Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Divulgação / OTAN

Otan reitera que deixará Ucrânia a deriva

Por Redação

24 de março de 2022 : 10h14

Nesta quarta-feira, 23, o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, reiterou que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) não vai enviar tropas à Ucrânia diante do conflito contra a Rússia. A guerra no país europeu vai completar um mês nesta quinta-feira, 24.

O secretário também voltou a dizer que a Otan não faz parte da guerra, mas que vai continuar apoiando a Ucrânia. Ele reforçou que o bloco não vai enviar tropas para evitar o aprofundamento da guerra dos países membros contra o poderio militar russo.

“Devemos entender que é importante apoiar a Ucrânia, mas também é importante evitar uma guerra entre a Federação Russa e a OTAN. Portanto, dissemos claramente que não enviaríamos tropas para a Ucrânia”, disse em comunicado oficial.

Já o o secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken, declarou que “as tropas da Rússia destruíram prédios de apartamentos, escolas, hospitais, infraestrutura crítica, veículos civis, shopping centers e ambulâncias, deixando milhares de civis inocentes mortos ou feridos”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

24 de março de 2022 às 18h05

Eu choro!
Confesso que choro!

E se fosse o inverso, fosse a Ucrânia um império militar abusador e a Rússia fosse uma república bem mais fraca sendo covardemente abusada…

Confesso que choraria também!
Eu choraria!

Com a Ucrânia eu tenho muita identidade, comungando com os ucranianos os valores de liberdade e democracia; já com a Rússia eu não tenho nenhuma identidade, repudiando a autocracia e a repressão do regime.

E essa guerra se trata exatamente da luta entre civilização e barbárie, entre democracia e ditadura, entre os volores liberais e os totalitários, entre provressismo ou retrocessos.

Mas se trata, principalmente, de se posicionar contra o abuso, a covardia e a mentira!

Espero que a Ucrânia e sua gente consiga resistir ao máximo. Tudo nessa guerra é sem sentido e só acontece pela incivilidade, antiprogressismo e truculência da Rússia.

A Rússia está sendo covarde! Mas a Rússia, no correr da história até hoje, sempre foi covarde!

Fora Putin, ditador maldito!

Responder

Ronei

24 de março de 2022 às 10h21

A Ucrania serà parte da Russia e tudo voltarà ao normal pois a Europa nao é o oriente medio e guerra nao interessa a ninguem.

NA Europa estao cagando e andando para a Ucrania e para Russia.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro