Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Lula à imprensa: O que nós fizemos para merecer esse ódio?

Por Redação

09 de abril de 2016 : 00h00

Charge: Aroeira / O Dia

Lula convoca estudantes e professores a combater o ódio e a intolerância

no Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, na noite desta sexta-feira (8), de um ato em defesa da democracia organizado por professores, estudantes e profissionais da educação, no centro de convenções do Anhembi, em São Paulo. Organizado por sindicatos de educadores e profissionais da educação do nível básico ao universitário e entidades de representação de estudantes, o ato contou ainda com a presença de alunos secundaristas que ocupam escolas estaduais em São Paulo para evitar seu fechamento e sucateamento.

Lula começou sua fala relembrando o assassinato de dois integrantes do MST no Paraná, nesta semana, e relembrou que não há condições de o Brasil voltar a crescer se não houver diálogo e cooperação na sociedade. “Foram mais duas vítimas da falta de respeito com o trabalhador brasileiro”, lamentou Lula. “Esta não é a primeira vez que tentam negar a política. Querem dividir este país como fizeram com a Venezuela, mas eu estou certo de que não vão transformar este povo maravilhoso em um povo raivoso”, completou.

São Paulo- SP- Brasil- 08/04/2016- Ex-presidente Lula, durante encontro com profissionais da educação, no Auditório Celso Furtado, no Centro de Convenções do Anhembi, zona norte da cidade. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Ex-presidente Lula, durante encontro com profissionais da educação, no Centro de Convenções do Anhembi, zona norte de São Paulo. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

“Nós temos vontade de fazer política, nós temos orgulho de fazer política. Não importa o partido. Mas sem política, não há possibilidade de haver uma democracia forte”, ressaltou o ex-presidente, que utilizou como exemplo de superação o sucesso dos alunos do ProUni nas universidades privadas, apesar do preconceito. “Pois ao invés de ficar com raiva, a gente foi lá e estudou mais ainda. Hoje, em diversas áreas, os alunos do ProUni são os melhores alunos da sala”, contou.

Lula criticou a parcela da imprensa, que, “todos os dias, passa 30 minutos na televisão mentindo e semeando o ódio. O que nós fizemos para merecer esse ódio? Fui eleito por um ‘lado’, sei quem foi que me elegeu, mas duvido que tenha havido presidente que tratou a todos, dos mais humildes aos mais ricos, com mais respeito”.

O ex-presidente destacou os avanços obtidos pela educação pública em seus mandatos e também nos governos da presidenta Dilma Rousseff, como 19 novas universidades federais, 163 novos campi federais, o ProUni, o Reuni, o FIES, o Ciência sem Fronteiras, o Fundo Nacional do Ensino Básico, a valorização dos demais profissionais da educação (como porteiros, merendeiras e pessoal da limpeza), o piso nacional dos professores e o ciclo fundamental de 9 anos.

“São esses avanços que estão em risco”, alertou o ex-presidente, que encerrou o discurso embalado pela bateria dos estudantes secundaristas: “por isso, não vai ter golpe! Até a vitória, se deus quiser”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustavo Horta

10 de abril de 2016 às 18h24

E ELES NÃO GOSTAM QUANDO IDENTIFICADOS AOS FASCISTAS, AOS NAZI-GESTAPO…PROPÕEM LINCHAR A SENADORA PETISTA E VÃO ÀS VIAS DE FATO EM CURITIBA

A direita e seus fascistas contumazes!!
Acorda Brasil!
É nisso que eles querem transformar o nosso país!

>> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/04/08/e-eles-nao-gostam-quando-identificados-aos-fascistas-aos-nazi-gestapo-propoem-linchar-a-senadora-petista-e-vao-as-vias-de-fato-em-curitiba/

>> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/04/03/mais-uma-fascista-apenas-mais-uma-na-quadrilha-que-tenta-de-apoderar-da-nacao-brasileira/

Responder

Nelson Vieira

10 de abril de 2016 às 08h58

O pt vem disseminando o ódio e separando os BRASILEIROS,ha muito tempo.Gostaria que voces me dissessem,quem falou, e quando falou a seguinte frase.¨VAMOS BATER NELES NAS RUAS E NAS URNAS¨
Não sou eu que bebo vinho de mais de R$20.000,00 a garrafa,e sai por aí falando que não é ELITE!!!!

Responder

    Vila Do Bosque

    12 de abril de 2016 às 05h25

    Nunca foi aceito pelas “elites” que só o suportaram porque tiveram lucro, mas ao sinal da primeira crise com Dilma, logo foram para a revanche e o golpe é somente uma das armas. A mídia vendida dissemina ódio e notícias ruins dia e noite, é um verdadeiro massacre na cabeça do cidadão que só quer trabalhar em paz. Quando o acusam de elite porque toma um vinho caro mostram o preconceito enraizado, o mesmo que não admite o servente virar engenheiro, a empregada estudar, o filho da babá virar médico, a classe baixa passear de avião e ter carro. Porque um ex presidente que ganha aposentadoria e além do mais faz palestras não pode beber vinho? Só porque nasceu pobre deveria ser pobre até o fim da vida? Preconceito puro!

    Responder

      Nelson Vieira

      12 de abril de 2016 às 06h34

      Preconceito,é falar mal da ELITE sendo ELITE.Pergunte a lula há quanto tempo ele não anda de avião de carreira,nem de PRIMEIRA CLASSE?????

      Responder

        Vila Do Bosque

        14 de abril de 2016 às 09h59

        Não se preocupe se ele anda de carreira, se toma vinho, se bebe cachaça ou uísque, isso é preconceito. Só porque ele foi operário tem que ser até o fim da vida? Cara, ele é ex-presidente e tem a verba que TODO ex presidente ganha, inclusive o seu queridinho que vive em paris. A propósito alguma vez você questionou de onde saiu o dinheiro do ap. de Paris, ou da fazenda de Minas, ou da riqueza do filho de FHC? Não é claro, o seu preconceito é evidente!

        Responder

Raimundo Goncalves

09 de abril de 2016 às 14h19

O problema é que deixaram correr frouxo. Não havia qualquer reação por parte do governo. Todos diziam o que bem entendiam e ficava por isso mesmo. Só faltou oferecerem o outro lado da face. Armaram o inimigo com armas poderosas (imprensa) e agora vai ser difícil vencê-los.

Responder

    Ângela

    10 de abril de 2016 às 17h30

    Sr. Raimundo, está certíssimo! Exatamente isso que aconteceu.

    Responder

    Maria Valdely Costa Ribeiro

    10 de abril de 2016 às 17h30

    CONFIANÇA DEMAIS

    Responder

    Vila Do Bosque

    12 de abril de 2016 às 05h24

    Nunca foi aceito pelas “elites” que só o suportaram porque tiveram lucro, mas ao sinal da primeira crise com Dilma, logo foram para a revanche e o golpe é somente uma das armas. A mídia vendida dissemina ódio e notícias ruins dia e noite, é um verdadeiro massacre na cabeça do cidadão que só quer trabalhar em paz. Quando o acusam de elite porque toma um vinho caro mostram o preconceito enraizado, o mesmo que não admite o servente virar engenheiro, a empregada estudar, o filho da babá virar médico, a classe baixa passear de avião e ter carro. Porque um ex presidente que ganha aposentadoria e além do mais faz palestras não pode beber vinho? Só porque nasceu pobre deveria ser pobre até o fim da vida?

    Responder

Luca Maribondo

09 de abril de 2016 às 13h31

Nunca arranje uma briga com quem compra tinta em barril e papel às toneladas.

Responder

    Alexandrealenc

    11 de maio de 2016 às 02h40

    Getúlio brigava, mas retia o papel. Esperto!

    Responder

Osmar Luis Segato

09 de abril de 2016 às 13h05

lixo sapiens,
petralhada assaltante,
ladrão do faqueiro de ouro.

Responder

leandro oliveira

09 de abril de 2016 às 12h33

O ídolo MOROAL, dos coxinhas, arquivou o panama papers trouxa !! O patrão dele estava na lista !!!

Os Panama Papers, pelo que se viu até o momento, tendem a se tornar um escândalo de maior proporção do que o vazamento das contas da filial suíça do banco britânico HSBC. Mas, no Brasil atual, como diria o juiz Moro, “não vem ao caso”.

#NAOCOMPREDEANUNCIANTESDAGLOBO
#NãoVaiTerGolpe, #VaiTerLuta e #VaiTerLula !!!!!!

Responder

Andre_Gotha

09 de abril de 2016 às 11h26

Fácil entender o ódio dessa gente…hoje não é mais possível ter um escravo por R$ 100 mensais…eles têm saudades das telas debretianas em suas casas…sentem raiva de ter de levantar para pegar seu próprio copo d’água enquanto os negros entram em universidades, tem carros e frequentam aeroportos…

Responder

Valcir Barsanulfo

09 de abril de 2016 às 09h29

É fácil entender, os ricos elitizados não gostam de ver pobre melhorando de vida e consumindo igual a eles. São odientos pela formação libero/fascista.

Responder

    Luca Maribondo

    09 de abril de 2016 às 13h32

    Defina líbero/fascista, Sr. Barsanulfo.

    Responder

Soraya Martinez

09 de abril de 2016 às 04h21

Para os “riquinhos” não importa mas, para o povão trabalhador, aquele que arregaça as mangas, ah, vai importar e muito. Leiam povo! ‘Uma ponte para o futuro’ para quem?
http://cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FEconomia%2F-Uma-ponte-para-o-futuro-para-quem-%2F7%2F34985

Responder

    Baron de Lorraine

    09 de abril de 2016 às 08h28

    Ninguém confia no governo PeTralha

    O Palácio do Planalto, de acordo com a IstoÉ, tem um problema “de overbooking de cargos”.
    Os deputados perceberam que “o governo estava oferecendo um mesmo cargo para vários políticos”…
    Esse governo é a escória da política nacional !

    Responder

      Neemias Alves de Lima

      09 de abril de 2016 às 11h34

      De acordo com a IstoÈ… óbvio anta que a oposição vai dizer isto… vc esperava eles falarem bem do governo que eles querem derrubar para ficarem no lugar?

      Responder

Luca Maribondo

09 de abril de 2016 às 00h33

Duvido que haja inteligência pra compreender a situação. Mas lulopetistas geraram a campanha do ódio. Agora sentem a reação… A fingem não percebe-la.

Responder

    TioDrakul

    09 de abril de 2016 às 01h18

    Os “lulopetistas”… sei. Você é cego para a manipulação da mídia, mau caráter… ou ambos?

    Responder

      Asdrubal Caldas

      09 de abril de 2016 às 01h24

      Se for para eu escolher entre a visão do Luca Marimbondo e a sua. eu sou muito mais ele

      Responder

      Luca Maribondo

      09 de abril de 2016 às 02h03

      Ambos Mr. Drakul, ambos. E mais o fato de ser completamente estúpido pra avaliar e filtrar o que diz a mídia, tanto a pig dos coxinhas quanto a suja dos mortadelas. Apenas você não é cego nem mau caráter. E nem incita idiota. Um viva com caracu e sanduiche de mortadela pra você.

      Responder

        Lu

        11 de abril de 2016 às 22h00

        Quando eu vou aos protestos de esquerda, eu quase largo o vegetarianismo, é muito irresistível ver milhares de sanduiches e não pegar 1 sequer. Eles não podiam fazer isso comigo. Nem sei o motivo pelo qual fico indo a esses protestos se nem como os sanduíches!
        –//–
        Aaiii que preguiçaaa dessa galera, vcs são hilários.

        Responder

      Soraya Martinez

      09 de abril de 2016 às 04h18

      Deve ser os dois!

      Responder

        Luca Maribondo

        09 de abril de 2016 às 10h25

        Sim, Soraya. Um bocado de algo mais. Quem me dera ser portador da sua pureza de intenções.

        Responder

    Neemias Alves de Lima

    09 de abril de 2016 às 11h35

    Que viaje… andou lendo muito a Veja? Pareces ser um papagaio de Olavo, Constantino e Bolsonaro.

    Responder

      Luca Maribondo

      09 de abril de 2016 às 12h51

      Quanto ao sr. Lima, isso é apenas asneira. Você não me conhece. Não sabe o que penso. Aliás, nem pensa por si mesmo.

      Responder

    Geysa Helena Dantas Guimarães

    09 de abril de 2016 às 12h39

    Ah tá, a separação de classes começou com o lulopetismo. Casa Grande e Senzala, criações petistas, né?

    Responder

      Luca Maribondo

      09 de abril de 2016 às 12h49

      Dona Geysa, não desvie o assunto. Estou me referindo à fala do Sr. Lula da Silva, que se refere ao “ódio” da mídia ao PT e a si mesmo. Se existe esse ódio, é culpa do próprio Dr. Silva.

      Responder

        Geysa Helena Dantas Guimarães

        09 de abril de 2016 às 18h30

        Reafirmo o que disse. O desvio é por sua conta.

        Responder

    Lu

    11 de abril de 2016 às 21h54

    Sinceramente, quando pessoas vêm com esse discurso de que foi o PT que “instituiu” as diferenças sociais, é a esquerda que faz “campanha de ódio”, etc, eu só consigo pensar em uma coisa, e, como sempre, exerço minha empatia e me coloco no lugar dessas pessoas: vivem em um mundo paralelo, mediano e cômodo, pois é mais fácil dormir tranquilx quando dentro de casa, na proteção que as grades do condomínio proporcionam, está tudo bem, obrigado, e racismo, machismo, homofobia, pobreza, miséria, “aaii, que coisa chata, isso é tudo invenção desses esquerdistas. Não pode mais brincar, que galera chata. Não existe isso de dividir as pessoas, ser branco, ser preto, todos somos iguais. Não tem isso de divisão de classes, todos temos as mesmas oportunidades”. E quando se pergunta, problematiza-se, polemiza-se, enxerga-se, enfim, a dura e triste realidade, por que então tanta diferença social? Por que da marginalização dos negros? Por que da violência sofrida pela mulher? Por que tanta desigualdade? Uma resposta mais clichê: “meritocracia”.
    É muito mais fácil! É egoísta, é medíocre, é odioso, mas é fácil pensar assim.
    Ou… é mais fácil não pensar!!
    Não liga Geysa, abstrai… e continuemos na luta, porque esse perfil aí, a gente desmascara em 2 segundos!

    Responder

Deixe um comentário