Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Quaest mede repercussão do “debate” de Ciro Gomes nas redes

Por Redação

21 de maio de 2022 : 14h48

Por Felipe Nunes

O assunto da noite de sexta foi o debate entre o Gregório Duvivier e o Ciro Gomes. Em um trecho da conversa, o assunto foi pesquisa.

Os dados citados por Ciro são esses daqui. De fato, há um conjunto importante do eleitorado brasileiro que ainda não declara espontaneamente voto em nenhum candidato. Esse percentual era 58% em set/21 e hoje é 45%.

Para ajudar no debate, organizei um gráfico que mostra o percentual de indecisos nas pesquisas de opinião nesse mesmo momento da corrida eleitoral. Indecisos eram aproximadamente 43% em 2010, 40% em 14, 44% em 18 e agora são 45%. Não parece ter muita variação.

Vale ressaltar que apenas em 1994 e em 2018 o candidato que estava a frente das pesquisas em maio não venceu as eleições. E isso só aconteceu porque FHC e Bolsonaro eram muito mais desconhecidos que Lula, respectivamente, em 1994 e em 2018.

O que é inequívoco é que Ciro Gomes conseguiu esquentar a noite fria de 20/05. A média de menções ao seu nome passou de 25 mil para quase 90 mil.

O que Ciro não conseguiu fazer, no entanto, foi provocar uma mudança no sentimento digital das pessoas sobre ele. No começo da semana, o percentual de menções positivas foi de 28%, após o debate, ele chegou a 19%.

Felipe Nunes é PhD em Ciência Política, professor da UFMG, especialista em pesquisa de opinião e diretor da Quaest

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Galinzé

22 de maio de 2022 às 18h31

GRande Cirolipa…desce a lenha nesses bajuladores de lavadores de dinheiro…

Responder

Saladino

21 de maio de 2022 às 19h59

Duvivier é praticante usual do ‘bovarismo’.
No suposto debate em que sua rudimentar devoção ao lulismo sebastianista foi desconjuntada, Duvivier desvelou sua outra prática, até então dissimulada em suas ‘análises’ redentoras do salvacionismo petista: o “bulverismo”.

Responder

Helio Hanel

21 de maio de 2022 às 19h08

Ciro é um político mentiroso, sua retórica ao invés de aproximar, afasta.
Desse jeito ele se transforma em cabo eleitoral de bolsonaro (minúsculo mesmo).

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina