Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Crédito: Pedro FRança/Agência Senado

Vice de Aécio em 2014 rechaça delírio de Bolsonaro: eleições foram limpas

Por Redação

08 de julho de 2021 : 09h41

O ex-ministro das Relações Exteriores e vice na chapa de Aécio Neves (PSDB) em 2014, Aluysio Nunes, rechaçou a hipótese mentirosa espelhada por Jair Bolsonaro de que a chapa tucana teria vencido a disputa presidencial naquele ano e que Dilma Rousseff (PT) venceu na “fraude”.

“A eleição foi limpa, nós perdemos porque faltou voto”, esclareceu Nunes à Folha. Em 2014, Dilma foi reeleita com 52% dos votos válidos contra 48% de Aécio.

Em entrevista a Rádio Guaíba, Bolsonaro disse que tem um estudo “feito por gente que entende do assunto” que mostra a vitória do PSDB naquela eleição. “O Aécio foi eleito em 2014”, disse sem provas.

“É evidente que ele não tem prova nenhuma, porque não houve fraude”, ressaltou Nunes.

“Havia uma grande polêmica sobre a segurança da urna, geralmente alimentada por segmentos da direita. Mas o que a direção do partido decidiu foi pedir uma auditoria, não uma recontagem de votos. A vitória da Dilma foi reconhecida publicamente pelo Aécio”, lembrou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário