Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Traumann

Escândalo Pasadena é primeiro fracasso da nova gestão da SECOM

Por Miguel do Rosário

20 de março de 2014 : 09h31

É chato criticar a Secom porque as intrigas são altas.

Logo me acusarão de fazê-lo por alguma razão menor: porque, por exemplo, a Secom não mandou anunciar nos blogs. Mas isso não seria verdade. Ao contrário, as perspectivas da nova gestão da Secom mudar a política de publicidade oficial, reduzindo as verbas para a grande mídia e aumentando para os pequenos, continuam positivas. Eu não deveria estar criticando a Secom neste momento.

Entretanto, tenho de fazê-lo, em nome da minha consciência.

O novo ministro-chefe da Secretária de Comunicação da Presidência da República, Thomas Traumann, começou mal.

A saída encontrada por Dilma Rousseff para lidar com recente reportagem do Estadão, segundo a qual a presidente (então ministra de minas e energia e presidente do conselho da petrobrás) assinou documento que chancelava a compra, pela Petrobrás, da refinaria de Pasadena, foi a pior possível.

Um desastre completo.

A culpa maior é da própria Dilma, que indicou Traumann, ex-porta voz da presidente, para chefiar Secom. Como porta-voz, Traumann deve estar acostumado a apenas obedecer Dilma, e não, como devia, impor uma opinião própria, independente, crítica. Com isso, ele não ajuda em nada.

Além disso, deve ter contribuído para o erro essa visão submissa à mídia, que deixa a cúpula do governo inquieta com qualquer notícia de jornal. Ao invés de rebater com serenidade e inteligência, o faz de forma atabalhoada, nervosamente.

Ao culpar um relatório falho, ela criou um fato novo e jogou fogo num escândalo que tinha tudo para esfriar em alguns dias, visto que é uma notícia velha. Lançando a culpa em terceiros, passa uma rasteira na Petrobrás e transmite a imagem de que a presidente está fugindo de suas responsabilidades.

A compra de Pasadena foi equivocada, à luz do que aconteceu depois, mas poderia também ter sido um sucesso. A mudança nas variáveis, como a descoberta do pré-sal no Brasil, um ano depois, e a crise financeira mundial em 2008, produziram uma inversão do cenário.

Se aceitarmos culpar Dilma pelo fiasco de Pasadena, é justo então que ela mereça o crédito pelo sucesso da empresa nos anos seguintes, com as descobertas sucessivas de novas reservas de petróleo e a aprovação de uma lei própria para assegurar a nossa soberania sobre o petróleo descoberto. A própria Dilma, se quiser levar crédito pelos trunfos da Petrobrás, terá também que aceitar o ônus de seus erros.

A obrigação da presidência da república é defender a Petrobrás, não atacá-la! A mídia está distorcendo as informações sobre a refinaria. Uma das falácias é falar que a Astra Oil comprou-a por US$ 42,5 milhões em 2005, sem contextualizar como se chegou a esse preço. Incluía estoques, dívidas, impostos atrasados?

O preço pago pela Petrobrás em 2006 era um preço competitivo de mercado, até mesmo abaixo da média, conforme demonstrou cabalmente Sergio Gabrielli em sua audiência pública no Senado.

Em última instância, caberia à presidente, num gesto de nobreza, assumir a responsabilidade pelo erro, explicando à sociedade porque ele foi cometido. A população perdoa quando entende que não foram erros cometidos por má fé ou incompetência, mas porque houve mudança brusca nos cenários, e o mercado de petróleo sempre envolve algum risco.

Quando será que os governos do PT entenderão que uma política de comunicação é a mãe de todas as batalhas, e não pode ser improvisada?

Traumann

Traumann

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Igor

08 de janeiro de 2015 às 22h59

Otimo Texto. Irei indicar aos meus conhecidos.

Responder

EDVALDO

27 de dezembro de 2014 às 16h26

Qualquer partidarista que não identifica os ladrões do seu partido, e só quer fuzilar os ladrões do pt, com certeza é tão ladrão quanto os do seu partido, e se por um milagre, algum dizia chegar a qualquer cargo político será ladrão também.

Responder

Abrão Bober

08 de dezembro de 2014 às 05h23

….e o Zé Mané,que roubou uma galinha do vizinho,para passar o Natal com a familia,cumprirá sua pena de 20 anos sem direito a revisão.Em Cuba,todo o PT estaria morto no PAREDON.No Brasil,haja PAREDON.Seria do tamanho do Muro de Berlim !!!!

Responder

    Miguel do Rosário

    08 de dezembro de 2014 às 11h19

    Que comentário esquizofrênico. Ladrão de galinha? Cuba?

    Responder

karla

19 de outubro de 2014 às 11h20

Saiu assim no Terramagazine: “Resumo: a empresa brasileira que, achava, levaria a maior vantagem em cima da belga, acabou comprando, em duas etapas, a refinaria inteira por US$ 486 milhões, pagando mais uns US$ 368 milhões por custos judiciais, multas, tributos etc., e mais US$ 320 milhões pelos estoques.” Ou seja, a corja que estava lá dentro quis levar vantagem sobre todos, brasileiros e estrangeiros, acabaram se dando muito mal!

Responder

LUIZ TADEU

10 de agosto de 2014 às 08h55

TODO ESTE COMENTÁRIO CONTRA A PRESIDENTE. É UMA PROVA DE UM MONTE DE RECALCADO, POR ELA SER MULHER.DÁ PARA PERCEBER, QUE A MAIORIA DOS RECALCADOS, É TUDO HOMEM MACHISTA, DE UMA CULTURA SUBDESENVOLVIDA, QUE NÃO ESTÃO NEM PARA O PAÍS. ANTES DE CRITICAREM, PORQUE NÃO FALAM QUAL É A MELHOR SOLUÇÃO. SE ESTÁ TÃO RUIM ASSIM. ME EXPLIQUEM. PORQUE OS PAÍSES ESTRANGEIROS INVESTIRAM, E CONTINUAM INVESTINDO BILHÕES DE DÓLARES NO BRASIL. VOCÊ MESMO. VÊ SE SUA VIDA E DE SEUS AMIGOS, TIVERAM MELHORIAS, PRINCIPALMENTE AS CLASSES “C” E “D”. A MAIORIA DO POVO BRASILEIRO PODE SER IGNORANTE, DE POUCA INSTRUÇÃO. MAS NÃO SÃO BURROS. “DILMA CONTINUE ASSIM”

Responder

    Cabral

    14 de outubro de 2014 às 14h50

    Lavagem cerebral só pode ser isso.

    Responder

      RONALDO TROYSI JR

      17 de março de 2015 às 16h56

      Se você ficar calado, estará prestando um grande serviço à amada Pátria Brasil!

      Responder

    Abrão Bober

    08 de dezembro de 2014 às 05h29

    Sr. Luiz,não é uma questão de genero,é questão policial de numero e grau!!!

    Responder

Ana Maria Molinari

13 de junho de 2014 às 16h47

Então por que perdi tanto dinheiro em ações da Petrobras durante os 3 ultimos anos até retirar tudo e desistir desta empresa deficitária e péssima em se investir.Roubaram muito?

Responder

jonga

24 de maio de 2014 às 16h58

Cafezinho,se um prefeitozinho de uma cidade de merda errar,o MP vai em cima.Ele é condenado a pagar do proprio bolso os erros da administração que deram prejuizo aos cofres publicos.
E eu pergunto:No caso de Pesadena,quem vai pagar ?
É bom lembrar que foi sacado da conta da empresa 10 milhões de dolares,praticamente ao portador.
Como isto pode acontecer na petrobras?Como uma quantia destas sem comprovante? Quem sacou?Quem assinou o cheque sem comprovante de despesa?Fora isto tem dezenas de outros casos.O advogado contrato,
as empreteiras contratas para reparos tecnicos e outras coisas.
Vc erra quando diz que dilma teve sucesso pra frente.Não teve.A petrobras tem debitos nominais na casa do 280 bi de dolares.
Como pagar isto?Respondo.Com sacrificios dos brasileiros.Aposentados e trabalhadores.

Responder

    Miguel do Rosário

    24 de maio de 2014 às 20h09

    Foi sacado de uma conta da petrobras para outra conta da petrobras.

    Responder

    Miguel do Rosário

    24 de maio de 2014 às 20h10

    Petrobras é sucesso absoluto.

    Responder

O Cafezinho

21 de março de 2014 às 23h14

Não, Thiago Luz, houve um bom trabalho da Polícia Federal. Mas até o momento não há nada que ligue esse cara a Pasadena. E sobretudo não tem nada a ver com minha crítica à comunicação do governo.

Responder

Fabio

21 de março de 2014 às 17h17

Não entendo porque a Dilma não coloca o Franklin novamente e apenas esses tucanos dentro do governo.

Responder

Sueli Maria Pereira Halfen

21 de março de 2014 às 15h36

a Lenha deu na Abril… caldo de galinha é bom.

Responder

Sueli Maria Pereira Halfen

21 de março de 2014 às 15h34

o esquema aí é grandão…até aonde a vista alcança!

Responder

Thiago Luz

20 de março de 2014 às 20h11

houve falha da secom, rosário?

Responder

Thiago Luz

20 de março de 2014 às 20h11

http://abr.ai/1fKmkC3

Responder

Thiago Luz

20 de março de 2014 às 20h07

desconfio que não tenha sido convincente, e que a dilma fez bobagem.

Responder

Gilson

20 de março de 2014 às 15h23

A clareza do seu texto, acalma a tempestade que estão querendo transformar este fato, é preciso replica-la.

Responder

Miguel do Rosário

20 de março de 2014 às 14h58

Ora, por isso mesmo!

Responder

Roberto

20 de março de 2014 às 14h55

Concordo plenamente com os comentários em relação à criação de uma desculpa para tentar esquivar-se de um suposto erro na compra da refinaria pela Petrobrás. Criou-se um fato novo e eventualmente inexistente, envolveu-se outras pessoas e tudo isso p´ra tentar justificar algo que seria esquecido em poucos dias.
Mas, discordo frontalmente quanto ao mencionado no final, de “assumir a responsabilidade”. Ora, naquele momento não foi erro algum a compra da refinaria, ao contrário, foi um excelente negócio! Quem conhece os detalhes da operação, como muito nem explicado pelo Gabrielli, sabe disso.

Responder

O Cafezinho

20 de março de 2014 às 17h34

thiago, não é isso. Tô dizendo que o Gabrielli já tinha explicado o problema em detalhes.

Responder

Carlos Ribeiro

20 de março de 2014 às 14h28

Será que não foi uma armadilha? O PIG esta eufórico sobre a pesquisa a ser divulgada hoje segundo a qual, teria caído a diferença entre Dilma e os demais. E pela euforia não é pouca coisa.

Responder

Paulo Ribeiro

20 de março de 2014 às 13h09

Este Thomas Trauma não tem nenhum vínculo com o passado histórico de luta do PT. É um sujeito oriundo do PIG e sequer deveria ocupar este posto. Assim com Barbosa, mais um equívoco do presidente Lula ao indica-lo para a presidenta Dilma.

Responder

Thiago Luz

20 de março de 2014 às 15h20

o caso é sempre esse, transformar um caso escabroso desses,de má gestão, aparelhamento político, corrupção evidente, pq incompetência, mesmo a petista, tem limites, em um simples caso de falha de comunicação. se o secretário fosse competente e não a deixasse a madame fazer a lambança, tudo bem., foda-se o pais, foda-se a petrobrás, e sigamos para mais um mandato.

Responder

Maria José Faria Corrêa

20 de março de 2014 às 13h00

Concordo plenamente com sua crítica. Ao invés de rebater de forma incisiva e colocar um ponto final, botaram mais lenha na fogueira.

Responder

Mosteiro da Paz

20 de março de 2014 às 12h52

Em última instância, caberia à presidente, num gesto de nobreza, assumir a responsabilidade pelo erro, explicando à sociedade porque ele foi cometido…PARABÉNS PELO TEXTO…

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?