Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

El País: prisão de Dirceu foi agendada para volta do recesso parlamentar

Por Miguel do Rosário

04 de agosto de 2015 : 14h29

A versão brasileira do El País trouxe um pouco de oxigênio a uma cobertura jornalística asfixiante da nossa imprensa.

Primeiro porque a agenda é toda homogênea. Se a pauta é uma coisa, todos os jornalões só falam disso. E unicamente disso.

Parece que nada mais acontece no Brasil. A mídia consegue fazer convergir todas as atenções para um único assunto. É o seu poder – absurdo, antidemocrático, nocivo – de hegemonia.

Na matéria abaixo do El País, vê-se uma abordagem um pouco menos envenenada pelo espírito golpista e conspirador, que caracteriza praticamente todo material publicado nas seções políticas da nossa imprensa.

O El País só não escapa completamente do veneno porque o conteúdo golpista e conspirador não está apenas na imprensa, mas na própria Lava Jato e nos procuradores fanáticos.

Além disso, não podemos confiar demais num jornal assumidamente conservador, como o El País.

Entretanto, uma informação presente na reportagem me chamou a atenção.

A prisão do Dirceu foi agendada com uma função especial: marcar a volta do recesso parlamentar neste mês de agosto, tirando o foco de Eduardo Cunha e fragilizando ainda mais o governo.

Ou seja, foi uma jogada pensada de um plano maior: derrubar o governo ou então sangrá-lo até deixá-lo em estado vegetativo, quase em coma.

A Lava Jato tem operado de maneira acintosamente política. Todos os seus atos parecem integrar uma estratégia cuidadosamente elaborada.

Por falar em estratégia, alguém tem notícia do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante?

Alguém o viu dando entrevistas por aí, tentando esclarecer a opinião pública e ajudando o nosso campo a evitar um golpe ainda este mês?

Alguém o viu tentando criar uma agenda política positiva?

***

No El País.

Prisão de Dirceu alimenta ofensiva contra PT e complica mês de Dilma

Embora esperada, detenção de ex-ministro é novo constrangimento para Lula e o PT

Dirceu liderou esquema na Petrobras e enriqueceu mesmo preso, diz MPF

MARINA NOVAES / AFONSO BENITES São Paulo / Brasília 3 AGO 2015 – 22:10 BRT

A prisão do ex-ministro chefe da Casa Civil José Dirceu (PT) sob a acusação de liderar o esquema de corrupção na Petrobras não foi uma surpresa. Seu nome ronda a Operação Lava Jato desde o início das investigações e seu advogado de defesa, Roberto Podval, esperava que ele fosse preso desde abril. Mas a detenção do homem-forte do Governo Lula na volta do recesso parlamentar provoca um fato político que esquenta a ofensiva da oposição para fazer o PT sangrar durante um mês que já prometia ser nebuloso.

Na superfície, o acontecimento não causa consequências práticas ao Planalto: Dirceu já não integra o Governo há uma década, e nem a presidenta Dilma Rousseff nem o ex-presidente Lula estão oficialmente na mira do juiz Sérgio Moro. Mas na política, muitas vezes, a prática é o de menos. O ex-ministro é um dos nomes mais emblemáticos do PT e seu envolvimento em mais um escândalo (já fora condenado e preso pelo mensalão) é a munição que a oposição – e, em especial, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB) – esperavam para retomar as articulações pela abertura de um processo pelo impeachment presidencial e para inflar parte da sociedade civil que, descontente com o Governo, pretende ir às ruas novamente no dia 16, com o apoio do PSDB.

“A prisão de José Dirceu é a faísca. Quem de fato é o alvo agora? Para o Eduardo Cunha e para a ala aecista [ligada ao senador Aécio Neves] do PSDB, o alvo é a Dilma. Para a maior parte da oposição, o alvo é o Lula, que é um nome forte para 2018 e que só agora começa a desmanchar. [A prisão de Dirceu] É um fato político que marca o início de uma ofensiva mais forte sobre o Lula”, avalia o sociólogo e cientista político Rudá Ricci.

O desdobramento disso, porém, também depende de mais um capítulo da Lava Jato: há a expectativa em Brasília de que Cunha seja denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nas próximas semanas e, se isso realmente acontecer, seria uma nova reviravolta no cenário, com o enfraquecimento do peemedebista.

Outra infeliz coincidência para o partido governista é a prisão coincidir com a semana em que estreia seu programa institucional em rádio e TV, o que acaba por ofuscar os esforços do partido em recuperar sua imagem e mobilizar sua militância em torno da defesa do Governo Dilma. As acusações do juiz Sergio Moro, da Lava Jato, não só usam adjetivos fortes contra Dirceu como ligam o escândalo atual ao Governo Lula e ao mensalão, a maior crise do partido até então.

Em nota, o PT foi sucinto e nem citou o nome de Dirceu. A sigla negou que “as acusações de que teria realizado operações financeiras ilegais ou participado de qualquer esquema de corrupção”. Sem mencionar o ex-ministro nem se aprofundar no tema, o texto diz apenas que “todas as doações feitas ao PT ocorreram estritamente dentro da legalidade, por intermédio de transferências bancárias, e foram posteriormente declaradas à Justiça Eleitoral”. A defesa pública de Dirceu, um dos maiores nomes da história do PT, também foi tímida. Pela manhã, apenas o líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), apareceu para dizer que a prisão dele foi “abuso de poder” da Polícia Federal.

Blindagem do Governo

No Governo, a determinação clara foi fazer contenção de danos e blindar Dilma Rousseff, o que começou a ser posto em prática nas declarações dos ministros que participaram da reunião semanal de coordenação política com a presidenta na manhã desta segunda. “[A prisão de Dirceu] é uma questão de investigação. Todos nós confiamos na presidenta Dilma e em nenhum momento passa por nós nenhuma expectativa que se aproxime dela e de seu Governo”, disse o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Coube ao petista Jacques Wagner, da Defesa, tentar separar a crise política da economia, sob ameaça das agências de análise de riscos, que sinalizam que podem retirar a recomendação para investimento no Brasil. “Precisamos ter dois canais paralelos: as investigações seguem e o país também segue com suas empresas funcionando e com a economia funcionando. O ambiente é que a gente tem que tentar melhorar para estimular investidores e a própria economia a crescer”, disse Wagner. Há uma semana, o próprio Planalto estimou que a Lava Jato já provocou um impacto negativo de 1% do Produto Interno Bruto (PIB).

A tarefa de evitar que o escândalo respingue na Presidência não é das mais simples. Uma das principais especulações é que Dirceu estaria ressentido por não ter sido defendido publicamente por Lula no auge do caso do mensalão. Segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, de junho, o ex-ministro atribuiu à omissão de Lula e Dilma o fato de o PT ter ganhado a pecha de corrupto e disse que estão todos, agora, “no mesmo saco”.

Entre os políticos da base de Rousseff em Brasília, o temor é que algum dos outros presos ligados a Dirceu faça um acordo de colaboração com a Justiça e resolva contar como funcionava o suposto esquema dentro da JD Consultoria e Assessoria, a empresa criada por Dirceu que movimentou quase 40 milhões de reais entre 2006 e 2013. Entre seus clientes estavam empreiteiras investigadas pela Lava Jato. Além do ex-ministro, foram detidos o irmão dele, Luiz Eduardo Oliveira e Silva, sócio na JD, e um ex-assessor chamado Roberto Marques. O cientista político Rudá Ricci, porém, avalia que as chances de que Dirceu revele outros nomes supostamente conectados ao esquema são ínfimas.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

José Antonio Meira da Rocha

05 de agosto de 2015 às 15h39

Um jornal conservador estrangeiro cobre melhor o país que a imprensa local. Este é o retrato da imprensa tupiniquim.

Responder

Armando Alves Dias

05 de agosto de 2015 às 14h39

Detesto a corrupção.

Responder

Umbelina Caiafa Salgado

05 de agosto de 2015 às 14h23

#PouQueSoPTmoro? #PSDBtemLicençaparaRoubar? #CunhaNaCadeia

Responder

Nosbor Bomorquidario

05 de agosto de 2015 às 10h20

Pau q bate em Chico alivia Francisco!

Responder

Aurindo Oliveira

05 de agosto de 2015 às 08h32

Alguém dúvida?

Responder

Anônimo

05 de agosto de 2015 às 04h02

COM DEMOCRACIA QUEREMOS MONARQUIA !! https://www.facebook.com/Brasil.Monarquia?fref=ts

Responder

Paulo Roberto De Núñez Soares

05 de agosto de 2015 às 02h57

Nessa operação, tudo é feito pra ganhar espaço na mídia.

Responder

Josefa Conceição

05 de agosto de 2015 às 02h56

Foi tudo um show para a imprensa.

Responder

Leila Maria

05 de agosto de 2015 às 02h02

Pensam que o povo é otário. 500 anos de saques e expropriação e corrupção e a Lava Jato quer que a gente acredite que foI Zé Dirceu que inventou a corrupção? Todo mundo era santo e vivia de oraçoes até a chegada do PT ao poder? Tá falando é vergonha na cara desses caras! Nossas instituiçoes tão bichadas!

Responder

    FLVP

    05 de agosto de 2015 às 10h23

    A senhora está certa senhora Leila Maria, apenas ressalvando-se o fundamento de que o povo não é bobo, apesar das melhorias conseguidas, ainda são bobos, basta ver os eleitos no Congresso Nacional. Voto distrital puro, onde o distrito é o dono do mandato será a solução definitiva para o progresso do país, mas o povo tem que evoluir mais. A esquerda no Brasil apenas administrou o país, nunca governou na sua essencia, porque nunca foi maioria no Congresso Nacional e foi os eleitores que votaram na esquerda para o Executivo, mas não para o Legislativo, não podendo ter dado certo. As coisas foram feitas pela metade e o resultado está aí.

    Responder

Luiz Nunes

04 de agosto de 2015 às 23h23

passou na Globo a chegado do José Dirceu em Curitiba… claro que com anúncios da CEF, BB e Senai… a serpente ta bem alimentada.

Responder

Maria Auxiliadora Pereira Pinto

04 de agosto de 2015 às 22h24

Sim o despacho de Moro foi da segunda feira.

Responder

Frederico Freder

04 de agosto de 2015 às 20h53

Eles estão todos unidos a favor do golpe. Essa gente não gosta do Brasil.

Responder

Fernando Henrique Oliveira

04 de agosto de 2015 às 20h39

A defesa de Dirceu se manifestou. Abaixo, um trecho sobre os 39 milhões de reais citados pela PF.

“Roberto Podval [advogado de Dirceu] alerta para o cálculo equivocado apresentado pela Polícia Federal sobre os supostos recebimentos ilícitos por meio da JDA. Na coletiva pela manhã, o delegado Márcio Anselmo afirmou que o montante chegaria a R$ 39 milhões. “Esse é o total faturado pela empresa em 8 anos de atividade, quando atendeu a cerca de 60 clientes de quase 20 setores diferentes da economia”, diz Podval. “Não há qualquer razoabilidade imaginar que os pagamentos de multinacionais de diversos setores da indústria teriam relação com o suposto esquema criminoso na Petrobras.”

Desde 2006, a JDA foi contratada por empresas como a Ambev, Hypermarcas, Grupo ABC, Telefonica, EMS, além dos empresários Carlos Slim e Gustavo Cisneros. Todos, quando procurados pela imprensa, confirmaram a contratação do ex-ministro para orientação de negócios no exterior ou consultoria política.

“Querem apontar a JDA como uma empresa de fachada, o que é muito inconsistente”, completa Roberto Podval. “O ex-ministro sempre teve profundo reconhecimento internacional e desenvolveu importantes laços de relacionamento com destacadas figuras públicas ao longo de toda sua trajetória e militância política. Esse era o ativo e o valor de José Dirceu como consultor, sem que nunca fosse exigido dele, por parte dos clientes, o envio de relatórios ou qualquer outro tipo de comprovação dos serviços prestados.”

A defesa do ex-ministro reitera que o trabalho de consultoria nunca teve qualquer relação com contratos da Petrobras e que Dirceu sempre trabalhou para ajudar as construtoras na abertura de novos negócios no exterior, em especial em países como Peru, Cuba, Venezuela e Portugal.”

Responder

Eduardo Zanete

04 de agosto de 2015 às 20h19

Numa pelada quando só um joga sujo não há como o outro time vencer.

Responder

    FLVP

    05 de agosto de 2015 às 10h27

    É isto aí senhor Eduardo e quando isto acontece pode apresentar provas documentais as mais variadas de que não vale nada. A sentença já foi dada previamente.

    Responder

Pietro Azzulk

04 de agosto de 2015 às 19h38

Não fascista golpistas

Responder

José Márlio Salviano

04 de agosto de 2015 às 19h00

Responder

thiago

04 de agosto de 2015 às 15h32

A propósito, sei que como autentico blog sujo que são, meus comentários anteriores não serão aprovados pela moderação, porque vocês tendem a esconder oq os confronta!! Gostaria apenas que fossem intelectualmente capazes de ter um debate profundo sem mentiras e distorções irreais, mas sei que a mente petista limitada não os permite fazer isso. Haja visto a “heroína do povo” e suas “célebres frases” como a de saudação à mandioca, as mulheres sapiens (hahaha burra d+!!) e pra culminar na frase da meta aberta que será dobrada!!! hahuahahuahua!! Vocês são piada pronta!!

Responder

thiago

04 de agosto de 2015 às 15h23

Milton Pascowitch, afirmou à Justiça ter entregado na sede do PT, em São Paulo, R$ 10,532 milhões de propina em dinheiro vivo!!!!!!!!!!!!!!!!

O Renato Duque vai delatar a participação do 9 dedos e da presidAnta!!! 16 de agosto vai ficar marcado na história desse país!!! Nós vamos extirpar vocês do Brasil!! Vocês não vão sair dessa!!!! Bandidos corruptos d m…

O ataque ao Instituto do ladrão do povo brasileiro foi só o começo!! O PT vai acabar por bem ou por mal e vocês da mídia suja vão junto voltar pro nada de onde nunca deveriam ter saído!!!

Responder

    FLVP

    05 de agosto de 2015 às 10h50

    Estou de acordo com os seus propósitos quanto a realização de um debate profundo, mas quando o senhor mesmo coloca expressões do tipo “hahahaburra, hahua, somados ao seu comentário seguintes a sua propositura quanto ao “…intelectualmente capazes de ter um debate profundo…” torna-se inócuo, impossível de ser feito, não tendo nada de profundo aí, pois o senhor propoe a destruição de um partido, de um fundamento político, quando o correto é depurá-lo, mesmo porque os problemas estão sintetizados em São Paulo, no partido, não na sociedade que saiu da fome, que hoje estuda e trabalha, apesar da crise. Vamos evoluir extirpando o que está necrosado. A história de um povo estã registrada nos acontecimentos históricos deste mesmo povo, tudo evolui não sendo necessária que se destrua ideias opostas e nem seus seguidores que são seres humanos.

    Responder

Rose Andrade

04 de agosto de 2015 às 18h22

E O PETROLÃO…NINGUÉM FALA…PORQUE?

Responder

    Sandro Santos

    04 de agosto de 2015 às 21h16

    Tú é idiota quer o único professor aposentado que tem um apartamento milionário fora do Brasil

    Responder

Rose Andrade

04 de agosto de 2015 às 18h21

FOI AGENDADA PARA SEMANA DO GOLPE? NOSSA QUE COINCIDÊNCIAS ESTÃO ACONTECENDO!

Responder

Claudio Gonçalves

04 de agosto de 2015 às 18h17

Seria o Instituto Millenium a força motriz da homogeneização da pauta, Alexandre Morais?!

Responder

Salomão Cavalcante

04 de agosto de 2015 às 18h05

We Are the World lá nas paradas
E gerações desperdiçadas
Em tantas lutas sem sentido
Fecha as cortinas do passado
Mundo grilado, dolorido
Que se conforma
Tô P da vida
Lances, jogadas ensaiadas
Nas mesas das Nações Unidas
Azucrinando nossas vidas
Jogos de dados combinados
Dados marcados

Responder

Virgínia Pessoa

04 de agosto de 2015 às 18h01

Prenderam um cara que já estava em prisão domiciliar só pra causar polêmica e abafar o escândalo do atentado contra a vida do Lula! https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1603432576589589&set=gm.1606527512897846&type=1&theater

Responder

José Márlio Salviano

04 de agosto de 2015 às 17h58

Verdade é POLÍTICA do quanto pior melhor…. O clima ainda é de eleição…. Deus meu abrandai toda essa insensatez….

Responder

Wilson Maejima

04 de agosto de 2015 às 17h54

Por Ricardo Eugênio:
RECADO DA ARGENTINA
Não seja pessimista! Se tivesse algum golpe pronto, já teriam dado. Na realidade, estão tentando derrotar a militância petista e queimar os possíveis apoiadores do Lula. Não vão conseguir. No mais, o golpe seria dado por quem? Militares e forças armadas estão fora. Judiciário dividido e o Legislativo desmoralizado.O golpe é só dos tucanos e da mídia, ambos muito desmoralizados.Some-se a isso que se tentarem mesmo assim um golpe, aí vai ter pau. É o Nordeste contra o sul e a Unasul e os BRICS contra os reacionários dos EUA e da CIA, porque até o Obama está fora.
Portanto, calma e cabeça fria para pensar. 2015 não é 1964 e a direita sabe disso. No mais, a Operação Lava Jato está apenas começando. O similar argentino, caso Nisman, no meio do caminho virou contra seus patrocinadores e esta semana, quando começa o julgamento, a direita argentina está prestes a perder o rumo.

Responder

Marcos Portela

04 de agosto de 2015 às 17h35

Lava Jato CONTRA CORRUPÇÃO ou GOLPE FEDERAL? Como pode uma INSTITUIÇÃO FEDERAL, no estado do Paraná, ATACAR ESTATAIS e EMPRESAS brasileiras, DESEMPREGANDO milhares no país, alegando COMBATER a CORRUPÇÃO, CONTRADIÇÃO de quem usa TARJAS PRETAS para ESCONDER e INVALIDAR PROVAS de CORRUPÇÃO contra PARTIDOS de OPOSIÇÃO como PSDB e DEM, que aliados a GRANDE MÍDIA mais parecem uma ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, INSTALANDO o CAOS no país, usando a política do QUANTO PIOR MELHOR, panelinha que virou PANELAÇO.

Responder

Deixe um comentário