Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Notas anti-apocalípticas: Bahia terá a maior usina de energia solar da América Latina

Por Redação

10 de fevereiro de 2016 : 18h45

A cidade de Tabocas do Brejo Velho, na Bahia, vai receber a maior instalação de usina de energia solar da América Latina. O projeto começou a ser implementado em dezembro de 2015, estima-se que terá capacidade de produzir 500 GWh por ano.

no Vermelho

A previsão é que o parque solar entrará em funcionamento em meados de 2017. Esta é uma das maiores usinas de energia solar da Enel Green Power, que ajudará a suprir à demanda constante de energia elétrica no país – que de acordo com estimativas vai aumentar a uma taxa média de 4% ao ano até 2020.

O CEO da empresa responsável pelo projeto, Michael Scandellari, disse que o projeto é uma grande oportunidade porque o Brasil tem um mercado com perspectivas de crescimento “muito significativas” a médio e longo prazo. “Iniciar nossos negócios com a construção da maior usina fotovoltaica no país é uma conquista que nos enche de orgulho e demonstra a importância que o Brasil terá para nós”, disse.

Energia Solar no Brasil

O aumento no consumo de energia que o Brasil está enfrentando nos últimos anos, não está sendo acompanhado pelo crescimento na geração de energia de fontes tradicionalmente presentes no país, entre as quais a hidrelétrica, e, portanto, exige uma diversificação na matriz energética.

A solução para esse problema é representada pelas usinas fotovoltaicas, que entre todas as fontes de energias renováveis são as que apresentam o menor impacto ao ambiente, além disso a geração distribuída apresenta grandes vantagens econômicas.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

113 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Lorrainne Galvão Moreno

12 de fevereiro de 2016 às 10h17

Nathan Frez Soares

Responder

Roberto Pollo

12 de fevereiro de 2016 às 00h43

O PT e aliados mudando o Brasil para Mehor.

Responder

Lucineia Alves

12 de fevereiro de 2016 às 00h12

Aline R. Silvaa da uma olhada nessa reportagem! A cidade é vizinha de Gameleira! Muito legal!

Responder

Luiz Carlos Carola

11 de fevereiro de 2016 às 22h36

??????????????

Responder

Francisco Zussa

11 de fevereiro de 2016 às 22h01

É isso que os coxinhasnão querem ver.kkkkkkkkkkkkkkkk.

Responder

Francisco Zussa

11 de fevereiro de 2016 às 22h01

É isso que os coxinhasnão querem ver.kkkkkkkkkkkkkkkk.

Responder

Rudney Isidoro da Costa

11 de fevereiro de 2016 às 20h56

Isso mídia e oposição não vêem, certo ?

Responder

Caíque Chagas

11 de fevereiro de 2016 às 20h44

Yomar Seixas III

Responder

Rosa Eberhardt

11 de fevereiro de 2016 às 20h09

E depois o Rs tem que dividir parte do R$ pra lá….esse e boa…

Responder

Sylvania Miranda

11 de fevereiro de 2016 às 19h44

Morena Miranda

Responder

Sylvania Miranda

11 de fevereiro de 2016 às 19h44

Carlos R Verger

Responder

Pereira Sousa

11 de fevereiro de 2016 às 17h51

É muito importante saber de onde saiu o investimento desta obra e quem é o dono.

Responder

Clara Sette W. Ferreira

11 de fevereiro de 2016 às 15h16

Chico Whitaker viu esta notícia ?

Responder

Nelson Barroso

11 de fevereiro de 2016 às 14h59

Claudio Caleia mais uma coincidência…rs

Responder

Larimer Daniel

11 de fevereiro de 2016 às 13h56

Quando FHC estava no poder o PT sabotou o quanto pode o Plano Real, inclusive com a vergonhosa greve política da Petrobras em 1994. Naquela época FHC usava a expressão “fracassomania” e também questionava as manchetes que insistiam nos aspectos negativos da economia. Agora, passando de pedra a vidraça, os “esquerdinhas de shopping center” trazem a mesma reivindicação por “´notícias positivas”, como se isso fosse novo e como se as “esquerdas” não tivessem cultivado desde sempre o “quanto pior melhor”… As “esquerdas” sempre consideraram válido chegar ao poder sobre os escombros de uma sociedade conflagrada… Agora trazem notícias sobre uma hipótese de uma realidade futura como se as pessoas indignadas com a corrupção é que fossem más… Ridículo completo… Enquanto isso o governo que aí está se associa às mesmas construtoras que operavam na ditadura da “direita” para fazer as mesmas obras absurdas, provocando desastres ambientais e sociais como “nunca antes” em Belo Monte e Jirau e agora ameaçam também o rio Tapajós… E o novo-rico, palestrante de sucesso que é “consultor” do grande capital predatório privado, ávido acumulador de patrimônio no nome de terceiros, de luxos e símbolos de poder capitalista, conta escondido o seu dinheirinho, que socialismo é muito bom, só que para o povo e não para os “dirigentes”….

Responder

Frederico Schäffer Petry

11 de fevereiro de 2016 às 13h36

Felipe Vuaden

Responder

    Felipe Vuaden

    11 de fevereiro de 2016 às 13h40

    Já é um grande avanço. Mas como comentei dias atrás, porque não investir em instalação desses equipamentos em prédios e residencias como em outros países? Sempre tem que ter um intermediário, uma empresa no meio para cobrar a mensalidade de um serviço em vez de um auxílio ou subsidio para com o tempo não ter gasto algum. Capaz de alegarem por ser um sistema de energia limpa que usa equipamentos carísimos terão que repassar isso na conta. Que adianta tudo isso, no final o consumidor vai sair sempre se fudendo.

    Responder

    Frederico Schäffer Petry

    11 de fevereiro de 2016 às 13h42

    Infelizmente esse é o sistema que nós vivemos, há séculos, e não será um governo que irá derrubar, mas sim a população, quando, e se, algum dia acordar.

    Responder

Jorge Vasconcelos de Brito

11 de fevereiro de 2016 às 12h14

Esse é o Brasil que dá certo, apesar dos urubus!!!

Responder

Bárbara Silva

11 de fevereiro de 2016 às 12h13

Hilda Sanches, Alberison Lins

Responder

Jeniffer F. Abegao

11 de fevereiro de 2016 às 11h42

Poxa muito legal Ricky Ribeiro

Responder

Silvio Sabá

11 de fevereiro de 2016 às 11h18

REUNIÃO DOS SUB LÍDERES DA FACÇÃO

http://chuchu70mil.blogspot.com.br/2016/02/reuniao-dos-sub-lideres-da-faccao.html

Responder

Marcelo Escobar

11 de fevereiro de 2016 às 10h47

Pena que vai (vai mesmo) aparecer alguém para desviar um pouquinho das verbas!!!

Responder

Claudio Paulon de Carvalho

11 de fevereiro de 2016 às 10h37

Por isso a elite paulistana está tão raivosa com os nordestinos… os grandes investimentos dos últimos anos foram para o nordeste que tem feito várias empresas saírem do caos paulista para o paraíso nordestino…

Responder

Marcelino Kuhnen

11 de fevereiro de 2016 às 10h34

Ágatha Della Rosa Kuhnen

Responder

Renata Iraha

11 de fevereiro de 2016 às 10h21

Luciano Martins olha

Responder

Edison Andreza Dos Santos

11 de fevereiro de 2016 às 07h34

Para dizer a verdade não faz parte dos meus planos turísticos visitar a Bulgaria e, provavelmente estarei morto quando começarem os procedimentos investigativos de super faturamento.

Responder

Mônica Gonçalves

11 de fevereiro de 2016 às 04h09

Massa… mas ainda assim, deveria aproveitar os tetos dos prédios e das casas… e no lugar de colocar essas placas nos chãos, impedindo o crescimento verde… deixar o verde crescer. Mas de toda forma e de todo jeito, o que está acontecendo já é massa.

Responder

Marcos Tavares

11 de fevereiro de 2016 às 03h59

Espero

Responder

Marcelo Drumstick

11 de fevereiro de 2016 às 03h28

Vai ficar pronta 10 anos depois da transposição… Ou seja, nunca!

Responder

Dave Punton

11 de fevereiro de 2016 às 02h38

We need this in Australia

Responder

Rafael Ferlim

11 de fevereiro de 2016 às 02h21

Um detalhe importante (ao meu ver) é que estão levando desenvolvimento para a região nordeste do país……e exatamente uma região que necessita muito desse tipo de obra e de geração de empregos. Se a obra for realmente concluida, será um bom negocio para todos.

Responder

Grace Reiner

11 de fevereiro de 2016 às 02h13

Será??? Como as eólicas, do nordeste?

Responder

Henrique Portela

11 de fevereiro de 2016 às 01h47

Será a maior da América Latina em tamanho e a mais cara do mundo em valores

Responder

Ewerton DC

11 de fevereiro de 2016 às 01h35

Procede Greenpeace Brasil ????

Responder

Paulo Cesar S. Aguiar

11 de fevereiro de 2016 às 01h34

Nossa ! Tomara q corra td bem com esse grandioso projeto.

Responder

Álisson Bonsuet

11 de fevereiro de 2016 às 01h33

Shirley Boa Morte

Responder

Fernanda Rodrigues

11 de fevereiro de 2016 às 01h16

Patrick Costa

Responder

Durval Pereira Gomes

11 de fevereiro de 2016 às 01h12

Sonhar não custa nada né….Se não fizerem o mesmo que fizeram com CE e RN em relação a refinaria…hehe

Responder

Gustavo Riul Sigolo

11 de fevereiro de 2016 às 01h09

Aí um monte de besta acredita kkkkkkkk

Responder

Ricky Ribeiro

11 de fevereiro de 2016 às 01h08

veja Jeniffer F. Abegao

Responder

Juliano Andrade Silva

11 de fevereiro de 2016 às 01h06

Devemos ficar de olho nesse investimentos para não se tornar mais um com propina ao PT.

Responder

    Carlos Roberto

    11 de fevereiro de 2016 às 00h13

    Penso porque fazer projetos no nordeste, devemos fazer projetos nas marginais Tietê e pinheiros com a delta, projetos com a merenda das escolas de SP, projetos com a honesta Aston.

    Responder

      Octavio

      11 de fevereiro de 2016 às 07h49

      Bem, em se tratando de PSDB, eu acho que fica mais seguro se jogar a verba diretamente no rio Tietê. O efeito é o mesmo. Além do mais, os eleitores do PSDB não vão nem notar.

      Responder

Maria Helena Araujo Silva

11 de fevereiro de 2016 às 00h34

Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

Responder

    Ricardo Lino da Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 02h19

    Vc lembra dos índices de inflação qdo os militares mandavam absolutos no Brasil?

    Responder

Junio Santos

11 de fevereiro de 2016 às 00h25

A eólica até hoje não funciona. A propaganda vem primeiro que a obrabque sempre está pela metade.

Responder

Rinaldo Becker

11 de fevereiro de 2016 às 00h13

Mais uma obra inacabada, igual ao são francisco…e as empreiteiras lucrando!

Responder

    Maria Helena Araujo Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 00h45

    Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

    Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

    A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

    A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

    Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

    Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

    Responder

Késsia Neyhara

11 de fevereiro de 2016 às 00h08

João Victor Brito

Responder

Luciano de Castro

10 de fevereiro de 2016 às 23h50

Doidinhos neoburros ñ conseguem aceitar que governo do #PT fez, está fazendo e fará muito mais. 4 derrotas afetaram os dementes! #CoxinhasEmCrise #Lula2018 #Haddad2022 #PT36Anos

Responder

Luiz Carlos Oliveira Santos

10 de fevereiro de 2016 às 23h46

Grande notícia
..

Responder

Francisco Bello

10 de fevereiro de 2016 às 23h45

No ritmo baiano de construção, né?

Responder

Raimundo Freitas Freitas

10 de fevereiro de 2016 às 23h40

Se for parceria público privada, tudo bem, vai andar. Agora, se for obra do governo federal, vai ficar pronta depois da transposição do São Francisco, da Ferrovia Norte Sul, das 600 creches, das 600 UPAs. dos 5.000.000 de apartamentos do Minha Casa Minha Vida, e por aí vai.

Responder

    José Agostinho Malta Neves

    11 de fevereiro de 2016 às 00h06

    Apesar de vocês amanhã ha de ser outro dia…..

    Responder

    Ge Munhoz

    11 de fevereiro de 2016 às 00h13

    A transposiçao esta com mais de 80% concluida.

    Responder

    Lester Kraszny

    11 de fevereiro de 2016 às 01h14

    Mais um plasmando pro universo o desejo enrustido de que dê errado

    Responder

    Ricardo Lino da Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 02h23

    Vc sabe a diferença de uma obra executada por empresa pública e privada?

    Responder

    Raimundo Freitas Freitas

    11 de fevereiro de 2016 às 02h24

    Não! preciso que você desenhe para mim! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Juarez Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 11h46

    Desde quando o governo tem empreiteiras pra fazer obras ? na maioria das vezes obras demoram por razões climáticas ou por burocracia

    Responder

    Raimundo Freitas Freitas

    11 de fevereiro de 2016 às 11h48

    Juarez Silva Vai ver que é! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Raimundo Freitas Freitas

    11 de fevereiro de 2016 às 11h49

    ” Sabe de nada inocente”! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Andre Pde

    11 de fevereiro de 2016 às 13h37

    é verdade eu tbm acho que as demoras é por questões climaticas, tem nego inocente meu deus…

    Responder

    Agrônomo De Goiás Fesurv Unirv

    11 de fevereiro de 2016 às 17h33

    E ninguém vai dar notícias sobre a barragem da transposição do São Francisco que estorou, que suas paredes estão todas trincadas, que mal começou a funcionar e já teve problemas de estrutura física! ????? Qto dinheiro de empreiteras foi gasto nessa obra trilhonaria…. #bora sambar no país das copas das copas, das olimpíadas emundas!!! Brasil em plena recessão e gente defendo governo que está aí 13 anos ainda fazendo promessa e propaganda pra depois de 2018! Povo merece o governo que tem!

    Responder

    Alexandre Siqueira

    12 de fevereiro de 2016 às 03h41

    “obras demoram por razões climáticas ou por burocracia “… hahahahahahahahaha…

    ainda bem que o clima e a buracracia facilitaram a construção do Canal do Panamá.

    https://www.youtube.com/watch?v=VOu8aqE5GN0

    Responder

José Pires

10 de fevereiro de 2016 às 23h38

só espero que não seja como as eólicas que montaram e estão lá sem gerar energia nenhuma, mas espero que não!

Responder

Cristiano Marques

10 de fevereiro de 2016 às 23h37

César de Souza

Responder

Werickssen Motta

10 de fevereiro de 2016 às 23h20

E a água pro pessoal do nordeste através da transposição do São Francisco? PT vai terminar ou nem?

Responder

Marcos Marcos

10 de fevereiro de 2016 às 23h18

O Brasil não está falido, tem uma queda no PIB, e nem usou ainda sua reserva cambial de 380 bilhões de dólares.

Responder

    José Agostinho Malta Neves

    11 de fevereiro de 2016 às 00h08

    Só midiota não acredita nisso !

    Responder

    Maria Helena Araujo Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 00h45

    Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

    Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

    A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

    A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

    Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

    Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

    Responder

Marcos Marcos

10 de fevereiro de 2016 às 23h16

Isso para que as pessoas entendam, que apesar da crise, tem setores muito dinâmicos na economia brasileira, como o recorde em 2015 de produção de grãos.

Responder

Marcos Marcos

10 de fevereiro de 2016 às 23h13

Apesar do Brasil ser a sétima potência e na mesma proporção consumidor de energia; está em décimo segundo lugar em emissão de carbono. E em produção de energia renovável é quarto no mundo.

Responder

Marcos Marcos

10 de fevereiro de 2016 às 23h13

Apesar do Brasil ser a sétima potência e na mesma proporção consumidor de energia; está em décimo segundo lugar em emissão de carbono. E em produção de energia renovável é quarto no mundo.

Responder

    Ge Munhoz

    11 de fevereiro de 2016 às 00h14

    Sera que é dificil ver melhorias sem criticar nao é?

    Responder

    Anna PV

    11 de fevereiro de 2016 às 00h31

    eu acho que ele falou bem, Ge Munhoz. Que apesar do Brasil ser grande consumidor de energia, ele polui menos. Foi o que entendi.

    Responder

    Raimundo Freitas Freitas

    11 de fevereiro de 2016 às 02h53

    E o 66º em educação, entre 70 países! Isso é a “pátria educadora”! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

Vanderlei Nunes

10 de fevereiro de 2016 às 23h04

Já passou da hora, porra!

Responder

Rafael Pereira

10 de fevereiro de 2016 às 22h52

Se funcionar igual a usina de energia eólica, será apenas mais um projeto superfaturado com a unica função de cartão postal.

Responder

    Anônimo

    10 de fevereiro de 2016 às 23h37

    Você não sabe ler, como pode querer escrever???
    Leia o texto de novo pra tentar entender o que leu… Se não entender, desista e fique calado.
    Fala mal só por gostar de falar mal…

    Responder

Berenice Coutinho

10 de fevereiro de 2016 às 22h48

Eba!

Responder

Bernardete Pinto Sá

10 de fevereiro de 2016 às 22h41

É preciso mostrar que coisas importantes estão acontecendo mas não podemos cair na tolice de negar que existe uma crise econômica, gerada pela crise política e que ela é preocupante.

Responder

Marcos Marcos

10 de fevereiro de 2016 às 22h40

O Brasil é o segundo no mundo em expansão dessa energia. Entre 2014 e 2015, dobrou para 6 mil megawatts. Estamos em nono lugar em produção, mas com esse rítmo, seremos o quinto maior em 2018.

Responder

    Maria Helena Araujo Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 00h46

    Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

    Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

    A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

    A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

    Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

    Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

    Responder

George Ayres

10 de fevereiro de 2016 às 22h39

tomara que esses projetos avancem ainda mais para o Brasil inteiro. Somos muito dependentes de hidrelétricas

Responder

Eduardo Londero

10 de fevereiro de 2016 às 22h34

Porque na Bahia? Talvez porque tem mais sol e menos terras agriculturáveis. Esses painéis deveriam ser construídos lá onde o sertão é mais seco, chove menos e nada nasce.

Responder

Denise Moraes Santanna

10 de fevereiro de 2016 às 22h29

Nunca saira nos folhetins dos marinhos. São muito baixos

Responder

    Maria Helena Araujo Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 00h46

    Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

    Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

    A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

    A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

    Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

    Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

    Responder

Cleusa Pereira

10 de fevereiro de 2016 às 22h01

Vou embora prá Bahia, não aguento mais pagar um horror de luz! !

Responder

Cleusa Pereira

10 de fevereiro de 2016 às 21h58

Por que na Bahia o cafezinho?

Responder

Vitor

10 de fevereiro de 2016 às 19h43

Já tinha passado da hora de aproveitarmos mais o sol! O duro é a tal “previsão”, vai sobrar para o próximo Presidente inaugurar…

Responder

Sergio De Aragon Ferreira

10 de fevereiro de 2016 às 21h41

Notícias do Governo Federal continuam com o verbo no futuro.

Responder

Helena Gogacz

10 de fevereiro de 2016 às 21h41

O pessoal do sul quer separatismo

Responder

Helio Eduardo Pinto Pinheiro

10 de fevereiro de 2016 às 21h37

MAS ISSO NÃO SAIU NA MÍDIA…………… SAIU?

Responder

Messias Franca de Macedo

10 de fevereiro de 2016 às 19h34

[Ainda sobre notas anti-apocalípticas]

https://www.youtube.com/watch?v=UfU1F5cNa6M

É, Kamel, o Brasil é uma m…!Por jornalista Paulo Henrique Amorim

O Embraer E190-E2 está pronto!

FONTE LÍMPIDA: http://www.conversaafiada.com.br

Responder

Brano Sas

10 de fevereiro de 2016 às 19h29

A noticia é boa.
Só poderia ser melhor se os painéis solares e os conversores fossem também
produzidos no Brasil.

Responder

Washington Couto

10 de fevereiro de 2016 às 21h23

Deco Dória

Responder

Marijo Bueno

10 de fevereiro de 2016 às 21h22

A oposicao com seus negativismos, nao estao felizes, com esta noticia anti apocaliptica

Responder

    Maria Helena Araujo Silva

    11 de fevereiro de 2016 às 00h46

    Estou pensando nas pedaladas fiscais, no déficit de 120 bilhões de reais, no orçamento de 2014/2015, que o governo do PT nos presenteou.

    Se calcularmos a menor cotação do dólar na era Dilma que foi no dia 11 de agosto de 2011, em que o dólar valia R$ 1,55, teríamos um rombo de aproximadamente 77 bilhões e quinhentos milhões de dólares……..isto mesmo 77 BILHÕES E QUINHENTOS MILHÕES DE DÓLARES.

    A nossa sorte foi o dólar valer R$ 4,00, atualmente. Isto nos leva a um prejuízo de somente 30 BILHÕES DE DÓLARES……kkkkk.

    A nossa Petrobrás, isto mesmo a Petrobrás vale menos que o déficit orçamentário de 2014/2015, descoberto pelo TCU.

    Desta forma, mesmo com reservas de petróleo no mar, em área do pré-sal, com reservas no campo de libra, com as refinarias, instalações no Brasil e no exterior ( incluindo a refinaria de PASADENA ), campos em terra, etc, a nossa Petrobrás vale U$ 27 BILHÕES DE DÓLARES, isto mesmo, nossa Petrobras vale menos que o déficit orçamentário da União, com seus milagres econômicos que somam 30 BILHÕES DE DÓLARES ao valor do dólar ( 4 reais ).

    Coisa de país como o Brasil, comandado pelo PT….

    Responder

Mell Araujo

10 de fevereiro de 2016 às 21h20

Ravel

Responder

Selma Bimbato de Almeida

10 de fevereiro de 2016 às 21h19

Responder

Deixe um comentário