Cafezinho & Cinema: conversa com Ducca Rios, diretor de Meu Tio José

CPI vai convocar o empresário Carlos Wizard

Por Redação

17 de maio de 2021 : 10h13

Sob a presidência do senador Omar Aziz (PSD-AM), a CPI da Pandemia deverá convocar o empresário Carlos Wizard para depor após o colegiado obter indícios de que Wizard liderava o ‘Ministério da Saúde paralelo’.

A pasta clandestina ficou conhecida por defender cloroquina, que não tem comprovação científica no tratamento contra a Covid-19 e a defesa pela contaminação em massa para atingir a tal “imunidade de rebanho” e Wizard era um dos financiadores.

Já na pasta oficial, o empresário chegou a ser o conselheiro do então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e foi cogitado para assumir a secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Porém, seu nome foi rejeitado após dizer, sem provas, que governadores e prefeitos estariam recebendo dinheiro para inflar o número de mortos.

Em junho de 2020, o presidente da Pfizer, Carlos Murillo, foi ignorado pelo Governo Bolsonaro para realizar as tratativas sobre a aquisição da vacina produzida pela farmacêutica. Mas enquanto isso, as ideias de Wizard e da médica Nise Yamaguchi eram veiculadas na TV Brasil.

“Nossa interlocução principal no Ministério da Saúde, a pessoa com quem eu interagi diretamente no processo foi o ex-secretário Elcio Franco. Dentro do Ministério da Saúde”, disse Murillo em seu depoimento na CPI.

Com forte influência no Planalto, Yamaguchi que representava o grupo de Wizard, tentou incluir na bula da cloroquina o tratamento contra a Covid-19 através de um decreto presidencial. Mas o ato seria ilegal e configuraria uma fraude.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

17 de maio de 2021 às 21h54

O empresário é um idiota (prova de que idiotas podem ser bem sucedidos, no Brasil, pelo menos) e a médica é uma desonesta que desonra sua profissão…

Responder

Deixe uma resposta