de abril de 2021 às 08h38

E o PÊTÊ quer que a toda a esquerda apoie essa canalhice… Lula se articulando com os seus velhos e conhecidos GOLPISTAS!! Qual a MORAL que um petista tem agora para falar em GOLPE? PT NUNCA MAIS!!

Responder

FABIO MAIA

25 de abril de 2021 às 07h30

Ciro certa vez disse que não conversa com o PT, o eleitorado viria por osmose.
Boa cirao, vc vai sentir a osmose na pele.
Se prepare, compre anti-inflamatório. A dor de cotovelo vai ser grande.
Prêmios e condecorações mundo afora. Visitas de gente influente do mundo visitando o Instituto. A vc cabe apenas a submissão da cartinha p rainha.
Vai derreter parceiro. Vai se submeter ao jogo sujo de ser muleta da direita. Mais um pra lata de lixo.
Se tivesse um real de solidariedade e bom senso seria presidente neste exato momento. “LULA está preso idiota” num congresso de estudantes.
Arrogância mata.

Responder

Sepulveda

25 de abril de 2021 às 02h15

De volta ao poder Lula trará consigo toda essa corja de corrupção que lhe deu apoio nos seus dois mandatos. Isso reforça a percepção que mesmo parcial, Moro não condenou um Lula inocente. Onde o Altman enfia a língua dele agora? O 247? O Jacques Wagner? O PML? O tal do Pimenta? E um bando de canalha puxa-saco que só aparece no 247 pra babar Lula?? Ah! se fosse Ciro… prefiro um Ciro destemperado, do q um corrupto.

Responder

Marco Vitis

24 de abril de 2021 às 23h57

Lula vai fechar com Sarney pra derrotar Flávio Dino no Maranhão. Lula vai fechar com Eunício Oliveira pra derrotar Camilo Santana do PT no Ceará. Etc etc etc…
Não adianta fazer mimimi… O Lula pode tudo porque ele é o maior gênio político da história brasileira e o ídolo do PT. Lula é um mito que não quer o impeachment de Bolsonaro porque Lula quer a revanche de 2018. E se perder de novo a culpa será do Ciro, da Marina ou do Cabo Daciolo. Lula nunca se engana porque ele é o maior gênio e o ser político perfeito. Ave Lula !!!

Responder

O Demolidor

24 de abril de 2021 às 22h59

Ridículo o deboche do “tenta”……bom mesmo é DEM e PSDB….. hipocrisia pura…

Responder

Kleiton

24 de abril de 2021 às 22h13

Lula ficou parado nos anos 90.

Responder

Oblivion

24 de abril de 2021 às 19h41

Só “gente boa”….
Ah mais o lula pode, o lula pode tudo, quem não pode são os outros candidatos com viés de esquerda (imaginem se fosse ciro, marina, ou boulos que estivessem fazendo o q o lula está fazendo agora).
O lula está, assim como o ciro, se aproximando de politicos da direita (q na verdade sao um centrao mais comportadinho) e o lula, dizem, ja beijou a mao (de novo) da elite financeira… Entao vamos ao q interessa, qual dos dois está mantendo mais promessas progressistas? Por exemplo, o ciro dizia em imposto sobre grandes fortunas e impostos sobre lucros e dividendos em bancos. Ele mantém isso? E o lula o q pensa sobre isso? Já vejo o lula desconversando, ou seja, vai se lixar de novo pra isso. Ou vai dizer q essa taxa pune o sucesso (piada nessa m de país). E o imposto sobre grandes heranças? Talvez melhor é taxar livro mesmo….

Responder

Paulo

24 de abril de 2021 às 17h31

Eis o retrato perfeito de Lula!

Responder

Alexandre Neres

24 de abril de 2021 às 15h44

Até a Globo se convence que é inútil resistir aos encantos de Lula. Fora isso, o único que se deu bem foi João Santana. Mamão com açúcar. 250k livres em tempos bicudos? Cê é loko

ASCÂNIO SELEME
COLUNISTAS
sábado, 24 de abril de 2021 – 03:47

O Globo / País
Lula parte para o terceiro mandato

Ao confirmar a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro depois de tê-lo considerado incompetente para julgar Lula, o Supremo Tribunal Federal reabilitou política e moralmente o ex-presidente autorizando-o a se candidatar e muito provavelmente se eleger outra vez em 2022. Não, não haverá tempo para que uma candidatura de centro ou centro-direita surja e cresça a ponto de superar Lula e conseguir vaga no segundo turno. Apenas João Doria pode surpreender. Luciano Huck ficou no espaço. Luiz Mandetta não se consolidou. Moro se dissolveu. E os demais pré-candidatos que apareceram neste espectro eram apenas balões que nem sequer ensaiaram uma alternativa.

A centro-esquerda e a esquerda tinham Fernando Haddad e Ciro Gomes. Haddad é Lula. Ciro não deve ser páreo para um Lula que volta revigorado pelo STF. A direita o candidato será mesmo Bolsonaro? Talvez sim. Talvez não. A direita liberal pode encontrar em Lula argumentos para fugir do capitão que muito prometeu em 2018 e pouco entregou. As reformas neste governo não avançaram. Mesmo a reforma da Previdência, aprovada em 2019, foi muito mais mérito de Rodrigo Maiae da Câmara do que de Bolsonaro e do Palácio. Além disso, as constantes ameaças às instituições atrapalham o capitão muito mais do que o ajudam.

A esquerda, nenhuma dúvida. Talvez Ciro Gomes viaje outra vez a Paris, como já disse que fará na hipótese de ter como opção o PT. Ciro vai, mas o seu partido, o PDT, fica. Seus eleitores também, ou alguém imagina que na ausência de Ciro pedetistas votarão por descuido em Bolsonaro? Os demais partidos que contam, PSOL, PSB, Rede, PCdoB, devem ir com Lula já no primeiro turno. Os demais desaguarão no PT em seguida. Mesmo que Doria anteveja um provável fracasso e prefira disputar um segundo mandato em São Paulo, o PSDB deve ter candidato próprio. Mas no segundo turno não piscará ao emprestar seu apoio à Lula contra Bolsonaro.

Ninguém, a não ser as forças mais retrógradas do país, quer dar mais um mandato ao capitão baderneiro. A experiência foi desastrosa politicamente e trágica do ponto de vista sanitário. O Brasil precisa recuperar sua saúde, sua economia, sua autoestima, o prestígio que um dia teve no mundo. Estes objetivos certamente seriam alcançados, em escalas diferentes, por Doria, Ciro ou Haddad. Os três são melhores, muito melhores do que Bolsonaro, sob qualquer ângulo que se olhe, e o derrotariam num segundo turno. Mas pelo que se desenhou com a decisão do STF, caberá a Lula a tarefa.

Responder

Netho

24 de abril de 2021 às 15h19

Lula não aprendeu nada, não esqueceu nada, como dissera Talleyrand.

Responder

    joel Duarte

    24 de abril de 2021 às 23h14

    Aprendeu sim e deu aula.
    Corrupto quem tem que dá conta é o poder judiciário, em todas as suas instituições – MPF, PF. e TJ’s.
    Ao presidente cabe respeitar a liberdade e dever destas instituições tem de investigar, processar e julgar.

    Responder

    Batista

    25 de abril de 2021 às 21h51

    Vai ver por isso que, sofrendo com seu partido a maior persecução política, judicial, policial e midiática-global, já vista em toda a história do país, para ficarmos apenas na terra onde canta o sabiá, é o favorito para ocupar a presidência do Brasil, em 2023, pela inédita terceira vez, de novo com o voto do povo, enquanto o ex-poderoso e ex-intocável chefão do bando judicial-lavajateiro, que o prendeu para impedir que vencesse a eleição em 2018 e pusesse fim ao golpe de 2016, o Russo, arruma às pressas a mudança para o país patrocinador da maior ação de lesa pátria já havida nessa, de novo, atrasada e explorada colônia, dado o risco cada vez maior de ter que mudar para outra morada, digamos não de sua predileção, com o devido processo legal imparcial, repleto de provas, que se avizinha ‘com a volta do cipó’.

    Responder

Deixe um comentário