Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Genial/Quaest mostra empate entre Castro e Freixo no 1° turno; Governador vence na disputa final

Por Gabriel Barbosa

14 de julho de 2022 : 08h47

Nesta quinta-feira, 14, a Genial/Quaest divulgou sua pesquisa presencial de intenções de voto para o governo do Rio de Janeiro. Nela, há um empate no 1° turno entre o governador Cláudio Castro (PL) e o pré-candidato Marcelo Freixo (PSB).

Segundo o levantamento, o titular do Palácio Guanabara aparece numericamente a frente com 24% das intenções de voto contra 22% de Freixo.

O ex-governador Anthony Garotinho (União Brasil) e o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), estão empatados com 6%, cada. Também há empate entre Castro e Freixo nos outros cenários.

No voto por região, o governador Castro lidera com folga no interior e na baixada fluminense (24% x 15%) e (24% x 17%). Já Freixo aparece em destaque entre os eleitores da capital (31% x 23%).

Mas um dado relevante detectado pela Genial/Quaest é que Cláudio Castro consegue transferir uma fração considerável do seu voto para o ex-presidente Lula (13%). Por outro lado, o próprio Freixo compartilha 8% dos seus votos para Jair Bolsonaro.

Mas são os eleitores do ex-ministro Ciro Gomes que fazem a diferença, pois é nessa fatia do eleitorado que Freixo leva vantagem e empata a disputa com Castro no 1° turno.

Na rejeição, o ex-governador Garotinho é o campeão com 70% de menção negativa ao seu nome na disputa pelo governo estadual. Na segunda colocação, Freixo tem rejeição de 41%.

Vale ressaltar que o socialista é conhecido por 69% dos eleitores fluminenses. Castro, desconhecido por 42%, tem rejeição de 27%. Por isso que nesta conjuntura, o liberal leva uma vantagem considerável.

“Quem parecia ser importante para mudar o jogo, o ex-presidente Lula, perdeu força como apoiador no RJ. Primeiro, porque o cenário não muda significativamente quando os apoios de Lula e Bolsonaro, por exemplo, são apresentados. O quadro continua empatado e polarizado”, aponta o CEO da Quaest, Felipe Nunes.

O segundo ponto é que há uma divisão do eleitorado fluminense em três grupos quando o levantamento aborda a preferência sobre quem deveria vencer o pleito para governador.

Cerca de 36% querem um governador independente, outros 32% um aliado de Lula e 28% um aliado de Bolsonaro. De fato, o eleitorado do estado do Rio de Janeiro se encontra rachado em três partes.

Por fim, nos cenários de 2° turno, Castro vence Freixo por 36% x 31%. Contra Neves, o governador também leva a melhor (37% x 21%). Na disputa final com Garotinho, Castro também sai vitorioso (44% x 19%). Já Freixo venceria o próprio Rodrigo Neves (31% x 24%) e Garotinho (38% x 21%).

A Genial/Quaest foi realizada entre os dias 8 e 11 de julho com 1.200 entrevistas presenciais em 46 municípios do Rio de Janeiro. A margem de erro é de 2,8 e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob os números BR-04560/22 e RJ-05160/22.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Galinzé

14 de julho de 2022 às 10h20

O que Freixo tem a ver com a politica ?

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina