Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Reprodução

Ciro classifica agressão a Vera Magalhães de “multipla ação terrorista”

Por Redação

14 de setembro de 2022 : 10h40

O ex-ministro e candidato do PDT a presidência, Ciro Gomes, se manifestou sobre a agressão do deputado estadual bolsonarista Douglas Garcia (Republicanos-SP) contra a jornalista Vera Magalhães após o debate na TV Cultura.

Segundo Ciro, a “escalada de ataques de bolsonaristas à jornalista Vera Magalhães já chegou ao ponto máximo, e tem que ser visto como uma múltipla ação terrorista que afronta não apenas uma mulher e jornalista independente, mas toda uma sociedade democrática”.

O pedetista prosseguiu dizendo que “os cães raivosos, como Douglas Garcia, não agiriam com tanta desenvoltura se não tivessem, de um lado, o estímulo e o apoio de Bolsonaro, líder da facção, e do outro, a passividade das autoridades. A mesa do Legislativo paulista também não pode ficar em silêncio”.

Com um celular na mão, o parlamentar foi até a cadeira onde Vera Magalhães estava sentada e começou a agredir, a ofender e intimidar a jornalista. Ele disse que Vera é “uma vergonha para o jornalismo” e o acusou de ser “paga para falar mal de Bolsonaro”. 

Vera foi pra cima do bolsonarista e pediu a ajuda de seguranças até que o próprio diretor de jornalismo da TV Cultura, Leão Serva, um dos mediadores do debate, veio por trás do bolsonarista e arrancou o celular, atirando o aparelho para longe.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário