Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Reprodução

Qual será o (real) destino de Ciro Gomes?

Por Gabriel Barbosa

21 de maio de 2022 : 09h53

Nas últimas três eleições presidenciais que disputou, Ciro Gomes sempre tentou passar ao eleitor a imagem de um candidato diferenciado, com propostas claras e com críticas sobre o modelo político e econômico vigente no Brasil. 

Suas entrevistas e palestras ganhavam atenção até mesmo de quem discordasse  de suas premissas, como liberais e conservadores. O ex-ministro também tinha bastante recall entre aqueles que ocupavam o mesmo campo, o da esquerda.

Sua atuação contra o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016, foi uma das mais contundentes. O papel de Ciro naquele momento turbulento da história brasileira foi tão crucial quanto de algumas lideranças do próprio PT.

Em 2018, o ex-governador ganhou atenção com seu Projeto Nacional de Desenvolvimento. Vale lembrar que naquele momento suas propostas ainda eram debatidas com o público, através de palestras, entrevistas e encontros. Ciro também colocava suas ideias em artigos publicados na Carta Capital.

O resultado de todas essas movimentações foi que o pedetista recebeu os votos de uma fatia importante do eleitorado (13,4 milhões), incluindo artistas e intelectuais que acreditavam que Ciro Gomes seria o candidato ideal para derrotar Jair Bolsonaro.

Um dos artistas que defendeu abertamente a candidatura de Ciro Gomes, naquele ano, foi o comediante Gregório Duvivier. Talentoso e popular, Duvivier acolheu as ideias do PND e praticamente fez campanha para o pedetista. O ex-ministro não chegou ao 2° turno e o resto da história nós já sabemos.

Praticamente quatro anos depois, o que se presenciou foi uma das cenas mais constrangedoras e vexatórias para uma candidatura a presidência. 

Primeiramente, é inédito na história brasileira que um postulante presidencial tenha feito tanta questão em debater com um comediante, que não tem a obrigação de ser sério como um candidato.

Segundo ponto, Ciro Gomes revelou ao público sua incapacidade de exercer uma das práticas básicas de um democrata, a escuta. Praticamente durante toda a transmissão, o pedetista “atropelou” as falas de Duvivier, especialmente aquelas em que o comediante tentava concluir seu raciocínio. 

Como cidadão e jornalista, tenho a obrigação de refletir sobre como seria a postura de Ciro Gomes com a imprensa e o público caso ocupasse a presidência da República. Na esfera do governo, qual seria a reação do pedetista caso fosse confrontado por um aliado ou ministro?

Terceiro ponto, é notório que Ciro Gomes alimenta uma prática prejudicial a democracia, que é o monopólio da razão. Só ditadores agem como os donos da verdade e do conhecimento. Só ditadores pedem cabeças de jornalistas em público, assim como o ex-ministro fez ao ordenar que Duvivier demitisse sua equipe de 80 pessoas.

Em vários momentos da live, Ciro Gomes constrange Duvivier ao dizer que o comediante tem pouco conhecimento e vivência devido a sua idade. Diga-se de passagem, essa forma de agir só escancara a insegurança do candidato.

Quarta observação, talvez uma das mais vergonhosas e deselegantes, foi Ciro ter insinuado que Duvivier estaria sendo assessorado por “10 pessoas” para fazer “jogadinhas ensaiadas” a favor do ex-presidente Lula. Imediatamente, Gregório demonstrou que estava sozinho e que o pedetista estava levantando uma falsa e grave acusação. 

Por fim, como se não bastasse todo o show de petulância, insegurança e deselegância por parte do pré-candidato do PDT, sua live serviu como artilharia para Jair Bolsonaro atacar o campo progressista.

Minutos após o término, Bolsonaro usou um print da live de Ciro Gomes para fazer propaganda do seu governo e associar a esquerda com a legalização geral das drogas. É preciso lembrar que essa imagem deve está circulando em grupos bolsonaristas no WhatsApp e Telegram.

A verdade é que não se sabe qual será o real destino de Ciro Gomes nesta eleição presidencial, pois suas perspectivas eleitorais se reduzem a cada ataque, a cada semana, a cada pesquisa. 

Seus correligionários do PDT já sinalizam publicamente que desejam subir no palanque de Lula, como são os casos dos pré-candidatos aos governos estaduais Miguel Corrêa (Minas Gerais), Rodrigo Neves (Rio de Janeiro), Weverton Rocha (Maranhão) e a própria governadora do Ceará, Izolda Cela.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, ainda resiste a uma conversa com Lula, mas é notório que essa resistência não será por muito tempo, a medida em que aumenta a pressão interna e a estagnação e/ou declínio de Ciro nas pesquisas. Vamos lembrar que na política, por muitas vezes, a sobrevivência de todos do partido é mais valiosa que a candidatura de um lobo solitário.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

23 de maio de 2022 às 17h21

O comentarista Belchior disse que com tal ato insano Ciro conseguiu furar a bolha e angariar o apoio do ilustre Danilo Gentili. Aff. Sério? O único outro candidato que se portaria de forma tão pueril seria o próprio Bolsonaro.

Quer coisa mais estapafúrdia e ultrapassada do que um homem branco, hétero, com mais de 60 anos, ficar dando carteirada, dizendo que o outro é jovem e não consegue compreender as coisas direito?

A única parte boa foi quando Ciro rendeu homenagem ao sociólogo Jessé Souza. Espero que os ciristas hidrófobos, do gabinete do ódio, aprendam com o mestre nesse quesito.

Se continuar assim, de vento em popa, Ciro vai conquistar também em breve o apoio de Roger, Lobão, Rodrigo Constantino e Serjo Morto. Pelamor!

Responder

Ricardo JC

23 de maio de 2022 às 09h01

Há meses venho comentando aqui (até dei uma parada, pois os comentários se encheram de quem não quer debater nada) que Ciro Gomes prefere que Bolsonaro ganhe a eleição a Lula. Suas ações só vem confirmar o que venho dizendo, já que o PDT, de modo geral, queria mesmo é surfar nos (pseudo) escombros do PT. Achavam que o PT havia acabado e tentaram faturar em coma disso. O PT não acabou (e nem vai acabar como força política) e nem o PDT conseguiu se consolidar à esquerda, talvez até mesmo por suas próprias contradições.

Responder

JOHN JAHNES

23 de maio de 2022 às 00h16

Pô Gabriel, o destino dele quando não é bem avaliado é sempre a Europa, talvez PARIS, talvez no apartamento que o FHC ganhou do bom e grande amigo do peito o tal fazendeiros que também doou uma fazenda para ele e para seu laranja o caixa dois dele, lembram, o Jovelino e que agora que ninguém mais se interessa pelo assunto ele não diz mais que não é dele, mas o Ciro, ah! o Ciro, ele continua achando que é o mais perfeito candidato a presidente do país e o único que resolveria todos problemas, mesmo se estivesse em Paris.

Responder

Patrice L

22 de maio de 2022 às 23h46

Dans n’importe quelle poubelle à Paris

Responder

Alexandre Neres

22 de maio de 2022 às 19h26

O que se viu em tal “debate” foi um espetáculo deprimente.

Acho que ficou claro pra todo mundo que Ciro Gomes não reúne condições pra ser presidente da República. Ele pode alegar em sua defesa que Bolsonero é o atual ocupante, mas estou falando em condições normais de temperatura e pressão.

Ciro Gomes é falto de inteligência emocional.

Palestrinha. Foi um péssimo anfitrião, não deixou seu convidado falar. Pedia desculpas, mas logo após o interrompia de novo. Não deixou o Gregorio desenvolver o raciocínio. Interrompeu o Gregorio 74 vezes. Atacou Lula 67.

Mostrando sua insegurança, mediu Duvivier pela sua régua, pois ele estava sendo orientado por seus assessores, enquanto o humorista foi sozinho e fez questão de defender sua equipe. Gregorio foi com a cara e a coragem.

Não teve peito pra assumir que chamou Gregorio de baixinho e maconheiro, o que ficou evidente.

Um político metido a sabe-tudo debateu com um humorista como se fosse político e perdeu..Ciro Gomes não passa de um mitômano.

Sem dúvida, o Professor Castañon estava auxiliando o candidato no Ciro Games. Será que João Santana também estava?

No plano político, o papel a que se presta Ciro Gomes é o de ser linha auxiliar da extrema-direita.

Parabéns, Gabriel, pelo excelente artigo!

Responder

Joao Carlos holanda

22 de maio de 2022 às 17h37

O destino é o ocaso. Uma mente sagaz e inquieta, mas que, descontrolada pela soberba, se afoga no mar da solidão para onde vão todos os arrogantes. Um narciso definhante transformado em flor à beira do rio Acaraú, em Sobral. “Rest in peace,” Ciro Gomes!

Responder

Belchior Medeiros

22 de maio de 2022 às 14h42

Eu vejo que Ciro conseguiu furar a bolha nos setores que são refratários a esquerda devido a corrupção que o PT praticou no governo. Foi o caso de Danilo Gentili que depois do debate declarou voto em Ciro. Agora esses jornalistas que trabalham para setores empresariais e bancos, esses blogs financiados por cutistas etc, não gostaram das posições de Ciro no debate, especialmente qdo Ciro fala a verdade sobre Lula. Mas, esses votos petistas não mudam. O objetivo de Ciro é convencer o eleitor antipetista e que não vota mais em Bolsonaro. Por isso, esse debate foi excelente prá Ciro.

Responder

ARY BOREL DE AGUIAR NETO

22 de maio de 2022 às 01h46

Comento desde 2018 que Ciro é quinta coluna!
Seu papel nessa eleição é evitar a vitória de Lula no primeiro turno.

Responder

Walfredo Ferreira da Silva

21 de maio de 2022 às 14h31

Foi tão constrangedor para Ciro Gomes que eu não ví todo o programa . Um político
debatendo (debatendo ? aquilo que Ciro Gomes fazia era debate ?) . O Duvivier
praticamente o engoliu . O que mais me irrita no Ciro Gomes , é essa coisa dele
se alto elogiar , todos são ruins , só ele ´que é máximo .

Responder

Manoel

21 de maio de 2022 às 11h06

Ciro está em alguma gaveta…..

Responder

Efrem Ventura

21 de maio de 2022 às 10h44

AS petralhetes ficam doidinhas quando alguem lembra a elas que Lula é um ladrao bananeiro que além de ter perdido os imoveis que ganhou como propina para passar a velhice puxou 2 anos de cadeia.

De fantoche da Odebrecht e dos Bancos a fantoche do STF….kkkkkkkkkkkkkk

Responder

Galinzé

21 de maio de 2022 às 10h30

Estes petistoides sao uma seita de transtornados, de tantos pentelhos do escroto do Larapio lavador de dinheiro na boca e nos olhos nao conseguem ver nada além da ponta do prorpio nariz.

A estrategia agora é tentar arranjar alguns votos para o Bastardo ja no primeiro turno entre os eleitores do Ciro Gomes.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina