Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Empresários, economistas, líderes políticos e religiosos divulgam manifesto em defesa das eleições

Por Redação

05 de agosto de 2021 : 11h49

Nesta quarta, 4, empresários, economistas, líderes políticos e religiosos saíram em defesa da realização das eleições e da Justiça Eleitoral. Um manifesto intitulado o ‘Brasil terá eleições e seus resultados serão respeitados’ foi divulgado a sociedade brasileira.

O documento foi publicado após às ameaças de Jair Bolsonaro contra o sistema eleitoral. Devido a isso, o Supremo Tribunal Federal (STF) incluiu Bolsonaro no inquérito das fake news por ataques às urnas eletrônicas. No manifesto, são mais de 260 nomes que estão na lista. O documento segue aberto para novas assinaturas.

Entre os economistas estão Alexandre Schwartsman, Andre Lara Rezende, Armínio Fraga, Bernard Appy, Elena Landau, José Roberto Mendonça de Barros, Luiz Carlos Bresser Pereira e Persio Arida e Samuel Pessôa.

Já no mundo empresarial assinaram o manifesto, por exemplo, Luiza Trajano (Magazine Luiza) Roberto Setúbal (Itaú), Guilherme Leal (Natura), Oskar Metsavaht (Osklen) e Pedro Parente (BRF e ex-presidente da Petrobras).

Leia o manifesto na íntegra!

“O Brasil enfrenta uma crise sanitária, social e econômica de grandes proporções. Milhares de brasileiros perderam suas vidas para a pandemia e milhões perderam seus empregos.

Apesar do momento difícil, acreditamos no Brasil. Nossos mais de 200 milhões de habitantes têm sonhos, aspirações e capacidades para transformar nossa sociedade e construir um futuro mais próspero e justo.

Esse futuro só será possível com base na estabilidade democrática. O princípio chave de uma democracia saudável é a realização de eleições e a aceitação de seus resultados por todos os envolvidos. A Justiça Eleitoral brasileira é uma das mais modernas e respeitadas do mundo. Confiamos nela e no atual sistema de votação eletrônico. A sociedade brasileira é garantidora da Constituição e não aceitará aventuras autoritárias.

O Brasil terá eleições e seus resultados serão respeitados.”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

06 de agosto de 2021 às 00h13

Já que perguntar não ofende: que cargas d’água Cristóvam Buarque tá fazendo nessa lista? É porque está entre seus pares? É porque nessa foi aceito?

Responder

Deixe um comentário