Cafezinho das 3: por que as manifestações de domingo floparam?

Fotos: Divulgação/Divulgação

DataTempo/Cp2: Zema e Kalil aparecem como favoritos na disputa pelo governo de MG

Por Gabriel Barbosa

28 de julho de 2021 : 17h35

A disputa pelo governo de Minas Gerais em 2022 tende a ser uma das mais interessantes de se acompanhar.

Os dois principais nomes que estão no radar dos mineiros é o do atual governador Romeu Zema (Novo) e do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), postulantes que dialogam majoritariamente com os setores conservadores.

Com isso, a DataTempo/Cp2 divulgou nesta quarta-feira, 28, uma pesquisa de intenção de voto para saber a fotografia do momento no que diz respeito a essa disputa Zema x Kalil.

De acordo com a pesquisa, Zema aparece a frente na virtual disputa. No primeiro cenário, o governador do Novo tem 46,2% contra 18,8% de Kalil. Na terceira colocação, o petista Reginaldo Lopes registra seus 3,3%. Já o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), tem 3%.

Fonte: DataTempo/Cp2

No segundo cenário, e com a presença da deputada federal Áurea Carolina (PSOL) na virtual disputa, Zema vai a 50,2% e por pouco, não consegue virtualmente uma vitória no 1° turno. Kalil fica com 23,9% das intenções de voto. Lopes (PT) oscila para 4,8% e Áurea Carolina com 3,7%.

Fonte: DataTempo/Cp2

Kalil lidera em BH e região metropolitana

Reeleito para Prefeitura de BH em 1° turno com mais de 60% dos votos válidos, Kalil (PSD) aparece a frente de Zema na própria capital mineira e na região metropolitana com 38,9% ante 29,8% do governador.

Fonte: DataTempo/Cp2

Zema com folga no interior

Já Zema lidera em todas as outras regiões do estado com destaque no Triângulo Mineiro e no Alto do Paranaíba onde ele vence com 56,1% contra apenas 6,5% de Kalil.

Fonte: DataTempo/Cp2

Potencial de voto

Com base sólida no interior do estado, Romeu Zema aparece com potencial de voto muito acima do seu principal adversário, Alexandre Kalil.

Outro detalhe interessante é que no momento, o desejo para que “mude pouco” como Minas Gerais tem sido administrada é expressada por 39,8%. Entre aqueles que desejam mudança total, 29,5%.

Os eleitores que afirmam que é necessário dar continuidade o modo como o estado tem sido administrado é de 27,8%. Essas informações são imprescindíveis tanto para Zema quanto para Kalil que devem adequar seus discursos e articulações de acordo com esses sentimentos.

Fonte: DataTempo/Cp2
Fonte: DataTempo/Cp2

A pesquisa entrevistou 1.300 pessoas de forma domiciliar, em todo os municípios de Minas Gerais e de acordo com a proporcionalidade de cada uma das regiões do estado.

O nível de confiança é de 95%, e a margem e erro é de 2,72 pontos percentuais para mais ou para menos.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário