Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Babado fortíssimo: Katia Abreu joga vinho na cara do Serra

Por Miguel do Rosário

10 de dezembro de 2015 : 15h03

Não é muito o estilo do blog, mas trata-se de babado forte demais para não registrarmos aqui.

Saiu na Monica Bergamo, na Folha.

Kátia Abreu joga vinho na cara de Serra

“Você nunca será Presidente

A ministra Kátia Abreu, da Agricultura, jogou uma taça de vinho na cara do senador José Serra (PSDB-SP). A cena ocorreu num jantar de fim de ano na casa do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) em que estavam presentes cerca de 40 senadores e também o vice-presidente Michel Temer.

A ministra confirmou o fato.

“Eu fiz o que qualquer mulher honrada faria. Respondi à altura de quem preza a sua honra”, afirma ela.

Kátia Abreu conta que conversava com senadores quando Serra “simplesmente chegou numa roda em que não tinha sido chamado, sem mais nem menos”.

Segundo ela, o tucano afirmou: “Kátia, dizem por aí que você é muito namoradeira”.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, tentou consertar a gafe: “Serra, a ministra se casou neste ano”.

A ministra diz que imediatamente reagiu: “Você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República”.

E seguiu: “E, de mais a mais, nunca traí ninguém na minha vida”.

Enfim, conta a ministra, ela jogou vinho na cara de Serra e disse: “Nunca lhe dei esse direito nem essa ousadia. Por favor, saia dessa roda, saia daqui imediatamente”.

Serra então teria se afastado.

A ministra afirma que “toda mulher sabe o que um comentário desses significa” e que não tinha outra atitude a tomar.

“Que ódio me deu”, afirma ela.

Kátia Abreu diz que o episódio não tem nada a ver com a divergência atual entre os dois: Serra trabalha para a aprovação do impeachment de Dilma Rousseff. Já a ministra é da equipe e amiga pessoal da presidente.

“Imagina se vou brigar com colega por causa de bandeiras diferentes que cada um possa ter. E eu fiz campanha para o Serra [ à Presidência em 2010], uma campanha derrotada, que sempre apoiei.”

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Celso Junqueira

11 de dezembro de 2015 às 10h05

A Min. deveria ter jogado água benta no vampiro da Moóca.

Responder

Ninguém

10 de dezembro de 2015 às 19h32

Gostaria de ouvir a opinião da Sonsinha.

Responder

MARCIO WILK

10 de dezembro de 2015 às 16h49

Bem feito pro machista, provocador e bobão, porém a Kátia está aí por interesses tão escusos e particulares como qualquer outro oriundo da direita podre brasileira.

Responder

    Rogério Maestri

    11 de dezembro de 2015 às 00h36

    Qualquer mulher, de qualquer tendência política, tem direito de ser respeitada.
    Pergunto aos senhores que fazem restrições ao ato de inconformidade da Senhora Kátia Abreu, se fosse com a sua mãe, esposa e filha que fariam os senhores?
    O resto é para ser comentado em outro post quando se discutir política fundiária no Brasil!

    Responder

Hell Back

10 de dezembro de 2015 às 15h18

Meu Deus! Não pensava que o Vampiro Brasileiro (José Cerra) chegaria a esse ponto. Será que ele não estava drogado? Imagine esse sujeito como presidente! As mulheres fugiriam dele como o diabo foge da cruz.

Responder

Deixe um comentário