Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Rubem Paiva, presente!

Por Miguel do Rosário

21 de março de 2014 : 12h12

Ouça Rubem Paiva e entenda porque a covardia odeia a coragem

Por Fernando Brito, no Tijolaço.

rubem

 

Por que Rubem Paiva, um deputado federal cassado, foi sequestrado, torturado, assassinado e seu corpo lançado em algum lugar desconhecido, provavelmente ao mar, como se admite agora?

A ditadura e seus viúvos sempre procuram “justificar” sua brutalidade e seus assassinatos dizendo que, do outro lado, estavam guerrilheiros armados, mas esta “desculpa” cínica não servia para Rubem, que jamais praticara nenhuma ação violenta.

Mas não por medo ou covardia.

Porque Rubem Paiva era um valente.

Tão valente que morreu por ter voltado do exílio, que não suportou.

Morreu pelas mãos de covardes, acobertados por um regime que os açulou como hienas contra homens e mulheres indefesos, dominados, encarcerados e lhes encheu do prazer doentio de maltratarem e exterminarem seres humanos.

Não numa guerra, mas numa vendetta.

Havia anos Paiva estava marcado.

Por sua fidelidade ao povo trabalhador, à legalidade democrática, ao Brasil.

Na madrugada de 1° de abril, com o golpe em curso, Paiva foi aos microfones da Rádio Nacional praticar este amor, como você pode ouvir no precioso áudio recuperado pela EBC, como parte da memória dos 50 anos da ditadura que escureceu tantas vidas.

Um amor perigoso, que anos mais tarde lhe tomaria a vida.

Mas que ele jamais renegou.

rubem

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Harry Correa Filho

22 de março de 2014 às 03h47

Não se pode anistiar militares que fizeram isso.

Responder

Jose Carlos Freitas

21 de março de 2014 às 15h24

fds

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?