Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 11/04/2016- Ex-presidente Lula, durante ato pela democracia com intelectuais e artistas. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Lula no Rio: “Aos 70 anos de idade eu não imaginava que ia ver golpista querer derrubar uma presidenta eleita pelo voto”. Ouça a íntegra do discurso

Por Redação

12 de abril de 2016 : 05h58

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Artistas se unem contra o golpe em ato no Rio de Janeiro

no Instituto Lula

Um ato histórico contra a tentativa de golpe no Brasil reuniu na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, diversos artistas, intelectuais, movimentos sociais e milhares de pessoas na noite desta segunda-feira (11). Em seguida todos se dirigiram para os arcos da Lapa, onde aconteceu outro ato contra o impeachment.

Chico Buarque, Beth Carvalho, Otto, Zé Celso, Gregório Duvivier, Tico Santa Cruz e outros artistas assinaram o manifesto em defesa da democracia e contra o golpe, que foi apresentado durante o ato. Chico entoou o grito: “não vai ter golpe” e o público respondeu: “vai ter luta”.

Já nos arcos da Lapa, Lula recordou o golpe militar de 64. “Eu tinha 18 anos de idade quando aconteceu o golpe. As pessoas diziam que os militares iam salvar o país. E muitas pessoas acreditaram. E demorou 23 anos para a gente recuperar o direito à democracia neste país”.

O ex-presidente lembrou ainda que perdeu três eleições presidenciais e nunca tentou outra alternativa que não respeitasse a democracia. “Perdi em 82 e fiquei quieto. Perdi em 89, roubado pela Globo, e fiquei quieto. Perdi em 94 e 98 e fiquei quieto. Bastou a gente ganhar 2002, 2006, 2010, 2014 para eles mostrarem essa faceta golpista”.

E completou: “Aos 70 anos de idade eu não imaginava que ia ver golpista querer derrubar uma presidenta eleita pelo voto”.

O líder do MTST, Guilherme Boulos, falou sobre a importância de não desocupar as ruas. “Vamos sim barrar esse golpe ordinário. Vamos barrar essa direita anti-povo, mas essa praça tem que continuar cheia semana que vem!”.

Para fechar o ato, a sambista Beth Carvalho cantou sua nova música. “Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo” é o refrão, que segue com os versos: “Sem dividir o coração vamos honrar nossa raiz, democracia é o que a gente sempre quis.”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rachel

12 de abril de 2016 às 15h18

Nem eu querido Presidente, nem eu….. Mas a luta continua!

Responder

Baron de Lorraine

12 de abril de 2016 às 08h50

Segundo o Financial Times, o enredo da atual crise política no Brasil já foi muito comparado à série americana de ficção House of Cards, pelo teor de intrigas e reviravoltas na trama.

Mas o agravamento da crise está tornando esse roteiro mais parecido com o da série de TV “The Walking Dead”, uma história de zumbis, avalia o correspondente do jornal britânico Financial Times no Brasil, Joe Leahy.

Observem a chamada desta notícia, com a fotografia de um Exército Mambembe de Artistas, dependurados na Lei Rouanet , a ovacionar Lulla !

Responder

    Luís CPPrudente

    12 de abril de 2016 às 11h09

    Você é do movimento “Somos Todos Cunha e Moro”? É um dos patinhos da fiesp?

    Responder

    Cleusa

    12 de abril de 2016 às 15h07

    Não é bem assim que funciona! Que mediocridade e falta de decência a sua para ter uma visão tão estreita, sobre um assunto preocupante com que todos brasileiros vivenciamos!!!

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina