Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Divulgação/TSE

Moraes determina investigação contra deputado bolsonarista que agrediu Vera Magalhães

Por Redação

15 de setembro de 2022 : 09h49

Nesta quarta-feira, 14, o ministro e presidente do TSE, Alexandre de Moraes, determinou uma investigação contra o deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos-SP) que agrediu a jornalista Vera Magalhães, após o debate entre os candidatos a governador na TV Cultura.

No despacho, Moraes diz que “considerada a gravidade do ocorrido, determino o encaminhamento do referido link da matéria ao Excelentíssimo Senhor Vice-Procurador-Geral Eleitoral para que possa dar o devido encaminhamento ao Procurador Regional Eleitoral de São Paulo, com o objetivo de ser analisada eventuais providências que entender necessárias”.

Por sua vez, a jornalista usou as redes sociais para agradecer as pessoas que a defenderam durante o ataque, em especial ao jornalista e editor da TV Cultura, Leão Serva, que tirou o celular das mãos de Garcia e arremessou.

“Leão não saiu só em defesa da minha integridade física e profissional, mas em defesa do exercício do jornalismo, um ofício que muitos usurpadores tentam mimetizar e estigmatizar, mas que poucos têm a coragem e a estatura para exercer. Leão honra o nome, e a todos nós”, escreveu.

Ela também aproveitou para agradecer ao colega jornalista Reinaldo Azevedo, que ela se referiu como “professor” e “mestre”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário