Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Caiado diz que Lázaro não era ‘lobo solitário’ e que teve ajuda de ‘quadrilha’

Por Redação

28 de junho de 2021 : 13h42

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), se pronunciou pela primeira vez após a morte do serial killer Lázaro Barbosa de Souza, 32, depois de fugir das forças policiais por mais de 20 dias. A operação para capturar o criminoso mobilizou cerca de 270 agentes.

De acordo com Caiado, nesse momento os agentes estão em busca de uma quadrilha criminosa que tinha “interesse em manter o psicopata sob seu comando”.

“Agora, além do Lázaro, estamos desbaratando uma grande quadrilha que tinha interesse em manter esse psicopata sob o seu comando para fazer o terrorismo na região“, disse o governador em entrevista a Record TV.

O demista também alegou que o criminoso não era um ‘lobo solitário’ e que teve a cibertuta de outras pessoas. “Ele estava muito bem alimentado, tinha condições de passar a noite em alguns locais, era muito bem informado, tinha telefone celular com bateria recarregada. Tudo isso mais os R$ 4,4 mil em seu bolso mostram que toda uma estratégia estava sendo montada para tirá-lo do cerco e levá-lo para outro lugar do país”, informou.

Sobre a troca de tiros que resultou na morte de Lázaro, Caiado disse que foi informado pelo Major Edison, responsável pelo cerco, de que o serial killer foi quem iniciou o tiroteio.

“O major Edison me relatou que, tão logo se aproximaram dele, ele tinha a visão de todos os policiais e quem iniciou o tiroteio foi exatamente ele [Lázaro], que tinha uma pistola .380. Foi revidado pela equipe comandada pelo major Edison e tenho quase certeza de que eram, no total, cinco policiais”, finalizou Caiado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário