Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Lula protocola no MP documentos e explicação por escrito sobre triplex

Por Redação

01 de março de 2016 : 06h54

no Instituto Lula

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua esposa, Marisa Letícia, protocolaram junto ao Ministério Público de São Paulo, nesta segunda-feira (29), as explicações escritas a respeito da investigação sobre o apartamento triplex, no Guarujá. Os esclarecimentos foram enviados em decorrência de novo depoimento marcado pelo promotor de justiça Cassio Conserino, para o próximo dia 3.

Segundo o documento protocolado, Lula e Marisa prestarão todos os esclarecimentos por escrito e não em audiência, uma vez que:

1) Houve infração da norma do promotor natural. O art. 103, XIII, §2º, da Lei Orgânica do Ministério Público do Estado de São Paulo prevê a necessidade de distribuição de representação criminal a um dos promotores de justiça da área. No caso concreto não houve essa distribuição, como reconheceu o Conselho Nacional do Ministério Público em julgamento realizado no dia 23/02/2016. Os advogados do ex-presidente Lula e de D. Marisa farão o questionamento judicial sobre esse aspecto, o que é cabível segundo a própria manifestação do CNMP naquela oportunidade;

2) Houve prejulgamento ou antecipação de juízo de valor. Em entrevista à revista Veja de 22/01/2016 o promotor de Justiça Cássio Roberto Conserino afirmou, de forma incisiva e peremptória, que iria denunciar o ex-Presidente Lula e D. Marisa, embora o procedimento investigatório não estivesse concluído e não tivesse sido dada a eles a oportunidade de manifestação. A nova audiência consiste em um mero formalismo, verdadeiro contraditório burocrático;

3) Faculdade e não obrigação. O art. 7º, da Resolução CNMP nº 13/06 estabelece em seu art. 9º uma faculdade ao investigado de prestar informações e essas informações já foram prestadas pelo ex-presidente Lula e por D. Marisa de forma escrita e acompanhada de documentos ao promotor de Justiça Cassio Roberto Conserino.

O ex-presidente e sua esposa manifestaram, ainda, o desejo de prestar depoimento à “autoridade imparcial e dotada de atribuição, que respeite os princípios do promotor natural”, segundo consta no documento protocolado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ulysses freire da paz jr

02 de março de 2016 às 08h09

Outro jogo de cena para desviar o foco sobre os BOIS DE PIRANHA conhecidos como mensalão, triplex, lava jato entre outros com função de chamar atenção para si para que o CERNE DE TUDO permaneça intocável https://www.youtube.com/watch?v=1hhRRhP79Kk

Enquanto não se fizer um upgrade no foco dos assuntos de happy hour, rodada familiar e amigos para o ÂMAGO de todos os problemas do país, https://www.youtube.com/watch?v=aFzke1cCwUg será pura retórica, jogo de cena, enxugamento de gelo, segundo o dito popular.

Responder

Hell Back

01 de março de 2016 às 15h39

“Foi promotor nas comarcas de Itagimirim, Tucano e Feira de Santana.”
Que seja só “Tucano” a cidade onde o novo ministro atuou.

Responder

Messias Franca de Macedo

01 de março de 2016 às 09h32

ALVÍSSARAS

… E o novo ministro da Justiça, entre outras coisas relevantíssimas, poderá, verdadeiramente, começar a ajudar a ‘refundar a República’!

1- descobrindo quem é o dono da mansão triplex em nome de ‘laranjas podres’ dos Marin(ho) das organizações criminosas Globo do FIFALÃO &$ da soNEGAção bilionária;
2- descobrindo tudo – tim por tim tim – revelado no histórico e memorável documentário do DCM acerca de mais um [mega]escândalo do DEMoTucanato, a Lista de Furnas;
3- descobrindo quem é o dono do ‘helicoPÓtero’ do amigo do ‘Aécio 1/3 El Chato Furnas Forever’ – ‘helicoPÓtero’ esse infestado com mais de, pasme, 450 kg de pasta base de cocaína – o que, convenhamos, são capazes de causar estragos transoceânicos;
4 – descobrindo quem é, afinal, “o pai” da Brasif do [mega]escânndalo ‘Miriamgate’;
errata desprezível – padrão PTF (Polícia Tucana Federal)
errata desprezível – padrão PTF (Polícia Tucana Federal)
5 – descobrindo quem são os criminosos ‘vazadores seletivos’ da Operação midiática &$ fascigolpista ‘Lava [DEMoTucano a] Jato’;

E é só pra começar a faxina em prol do verdadeiro Brasil!

Ah senhor novo ministro da Justiça, descobrir e aplicar as devidas sanções penais, óbvio!
Tudo em nome da Lei!

E, enfim, a nação em frangalhos saberá para o que o senhor veio!
Ou seja, notabilizar-se por ser um ministro da JUSTIÇA ou [mais] um ‘miniSTRO’ da ‘Justiça da [IMUNDA] Casa Grande’!
A conferir!

Muito boa sorte e sabedoria,
senhor novo ministro da Justiça!
E muita coragem, homem, muita coragem!

Responder

Messias Franca de Macedo

01 de março de 2016 às 08h17

… Agora falando sobre triplex!

Uma das primeiras missões para o novo ministro da Justiça!
E depois o novo ministro não poderá se queixar da Assessoria ‘Tijolaça’ de Informações!
Risos

De resto, boa sorte, novo ministro, não sabemos ainda se da Justiça ou da ‘Justiça da Casa Grande’!
A conferir!
E muita coragem, homem, muita coragem!
Ademais, assim como na música, “a Bahia e o restante do mundo [risos] querem saber o seu valor”!

$$$$$$$$$$$

João Roberto, o Tijolaço não falha: a agropecuária marinha de Parati usa “fachada ambiental”!

Por conspícuo e impávido jornalista Fernando Brito
Lá da conspícua Casa Cibernética ‘Tijolaço’

01/03/2016

Agora que estou convencido de que João Roberto Marinho, que pediu a publicação de esclarecimentos na condição de jornalista – e, portanto, (…)
Pois encontrei documentos oficiais – requerimentos junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial, a partir de uma dica dada por um leitor – (…)
Está sentado? Sente-se, se não está.
(…)
Aliás, não sei porque o senhor mandou uma advogada me “notificar” com um pedido de esclarecimentos por e-mail, um troço sem valor jurídico nenhum.
Vou continuar procurando, João Roberto, e partilhando tudo aqui, porque imagino que, esta altura, equipes inteiras da Globo procurem os donos de fato desta “agropecuária marinha”.
Se o senhor ajudar , disposto a revelar quem é o farsante que está usando a Agropecuária Veine, tenho certeza que iremos desmascarar esta turma de aproveitadores.
PS. Espero ter lembrado o colega de pagar aquela merreca devida à União, por ocupar um terreno público de mais de 130 mil metros quadrados.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/joao-roberto-o-tijolaco-nao-falha-temos-mais-material-sobre-a-agropecuaria-marinha-de-paraty/

Responder

    Hell Back

    01 de março de 2016 às 15h41

    Espero que as áreas de atuação do novo ministro não vá influir no seu trabalho.
    “Foi promotor nas comarcas de Itagimirim, Tucano e Feira de Santana.”

    Responder

Deixe um comentário