Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Comissão suprapartidária de senadores vai ao CNJ pedir punição contra crimes de Sergio Moro

Por Redação

21 de março de 2016 : 16h56

Contra grampolândia, senadores vão ao CNJ pela exoneração de Sérgio Moro

Grupo suprapartidário de senadores pedirão esta semana ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) punições administrativas ao juiz Sérgio Moro, pelos crimes de escuta ilegal e vazamento de gravação à Rede Globo; magistrado grampeou ilegalmente a presidente da República, Dilma Rousseff, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; dentre medidas adotadas pelo CNJ, o juiz da Lava Jato pode ser exonerado do cargo; senador Roberto Requião (PMDB-PR), ao Blog do Esmael, disse nesta segunda-feira (21) que é partidário das investigações da Lava Jato, mas não tem como apoiar o atentado contra o estado democrático de direito. “Sou um garantista por formação”, repete; abaixo, leia a íntegra do documento dos parlamentares

por Esmael Morais, em seu blog

Senadores preparam uma representação suprapartidária no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra juiz Sérgio Moro, juiz federal titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, que realizou grampos ilegais nos telefones da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os parlamentares têm preparado a denúncia sobre a interceptação telefônica feita de forma ilegal e divulgação criminosa da mesma gravação, que foram vazadas com exclusividade para a Rede Globo (abaixo, leia a íntegra do documento).

“Ao levantar o sigilo de conversas telefônicas do ex-presidente Lula no momento em que se preparava para assumir o cargo de Ministro da Casa Civil, o juiz Federal Sérgio Moro sabia que cometia um crime”, diz um trecho do documento que será enviado ao ministro Ricardo Lewandowski, que presidente do CNJ e o Supremo Tribunal Federal (STF).

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), ao Blog do Esmael, disse nesta segunda-feira (21) que é partidário das investigações da Lava Jato, mas não tem como apoiar o atentado contra o estado democrático de direito. “Sou um garantista por formação”, repete.

Segundo os senadores, o Juiz Sérgio Moro tem permitido, sem qualquer constrangimento no âmbito da operação Lava Jato, sucessivos vazamentos seletivos de documentos que deveriam ser resguardados em segredo de justiça, tem deliberado sobre ações drásticas como conduções coercitivas sem que o investigado seja antes intimado, tem operado delações premiadas que nada têm de espontâneas, com o investigado preso, concede entrevistas e participa de palestras falando de temas da operação, participa do lançamento de candidaturas partidárias.

O grupo suprapartidário pede ao CNJ punições administrativas ao juiz Sérgio Moro, pelos crimes cometidos, que podem resultar na exoneração do magistrado.

Leia aqui a íntegra do documento dos senadores

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Donizete Furtado

15 de setembro de 2016 às 23h59

Sr. Requião, no bom e claro português, o pessoal estão cagando e andando para: petição, representação, reparação, todas essas coisas que se fazem em países civilizados, se estivessem preocupados com alguma coisa ja o teriam feito há muito tempo atrás, é pilantragem seguida de pilantragem, vejo os videos seus e do Ciro Gomes no YouTube e tenho saudades, do Brasil de grau de investimento, ja estamos no ano de 1300, com um triste detalhe, as falas dos inquisitores chegam rapido através desta caixinha preta que estou usando agora.

Responder

Rosi Alves

15 de setembro de 2016 às 17h15

Pois é, tava aqui ligando os pontos e no final das contas só sobrou mesmo pro PT (zé dirceu e genoíno foram presos sem provas)…mal passou o golpe em Dilma e Cunha ca$$ado(?) e na sequência o showmício da lava a jato pra acabar com Lula…e “estancar essa porra” …simples assim.

Responder

Deixe um comentário