Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

IMAGEM: ADRIANO MACHADO / REUTERS

PGR pede e Moraes autoriza prisão de bolsonarista que o ameaçou de morte

Por Redação

06 de setembro de 2021 : 14h11

A pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro do STF, Alexandre de Moraes, acatou a prisão do bolsonarista Márcio Giovani Nique, que é conhecido “professor Marcinho” no TikTok.

A prisão é preventiva, não tem prazo para terminar, e foi cumprida em Santa Catarina pela Polícia Federal.

Foi numa live nessa rede social na semana passada que Giovani disse que “um empresário grande está oferecendo uma grana federal que vai sair pela cabeça [do ministro do STF] Alexandre de Moraes, vivo ou morto”. Ele também falou sobre a existência de um agrupamento no Brasil e em outros países com objetivo de caçar “ministro [do STF] onde quer que eles estejam”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

06 de setembro de 2021 às 18h52

Todos aqueles que são policiais, militares tem que saber uma coisa, o livro deles é o estatuto, fora do estatuto, é punição com o rigor que o estatuto determina.

Responder

Fanta

06 de setembro de 2021 às 17h43

Esse careca é um fascistiode puro, nada mais.

Responder

Tony

06 de setembro de 2021 às 14h19

Uma suprema corte constitucional se perder com essas cretinices é patético.

Responder

Daniel

06 de setembro de 2021 às 14h19

É claro que são tudo menos que ameaças mas idiotices de um destrambelhado.

O que não se entende é o motivo desses sujeitos do STF fazer chegar alguns idiotas a esse ponto…. será que se colocaram acima a de tudo e não entenderam ainda as funções de uma corte constitucional ?

Responder

Deixe um comentário