Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

PGR se manifesta em favor de Genoíno

Por Miguel do Rosário

02 de dezembro de 2013 : 18h06

Espera-se que, depois de 90 dias, quando for feita a reavaliação, os médicos tenham o bom senso de entender que Genoíno melhora porque bem tratado em casa, com alimentação especial e tratado pela família. Voltando para a prisão, ele fatalmente irá piorar.

Quanto aos coxinhas psicóticos, francamente, não tenho mais paciência para eles. Que seu ódio, maldade e sadismo se voltem contra eles mesmos!

PGR manifesta-se a favor de prisão domiciliar a José Genoíno

Segundo parecer, condenado será reavaliado em 90 dias para justificar aplicação excepcional de prisão

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, manifestou-se pelo deferimento do pedido de prisão domiciliar a José Genoíno. O parecer foi encaminhado nesta segunda-feira, 2 de dezembro, ao Supremo Tribunal Federal (STF), e opina no sentido de que o condenado permaneça em prisão domiciliar por 90 dias, para, então, ser reavaliado. O PGR deu ênfase à necessidade de serem observadas as condições anteriormente fixadas pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal.

Segundo o parecer, enquanto persistir a ausência de condições adequadas para o cumprimento da pena no regime semiaberto, incluindo-se a assistência médica e a atenção às restrições nutricionais, José Genoíno deverá ficar em prisão domiciliar. O fato de o condenado não ter sido considerado portador de cardiopatia grave, por si só, de acordo com o PGR, não afasta a aplicação excepcional da prisão domiciliar.

“Diante das provas contidas nos autos, conclui-se que o requerente apresenta delicada condição de saúde e que corre risco se continuar a cumprir a pena no presídio, onde as condições para atendimento de problemas cardiológicos são extremamente limitadas ou até inexistentes, no caso de ocorrências em período noturno ou nos finais de semana”, afirmou Rodrigo Janot.

O parecer ressaltou manifestação da Gerência de Saúde do Sistema Prisional, na qual é relatada a impossibilidade de garantir os cuidados médicos necessários para que não haja complicações no processo de recuperação de José Genoíno.

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria Geral da República

foto30pol-101-janot-a9_0_27_755_494

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcilio Landim Meireles

02 de dezembro de 2013 às 22h40

O bandido do Genoíno está se livrando graças aos conchavos do partido. Cadê que presos comuns tem este privilégio!!!!

Responder

Teresa Andrade

02 de dezembro de 2013 às 22h10

:) :) :)

Responder

Ivan da Costa

02 de dezembro de 2013 às 22h07

Enfim alguém com lucidez suficiente, para evitar algo muito maior, que advém dessa prisão.

Responder

Ermindo Castro

02 de dezembro de 2013 às 20h46

este ministro é ferra!!o Barbosa não vai querer nada com ele !!

Responder

Francisco Carlos

02 de dezembro de 2013 às 20h12

Quer ver que o Barbosão já vai querer destituí-lo?????

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?