Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Agência Senado

No Congresso, mês da mulher terá sessão solene e retorno do Diploma Bertha Lutz

Por Redação

07 de março de 2022 : 07h42

O Congresso Nacional inaugura na próxima semana o Março Mulher, ciclo de atividades para marcar o mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8 de março). Os destaques serão a sessão solene do Congresso em homenagem à data e a entrega do Diploma Bertha Lutz, que volta a ser concedido após três anos.

Para a senadora Leila Barros (Cidadania-DF), que chefia a Procuradoria Especial da Mulher no Senado, a celebração do mês das mulheres mantém viva a luta de gerações de mulheres por visibilidade e direitos.

— Quanto mais a gente conhece a história da conquista dos nossos espaços políticos, vemos que nossos passos vêm de longe. O caminho que trilhamos custou muita luta àquelas mulheres que nos antecederam, cujos nomes nos cabe conhecer e honrar sempre, cada vez que subimos à tribuna.

Leila lembrou a campanha das sufragistas pelo direito ao voto. Em 2022 completaram-se 90 anos do primeiro código eleitoral brasileiro que permitiu às mulheres participarem da democracia. O Senado destacou a data com uma sessão especial no fim de fevereiro.

O Março Mulher começa na segunda-feira (7) com o 2º Encontro Nacional das Procuradoras da Mulher, que vai reunir parlamentares de todo o Brasil que chefiam organismos de representação feminina nos seus parlamentos. Já na terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, o Congresso realiza sessão solene em comemoração à data, a partir das 10h. A sessão será semipresencial.

Além da senadora Leila Barros, a sessão terá a participação da líder da bancada feminina do Senado, senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), e da procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados, deputada Tereza Nelma (PSDB-AL). Também estão confirmadas as participações da ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva e da médica pneumologista Margareth Dalcomo, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Ainda no dia 8, às 19h, haverá no Salão Negro do Congresso uma cerimônia para marcar a iluminação especial das cúpulas da Câmara e do Senado (que permanecerão iluminadas durante todo o mês). A cerimônia contará com a apresentação da Orquestra Sinfônica da Força Aérea Brasileira (FAB).

No dia 23 de março, o Senado vai promover a cerimônia de premiação do Diploma Bertha Lutz, honraria dedicada a cidadãos que tenham contribuído para a defesa dos direitos da mulher e para as questões do gênero no Brasil. Todos os senadores podem sugerir nomes de indicados e indicadas, e a lista final é decidida pelo Conselho do Diploma Bertha Lutz. O prazo para as indicações termina nesta sexta-feira (4).

O ano de 2022 marca o 20º aniversário desse diploma. Será a primeira vez que ele é concedido desde 2019, após três anos de interrupção por causa da pandemia de covid-19. O nome do prêmio homenageia a bióloga Bertha Lutz, uma das figuras centrais do movimento sufragista brasileiro.

Fonte: Agência Senado

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes