Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Agência Brasil

Moraes decide incluir o PCO no inquérito das fake news

Por Redação

03 de junho de 2022 : 08h43

Nesta quinta-feira, 2, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, decidiu incluir o Partido da Causa Operária (PCO) no inquérito das fake news.

Vale lembrar que, recentemente, o partido comandado pela ultra-esquerdista Rui Costa Pimenta atacou o ministro referindo-se a ele como “monarca” e “skinhead de toga”. 

Já em uma outra publicação nas redes sociais, a executiva do partido disse que “é preciso adotar uma política concreta contra a ditadura do STF. Lutar pela dissolução total do tribunal e pela eleição dos juízes com mandato revogável”.

No despacho, o ministro também cita um post do PCO onde afirma que “em sanha por ditadura, skinhead de toga retalha o direito de expressão, e prepara um novo golpe nas eleições. A repressão aos direitos sempre se voltará contra os trabalhadores! Dissolução do STF”.

Devido a essas publicações violentas, Moraes determinou que a Polícia Federal intime Rui Costa Pimenta a prestar depoimento sobre as postagens em até cinco dias.

O ministro e relator do inquérito também ordenou que Facebook, Instagram, Telegram, Twitter, Youtube e TikTok suspendam os perfis do PCO.

Ainda no despacho, Moraes pediu a “preservação do conteúdo do histórico de conversas, de todo o conteúdo disponível na conta e/ou que tenha sido deletado”. Vale ressaltar que os autos do processo serão enviados ao corregedor-geral eleitoral, Mauro Cambell Marques.

“Efetivamente, o que se verifica é a existência de fortes indícios de que a infraestrutura partidária do PCO, partido político que recebe dinheiro público, tem sido indevida e reiteradamente utilizada com o objetivo de viabilizar e impulsionar a propagação das declarações criminosas, por meio dos perfis oficiais do próprio partido, divulgados em seu site na internet”, aponta Moraes.

O ministro do STF ainda sustenta que a “gravidade das publicações divulgadas” faz-se “necessária a adoção de providências aptas a cessar a prática criminosa, além de esclarecer os fatos investigados”.

Após ficar sabendo da decisão de Moraes, o próprio Rui Costa Pimenta voltou a usar as redes sociais para atacar a decisão.

 “Disseram que nós tínhamos que apoiar os desmandos do STF e em particular de Alexandre de Morais porque seria uma ‘luta contra o fascismo’. Assim, a própria esquerda deu autoridade para impor ao país uma ditadura. É preciso denunciar o regime de arbítrio que se instalou no País. Bolsonaro e o PSDB e seus aliados são duas faces da mesma moeda. Abaixo a ditadura! Liberdade de expressão e de organização”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Zulu

03 de junho de 2022 às 16h11

Moraes é um fascistiode que usa o seu poder para intimidar.

Mas obviamente todo mundo se cala diante disso, principalmente os que se autoproclamam defensores disso e daquelo mas não passam de fraldas sujas.

Responder

Bandoleiro

03 de junho de 2022 às 09h18

A vergonha é a submissao do Congresso diante as aberraçoes autoritarias deste animal.

Responder

Zulu

03 de junho de 2022 às 09h16

Cada dia mais cretino…resolveu trilhar o caminho do autoritarismo e agora nao tem retorno.

Os idiotas do PCO tem todo o direito de falar todas as asneiras que querem e o STF nao tem nada a ver com isso.

Esse palhaçada serve claramente para initmidar e nada mais, fascismo judiciario puro no silencio da imprensa.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina