Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Imagem: Reprodução / MPF

TCU determina que procuradores da Lava-Jato devolvam dinheiro de viagens

Por Redação

10 de novembro de 2021 : 14h16

Nesta quarta-feira, 10, o Tribunal de Contas da União (TCU) ordenou que os procuradores da extinta Operação Lava Jato devolvam as verbas utilizadas nas viagens feitas por eles durante o âmbito da força-tarefa.

Recém exonerado do MPF, Deltan Dallagnol será incluso na lista para também devolver os recursos a União por ter liderado o modelo de trabalho dos seus colegas na Lava-Jato.

Além dele, terão que realizar a devolução dos valores os procuradores Antonio Carlos Welter, Carlos Fernando dos Santos Lima (R$ 361 mil em diárias e R$ 88 mil em passagens), Diogo Castor de Mattos (R$ 387 mil), Januário Paludo (R$ 391 mil em diárias e R$ 87 mil em passagens) e Orlando Martello Junior (R$ 461 mil em diárias e R$ 90 mil em passagens).

No despacho do ministro Bruno Dantas (TCU), os procuradores da extinta operação formularam “uma possibilidade de aumentar seus ganhos privados e favorecer agentes amigos, no âmbito da atividade funcional de combate à corrupção, admitindo-se como práticas naturais o patrimonialismo, a personalização e a pessoalidade das relações administrativas”.

Com informações da Folha.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário