Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Imagem: Allan Santos/PR

Minuta golpista de Bolsonaro e Torres incluía intervenção no TSE e comissão liderada pelo Ministério da Defesa

Por Redação

13 de janeiro de 2023 : 08h57

A minuta apreendida pela Polícia Federal na residência do ex-ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, Anderson Torres, revela que o golpe planejado incluía uma intervenção no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para alterar os resultados das urnas, previa a quebra de sigilo dos magistrados da Corte e a formação de uma comissão chefiada pelo Ministério da Defesa. A informação é do O Globo.

O esboço do decreto também previa o estado de defesa no TSE, que na prática concederia os poderes a Bolsonaro para fazer uma intervenção da Corte eleitoral. O texto tinha o objetivo de “garantir a preservação ou o pronto restabelecimento da lisura e correção do processo eleitoral presidencial do ano de 2022, no que pertine à sua conformidade e legalidade, as quais, uma vez descumpridas ou não observadas, representam grave ameaça à ordem pública e a paz social”.

Ainda segundo a minuta, a intervenção no TSE teria uma duração de 30 dias e poderia ser prorrogado uma única vez, por igual período. Na intervenção, ficaria suspenso o “sigilo de correspondência e de comunicação telemática e telefônica dos membros do Tribunal do Superior Eleitoral, durante o período que compreende o processo eleitoral até a diplomação do presidente e vice-presidente eleitos, ocorrida no dia 12.12.2022”. 

“Durante o Estado de Defesa, o acesso às dependências do Tribunal Superior Eleitoral será regulamentado por ato do Presidente da Comissão de Regularidade Eleitoral, assim como a convocação de servidores públicos e colaboradores que possam contribuir com conhecimento técnico”, descrevia o documento, que também estabelecia que “entende-se como sede do Tribunal Superior Eleitoral todas as dependências onde houve tramitação de documentos, petições e decisões acerca do processo eleitoral presidencial de 2022, bem como o tratamento de dados telemáticos específicos de registro, contabilização e apuração dos votos coletados por urnas eletrônicas em todas as zonas e seções disponibilizadas em território nacional e no exterior”, diz outro trecho da minuta.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

O golpista inveterado

15 de janeiro de 2023 às 03h32

fux sentou no processo do bozo ‘estuprável’. se tivesse julgado, estaria inelegível em 2018. já o lavajatista barroso brigou com tudo e com todos para que paínho não pudesse ser candidato. e depois da vazajato, teve que engulir pois stf considerou lula inocente ao ‘descobrir’ que havia um juiz ‘ladrão’ em curitiba. hoje deve estar arrependido até o pentelho da medula.

‘todo mundo viu as coisas abominaveis que sairam do STF e TSE nos ultimos tempos.’

eu vi, deu merda e o brasil virou um caos.

agora stf e tse se redimiram (redenção?) e paínho ganhou do bozismo, mesmo com o roubo de 800 bilhões de déficit para calar a boca de congressistas e pobres. mas paínho é phoda.

Responder

carlos

13 de janeiro de 2023 às 11h51

Esse malandro, tem que ser preso nos EUA por que lá vai apodrecer, na cadeia lá tipo assim se for condenar por 40 anos ele vai ter que tirar, enfim prisão perpétua.

Responder

Sergio Furtado Cabreira

13 de janeiro de 2023 às 11h39

XOLA MAIS FASCISTÓIDE GOLPISTA CANALHA!

Responder

Uganga

13 de janeiro de 2023 às 09h45

Art. 139 da Constituiçào prevé isso com votaçào do Congresso.

Bolsonaro tinha achance de meder um pé na bunda dos suinos que infestam o STF no dia 7 de setembro 2021, perdeu a chance e ja era.

Todo mundo viu as coisas abominaveis que sairam do STF e TSE nos ultimos tempos.

Responder

Deixe um comentário