Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Presidenta Dilma garante que honrará os votos recebidos

Por Liana Carvalho

08 de agosto de 2015 : 00h04

Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu, afirma Dilma

“Respeito a democracia do meu País e honrarei o voto que me deram”, garante presidenta durante entrega de 747 casas do Minha Casa Minha Vida em Roraima.

Publicado no Blog do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, em Roraima, que o Brasil é hoje um País muito diferente do que teve de enfrentar, na época da ditadura, principalmente porque é hoje uma democracia, e segundo ela, “uma democracia respeita a eleição direta pelo voto popular”.

“Eu respeito a democracia do meu País. Eu sei o que é viver sei numa ditadura. Por isso, eu respeito a democracia e o voto. E podem ter certeza de que, além de respeitar, eu honrarei o voto que me deram”, garantiu ela durante cerimônia de entrega de 747 casas do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) a famílias de baixa renda em Boa Vista.

“A primeira característica de quem honra o voto que lhe deram é saber que é ele a fonte da minha legitimidade, e ninguém vai tirar essa legitimidade que o voto me deu”, enfatizou.

A presidenta acrescentou: “Ao longo da vida eu passei muitos momentos difíceis. Sou uma pessoa que aguenta pressão. Sou uma pessoa que aguenta ameaça. Aliás, eu sobrevivi a grandes ameaças à minha própria vida”.

Dilma afirmou ainda que é preciso dedicação “à garantia da estabilidade institucional, econômica, política e social do País” e disse que trabalhará “incansavelmente” para isso “nos próximos meses e anos do meu mandato”. Ela também reforçou a necessidade de “respeito entre os Poderes”.

Economia

Ao abordar o tema da economia, Dilma disse ser “fato que o Brasil passa por dificuldades”, mas disse também que “é fato que nós somos hoje um país muito mais robusto, muito mais forte”.

“Sei que tem brasileiros que estão sofrendo. Por isso que eu me comprometo a trabalhar diuturna e noturnamente. A gente tem um horário de serviço como presidente, às vezes um pouco longo.

Mas isso é minha obrigação, é meu dever”, afiançou. “Eu me dedicarei dia e noite, hora por hora, a garantir que o País saia o mais rápido possível das suas dificuldades”, agregou.

Ela lembrou também que o País hoje tem muitas reservas em dólar para enfrentar crises econômicas.

“Antes, o Brasil, quando havia qualquer problema, ou interno ou externo, tendia a ter dificuldade para pagar suas contas externas.

Ou seja, não tinha dólar para pagar suas contas. Hoje, o nosso País tem mais de US$ 300 bilhões de reserva. Nós não quebramos”.

Falando em defesa do Brasil, a presidenta lembrou que o País avançou muito nos últimos anos, quando tirou milhões de pessoas da pobreza extrema e da miséria e transformou a sociedade brasileira.

“Antes, a gente era principalmente um país só de pessoas bem pobres. Hoje, somos um país majoritariamente de classe média. Melhoramos todas os nossos indicadores de educação.

Aí, alguém pode falar: ‘Mas tem ainda muita coisa para fazer’. E eu concordaria com a pessoa. É verdade. Vocês só imaginem tudo que ainda temos para fazer”, disse.

  

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

surreal

09 de agosto de 2015 às 11h04

Os exploradores dos pobres e traidores do Brasil se acham maioria por estarem abraçados a mídia porca e a justiça injusta, o medo desses, da transformação do Brasil em país soberano, com menos desigualdades e cidadãos mais conscientes de seus direitos e deveres, os fazem tremerem, porque na verdade os brasileiros querem a justiça verdadeira e maiores oportunidades, o povo brasileiro considerado minoria por eles, na verdade é a grande maioria e a sua vontade é o verdadeiro devir. Chega de alienação.
A pátria dos traidores é o dinheiro sujo, não importa de onde vem, é dinheiro manchado com o sangue do povo brasileiro.
https://www.youtube.com/watch?v=1phd2VxUnW4
https://www.youtube.com/watch?v=L3VTSxWTvjI
https://www.youtube.com/watch?v=Bi15bR4GXo0

Responder

Edilberto Pires

08 de agosto de 2015 às 18h26

Bem que poderiam tornar um símbolo de fraternidade e de amor político cristão. Todos os dias do atentado celebrar simbólico abraço tal como os povos japoneses, pela estultícias e destruição material e de vidas Humanas faz o momento de reflexão na data da bomba atômica de agosto de 1945 Hiroshima e Nagasaki. Fazer sustentar essa manifestação a ponto de tornar data cultural por cultuar a paz não a violência. Lula Missionário o pacificador.

Responder

Enio

08 de agosto de 2015 às 12h31

“OPOSIÇÃO” (Políticos corruptos, mídia golpista, banqueiros privatas, especuladores estrangeiros e entreguistas traidores) X BRASIL (Povo brasileiro) = DILMA até 2018.

Não vejo a globo, hoje temos: https://pt-br.facebook.com/mudamais

Responder

Joel Miranda

08 de agosto de 2015 às 09h05

Presidenta, aos que lhe pedem renunciar, não atenda, não seja um Getúlio!
Em resposta faça uma reforma política no governo, primeiro tirando seu ministro da Justiça, um inoperante; segundo, tire o Mercadante, um boçal; tire o ministro das comunicações, um fraco; mude o comando da PF; coloque no MP uma pessoa de sua confiança, chega de bom mocismo e republicanismo barato; tire o Leví e retorne com a política do desenvolvimento; assuma o controle da Secom e redistribua a publicidade por todos os veículos de mídia do país, começando por usar as mídias pequenas; exija do BC parar com aumentos de juros!
Se querem lhe derrubar, seja por não aceitar o jogo deles; esta composição que está fazendo, está enfraquecendo o PT e o seu governo; não adianta querer governar atendendo todos, quem lhe elegeu foi o povo!

Responder

Eduardo Souto Jorge

08 de agosto de 2015 às 00h26

Acabei de assistir a entrevista da Dilma para o Jo. PQP!

Responder

Deixe um comentário