Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Após reunião diplomática, Rússia anuncia cessar-fogo em Kiev

Por Redação

29 de março de 2022 : 11h19

Após uma reunião diplomática realizada nesta terça-feira, 29, com a mediação do presidente da Turquia, Recep Erdogan, em Istambul, a Rússia anunciou a redução drástica da operação militar nos arredores de Kiev, capital ucraniana.

Em nota, o Ministério da Defesa disse que a decisão do Kremlin em reduzir as atividades militares foi resultado das conversas que, segundo a pasta, “se movem para a dimensão prática”.

Já o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, disse que as delegações dos dois países aprovaram uma reunião entrevista o presidente ucraniano, Volodimyr Zelensky, e o líder russo, Vladimir Putin, no mesmo dia da versão final de um tratado de paz, pré-aprovada pelos ministros das Relações Exteriores.

Outro ponto relevante é que durante a reunião de hoje, os representantes do governo ucraniano ofertaram a neutralidade militar e a não adesão da Ucrânia na OTAN. Porém, eles pedem como contrapartida o fim da operação militar e consequentemente a retirada das tropas russas.

A Ucrânia também sinalizou que pode discutir, em 15 anos, o status da Crimeia, região histórica russa anexada por Putin em 2014. Já sobre Donbass, não houve consenso entre as partes. Já o Kremlin alega que o cessar-fogo em Kiev vai “criar condições para negociações futuras e alcançar o objetivo de assinar um acordo de paz com a Ucrânia”. 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

29 de março de 2022 às 20h14

Delinquentes!

Todo extremista, regimes ou pessoas, são delinqientes!

O povo da Ucrânia estava quieto, não havia jogado na Rússia sequer uma bombinha de brinquedo, destas que os meninos gostam de estourar em festas juninas. O povo ucraniano ou nem mesmo um só ucraniano não havia sequer chamado o ditador da Rússia, o Vladimir Putin, de Urubu ou de Carniceiro ou de Criminoso. Se houvessem chamado o autocrata sanguinário e ladrão Vladimir Putin dessas coisas não teriam cometido nenhuma ofensa, porque é o que ele é e falar a verdade não é pecado; pecado é não falar a verdade!

Agora, quem vai pagar a conta desta destruição sem motivos?

Há cidades com 90% dos prédios atingidos, com 40% deles completamente destruídos. Foram destruídas estações de trem, hospitais, depósitos de combustíveis, instalações de defesa militar, equipamentos militares de defesa, escolas, creches, pontes, milhares de kquilô.etros de estradas… e…

…VIDAS!…
MUITAS VIDAS!

Incrível, completamente inacreditável, é essa irracionalidade diabólica ter apoiadores!

No mundo como um todo esse crime da Rússia contra os direitos humanos, contra a liberdade, contra a democracia, contra a soberania da Ucrânia e principalmente contra a autodeterminação do seu povo foi veementemente repudiado. Da direita à ultra-esquerda mundial, com raríssimas exceções nos extremistas de esquerda de um ou outro lugar, os crimes de Vladimir Putim foram repudiados com veemência.

Mas aqui no Brasil, e muito estranhamente, muito mais que estranhamente para muitos, mas não estranho para mim, esta covardia da Rússia contra a Ucrânia recebeu o apoio velado ou escancarado de petistas e de bolsonaristas, de Lula e de jair bolsonaro.

Essa gente toda é e sempre foi covarde! Eles enganam, sempre encontram fformas de enganar, esconder o que pensam e querem e desconversar o malfeito e tentar voltar com o malfeito depois.

Mas a mim eles não enganam!

E você, apoia a covardia de ditaduras contra povos livres? Gosta de apoiadores de ditaduras? Quando eles ficam se dizendo democratas onde ainda não conseguem impor sua doença autoritária, você acredita neles?

Edson Luiz Pianca.

Responder

    Stepan Bandera

    30 de março de 2022 às 12h25

    “Mas a mim eles não enganam! [Só aos meus sou dado a enganado.]”

    Responder

Alexandre Neres

29 de março de 2022 às 15h13

Vamos ver se evoluem as tratativas de paz, a despeito de Soneca Biden.

Não bastasse interferir na América Latina, na Ásia e no Oriente Médio, o presidente estadunidense inda tem a pachorra de dizer que Putin “não deve permanecer no poder”. Depois disse que não estava falando em termos políticos, mas, sim, morais, como se sua figura pudesse ser repartida. O presidente da Metrópole falou, mas quem disse foi a pessoa física. Que gafe mais inconsequente!

Será que vai haver uma escalada na violência e na ingerência norte-americana mundo afora, passando o senhor da guerra para outro patamar, a ponto de interferir nas questões interna corporis russas?

Responder

Paulo

29 de março de 2022 às 13h37

Rússia tá tomando um pau da Ucrânia nessa palhaçada deles. Bem merecido.

Responder

Orestes

29 de março de 2022 às 11h40

O coronel do Ceará está no desespero total…arrogância e prepotência tem de sobra…Se acha o dono da verdade ! Vou sugerir que ele abandone logo a candidatura e se vá o mais breve possível para Paris! Como se diz aqui no meu sertão : Ciro ! Vá arranjar uma lavagem de “tripas”! É Lulinha de novo !
É 13! É 13!

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro