Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Chico Buarque e mais de 150 artistas e intelectuais assinam por Dani Balbi na ALERJ

Por Redação

08 de julho de 2022 : 10h29

Chico Buarque, Camila Pitanga, Djamila Ribeiro, Gregório Duvivier, Leci Brandão e Teresa Cristina estão entre os mais de 150 artistas, intelectuais e lideranças da sociedade civil que lançaram nesta semana um Manifesto de apoio para a pré-candidatura de Dani Balbi para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ).

Doutora e mestre em Literatura pela UFRJ, Dani Balbi foi a primeira professora trans da universidade. Neste ano, Dani Balbi é pré-candidata a deputada estadual pelo PCdoB.

O documento diz que “Dani Balbi é a melhor feição daquilo que a consciência das múltiplas opressões gerou no Rio de Janeiro. Porta voz de um discurso amplo e agregador, economicamente inclusivo, politicamente democrático, socialmente justo e ambientalmente responsável, Dani Balbi é o símbolo de uma sociedade civil pulsante que clama por espaço na esfera pública”.

O Manifesto pede ainda apoio para Lula (PT) e para o pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo (PSB).

Veja abaixo o Manifesto na íntegra.

Caso queira assinar o Manifesto, clique aqui.

Manifesto por um futuro mais justo e democrático com a pré-candidatura de Dani Balbi para a ALERJ

No dia 02 de outubro de 2022 nós teremos que tomar uma decisão que talvez seja uma das mais importantes de nossas vidas. A escolha que estará em nossas mãos é mais ou menos a seguinte: permitiremos que a milícia que tomou de assalto o Rio de Janeiro e o Brasil permaneça por mais quatro anos no poder ou, por meio do nosso esforço, faremos tudo o que for possível para não apenas protegermos nossa democracia como irmos além na conquista de novos direitos? Nós, que assinamos esse Manifesto, definitivamente estamos entre os que optarão pela segunda decisão.

Jair Bolsonaro no governo federal e Claudio Castro no governo do Rio de Janeiro praticam a política de morte dos negros e pauperizados, aquilo que o filófoso africano Achille Mbembe definiu como a necropolítica. Com uma agenda economicamente neoliberal, politicamente autoritária, socialmente conservadora e ambientalmente irresponsável, esses governos atacaram cruelmente, nos últimos quatro anos, os avanços democráticos e sociais que conquistamos com muito suor nas últimas três décadas. Que país é esse em que, em nome dos lucros de poucos, empresas que sempre foram orgulho do povo brasileiro são vendidas, serviços públicos são sucateados, florestas são queimadas e religiões e etnias populares são perseguidas? Certamente não é o nosso Brasil e nem o nosso Rio de Janeiro. Mas esse pesadelo há de terminar.

“Faz escuro mas eu canto, porque a manhã vai chegar”, recitava Thiago de Mello em uma de suas mais belas poesias. O poeta tem razão. Sabemos que a noite é sempre mais escura pouco antes do amanhecer. Mas a luz já começa a apresentar seus sinais. Nós, aqui subscritos, dedicaremos nossos dias para as pré-candidaturas de Luiz Inácio Lula da Silva presidente da República e Marcelo Freixo para governador do Rio de Janeiro. Pois a luz da democracia e da redução das desigualdades passa pela futura eleição desses dois nomes.

Aprendemos, contudo, com João Cabral de Melo Neto, que um galo sozinho não tece uma manhã. A manhã precisa que um galo cante para outro, que cante para outro, que cante para outro…e assim, coletivamente, uma teia tênue se forma e se fortalece. Com a política não é diferente. Para construirmos o amanhã que sonhamos, precisamos de muitas vozes na política, nas Câmaras Municipais, nas Assembleias Legislativas e no Congresso Nacional.

Aqui no Rio de Janeiro, daremos nossa contribuição para a tecitura dessa rede democrática por meio da pré-candidatura da professora Dani Balbi para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Negra, transexual, filha de mãe solo é cria do Engenho da Rainha, no grande Complexo do Alemão no Rio de Janeiro, Dani sabe desde sempre o que significa o cruzamento de opressões contra os corpos das minorias invisibilizadas de nosso estado. Militante dos direitos humanos desde a sua adolescência no movimento secundarista, Dani foi a primeira professora transexual da UFRJ na história. Com mestrado, doutorado e pós-doutorado pela mesma UFRJ, Dani conhece o debate da educação e da ciência como ninguém. Roteirista e dramaturga, sabe que a cultura não aceita censura e nem mesmo dirigismos burocráticos impostos por quem quer que seja.

Dani Balbi é a melhor feição daquilo que a consciência das múltiplas opressões gerou no Rio de Janeiro. Porta voz de um discurso amplo e agregador, economicamente inclusivo, politicamente democrático, socialmente justo e ambientalmente responsável, Dani Balbi é o símbolo de uma sociedade civil pulsante que clama por espaço na esfera pública. É a representação que queremos ter na ALERJ em 2023 e essa é uma decisão da qual não abrimos mão. Pois estamos convictos de que, juntos, esse sonho de termos nosso Brasil e nosso Rio de volta será possível.

Assinam :

Alessandra Maia (Professora de Ciência Política da PUC-Rio)

Alexandre Rodrigues (Sociólogo FAETEC)

Alice Morena (Atriz, literata e performer)

André Lemos (Sindicato dos Sociólogos)

Andrey Lemos (Historiador, sanitarista, presidente nacional da UNALGBT)

Angelo Remedio (Advogado, Doutorando IESP UERJ)

Antônio Carlos Secchin  (Imortal da Academia Brasileira de Letras)

Barbara Proner (Vice-presidenta da UBM Rio de Janeiro)

Bianca Barbosa (Chef de cozinha)

Bianca Rihan (Professora do PPGMS UNIRIO)

Bruna Brelaz (Presidenta da UNE)

Camila Pitanga (Atriz)

Carlos Cordeiro (Analista do Instituto Internacional de Sustentabilidade, professor no mestrado profissional da PUC-Rio)

Carlos Eduardo Martins (Cientista Político IRID UFRJ)

Carlos Henrique de Carvalho (Advogado Trabalhista e Sindical)

Carol Proner (Jurista UFRJ)

Catharina Wrede (Jornalista e roteirista)

Chalini Torquato (Professora da ECO UFRJ)

Charlotth Back (Professora FND UFRJ)

Chico Buarque (Cantor e Compositor)

Clara Araújo (Socióloga UERJ)

Clara Sanchez (Economista e Mestre em Segurança Internacional e Defesa na Escola Superior de Guerra – ESG)

Cláudia Noronha (Jornalista)

Cristiano Henrique Ribeiro dos Santos (Professor da ECO UFRJ)

Dagmar de Melo e Silva (Professora do PGCTin da UFF)

Dalton Alves (Prof. Dr. da Pedagogia – UNIRIO)

Daniel Henrique da Mota (Professor UFF, Doutorando IESP UERJ)

Daniele Corpas (Professora de Ciência da Literatura da UFRJ)

Diogo dos Santos Silva (Professor de Filosofia da Educação da UERJ)

Djamila Ribeiro (Escritora)

Doralyce Gonzaga (Cantora)

Eleonora Ziller (Professora de Ciência da Literatura da UFRJ)

Elias Jabbour (Professor da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ)

Fernanda Carrera (Professora ECO UFRJ)

Flávia Calé (Presidenta da ANPG)

Flavia Ferreira dos Santos (Faculdade de Letras – UFRJ)

Flávio Alves Martins (Faculdade Nacional de Direito da UFRJ)

Francisco Proner (Fotógrafo)

Frederico Auad Filho (Cientista Social e graduando em Direito UFRJ)

Geisa Rodrigues (Professora IACS UFF)

Gisele Ricobom (Professora do Instituto de Relações Internacionais e Defesa da UFRJ)

Giulia Gouveia (Internacionalista, Mestranda PPGCS/UFRRJ)

Gregório Duviver (Ator)

Hélio de Mattos Alves (Faculdade de Farmácia UFRJ)

Hugo Silva (Vice-presidente UBES no RJ)

Igor Alves Pinto (Advogado, Secretário-Geral da APG UFRJ)

Inês Newlands (Advogada)

Ivana Bentes (Pró Reitora de Extensão da UFRJ e professora da ECO UFRJ)

Jade Beatriz (Presidenta da União Brasileira de Estudantes Secundaristas UBES)

Jandira Feghali (Deputada Federal PCdoB RJ)

Jaqueline Gomes de Jesus (Professora de Psicologia do IFRJ)

João Pedro Teixeira Werneck (Jornalista)

José Roberto Meyer (Instituto de Bioquímica Médica UFRJ)

Josué Medeiros (Professor do Departamento de Ciência Política da UFRJ)

Juliana Gomes (Presidenta da Federação dos Estudantes Saojoanenses)

Júlio Canello (Advogado e Cientista Político)

Kátia Barbosa (Chef de Cozinha)

Larissa Verdier (Jornalista, mestranda PPCIS-UERJ)

Laura Rodrigues (Administradora)

Leci Brandão (Cantora)

Lívia Miranda (Professora, Mestra em Educação e Dirigente no Sepe)

Luana Rodrigues (Musicista, poeta e professora)

Luciana Mitkiewcz (Cantora e atriz)

Luciana Pedroso (Cantora e atriz)

Luís C. Muniz (Pesquisador, FIOCRUZ)

Luisa Barbosa Pereira (Cientista Social, professora, pós-doutoranda na UNL-Portugal)

Luiz Eduardo Motta (Cientista Político, IFCS-UFRJ)

Luiza Soares (Mestranda Ciência Política IESP UERJ)

Luna Sassara (Cientista Política)

Manoel Rangel (Produtor e ex-presidente da Ancine)

Manuela d’Avila (Vice-presidente do PCdoB)

Manuela Zappa (Chefe de Cozinha)

Marcelo Fernandes (Professor Economia UFRRJ)

Márcia Rosa (Cirurgiã plástica, Academia de Medicina do Rio de Janeiro)

Márcio Ayer (Presidente Sindicato dos Comerciários)

Maria Lúcia Teixeira Werneck Vianna (Professora Aposentada da UFRJ)

Maria Rita Nepomuceno (Diretora, roteirista e produtora de cinema)

Mariana Patrício Fernandes (Professora Ciência da Literatura – UFRJ)

Marta Skinner (Economista e professora UERJ)

Mary Garcia Castro (Pesquisadora visitante sênior UERJ; professora aposentada UFBA)

Matheus Modesto (Vice-presidente da UEE-RJ)

Mauro Cordeiro (Antropólogo, Professor Substituto UFPI, Doutorando UFRJ)

Máximo Masson (Faculdade de Educação UFRJ)

Mayra Goulart (Professora do Departamento de Ciência Política da UFRJ)

Miguel do Rosário (Jornalista O Cafezinho)

Natália Martins (Médica Psiquiatra)

Nina Ferreira Marques (Produtora Audiovisual)

Pablo Capilé (Mídia Ninja)

Patricia Bandeira (Professora do CAP UFRJ)

Patrícia Iorio (Professora Comunicação UERJ)

Patrícia de Araújo Costa (doutoranda em filosofia pela UERJ)

Paulo Cezar Maia (Professor NIDES CT UFRJ)

Paulo Gracino (Sociólogo IUPERJ)

Paulo Roberto Peres (Escola de Educação física da UFRJ)

Paulo Sergio Farias (Presidente da CTB RJ)

Pedro Aguiar (Professor de jornalismo da UFF)

Pedro Fernandes (Doutorando IESP-UERJ)

Pedro Sol (Diretor, roteirista e produtor de cinema)

Priscila Matsunaga (Professora de Ciência da Literatura UFRJ)

Priscila Messias (Professora e presidenta da UBM Resende)

Priscila Pio (Cantora e atriz)

Rafaela Elisiario (Professora, Mestranda PPGMS / Unirio)

Raísa Vieira (Pesquisadora Instituto Internacional para Sustentabilidade – IIS)

Regina Zappa (Jornalista do 247)

Rejane Almeida (Deputada Estadual PCdoB-RJ)

Roberto Nunes Jr. (Professor de filosofia – ETESC/FAETEC)

Rodrigo Ribeiro (Sociólogo, Doutorando PPGS UFF)

Sabrina Lopes (Professora de Linguística da UFRRJ)

Silvia Buarque (Atriz)

Suzy Santos (ECO UFRJ)

Taísa Sanches (Professora colaboradora IPPUR-UFRJ e pesquisadora do Observatório das Metrópoles – RJ)

Tatiana Roque (Diretora do Forum de Ciência e Cultura da UFRJ)

Tayná Paolino (Doutorando PPGCS UFRRJ)

Teresa Cristina (Cantora)

Theófilo Rodrigues (Cientista Político, Pós-Doutorado PPCIS UERJ)

Thiago Esteves (Sociólogo, CEFET-RJ)

Tiago Nery (Cientista politico)

Ulisses Ferreira (Professor UFF)

Vânia Bretas (Professora e presidenta da UBM-RJ)

Vinicius Esperança (Antropológo, psicanalista, Pós-doutorado UFRRJ)

Vinicius Lima Loreto (Antropólogo, Mestre UFRJ, dirigente do SEPE)

Wilson Ramos Filho (Advogado e membro do Instituto DECLATRA)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Saulo Nunes

08 de julho de 2022 às 10h41

Entao eu deveria votar para essa moça por ela ser trans e ser apadrinhada de Chico Buarque…?

Responder

Querlon

08 de julho de 2022 às 10h38

“Chico Baruque”, o cachorrinho de Lula…kkkkkkk

Responder

Zulu

08 de julho de 2022 às 10h35

Dani Balbi nao é nada para quem elegeu Cabral e Pezao…esse chico Buarque é um cretino a enesima potencia.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina