Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

tico santa cruz em ato politico no acamapamento pela democracia

Tico Santa Cruz: Temer, você não terá paz!

Por Miguel do Rosário

11 de maio de 2016 : 08h47

Foto: Jornalistas Livres

‘Michel Temer não vai ter paz’ diz Tico Santo Cruz em BH

Dos Jornalistas Livres

O músico esteve hoje no Acampamento Pela Democracia e reforçou a luta: ‘se eles estão achando que vão conseguir governar tranquilamente, eles têm que entender que eles não vão governar’

10° dia de Acampamento Pela Democracia em Belo Horizonte. Como bem frisou Beatriz Cerqueira, presidente da CUT-MG, uma ocupação para mostrar que vai ter luta e que os movimentos sociais não vão sair da rua.

Esse é o recado que a capital mineira tem dado há vários dias. Cerca de 250 pessoas estão acampadas desde o dia 1°de maio na Praça da Liberdade, um dos principais cartões postais da cidade, localizada na região nobre e frequentada pela classe média alta. Ela foi palco de várias manifestações da direita a favor do impeachment de Dilma. Mas depois do acampamento, parece terem entendido o recado da esquerda : “direita, recua! o povo tá na rua”.

Para receber o músico Tico Santa Cruz, da banda Detonautas, foi montado um trio elétrico ao redor da Praça da Liberdade. Teve bateria da União da Juventude Socialista e a rua de frente ao Palácio da Liberdade, antiga sede do governo mineiro, ficou interditada por alguns minutos.

“A gente tem que entender também que foi um ex-governador daqui, o senador daqui de Minas Gerais, o senhor Aécio Neves, que não conseguiu aceitar a derrota que foi imposta a ele nas urnas. Ele então se articulou com outros setores, com outros partidos pra tentar chegar ao poder. Nós temos que dizer pra ele que eles não passarão. Se eles estão achando que vão conseguir governar tranquilamente, eles têm que entender que eles não vão governar. Michel Temer não vai ter paz, não vai ter tranquilidade para governar o Brasil”.

Centenas de pessoas ouviam atenciosas a fala de Tico, que juntamente com o rapper mineiro Flávio Renegado, lançou a canção ” O morro mandou avisar”.

“Os movimentos sociais têm que estar na rua mesmo. A periferia não se levantou ainda, temos que trazer a periferia. A periferia precisa vir pras ruas também, juntar força”, continuou Tico.

Flávio Renegado, que nasceu na Comunidade do Alto Vera Cruz, em Belo Horizonte, já viu pessoas na periferia passando fome. “Com o governo do PT, as coisas começaram a mudar”. Lembro-me do músico no palco junto com o ex-presidente Lula em uma campanha pela reeleição de Dilma. Hoje ele voltou a falar que quando a barriga dói, é preciso fazer algo, numa clara referência aos retrocessos que representam a retirada de Dilma da presidência.

Os dois artistas estão juntos para defender a democracia. De estratos sociais diferentes – Renegado nasceu na periferia de BH e Tico Santa Cruz é de família da classe média alta, eles acreditam que o Brasil tem muito a perder com ‘esse governo transitório’.

Mas é preciso reconhecer e comemorar a união da esquerda a favor da democracia, uma união como não se via há muito tempo. Para Tico, o momento é de tensão sim, mas devemos olhar os pontos positivos disso tudo.

“Embora a gente tenha algumas diferenças e algumas críticas ao governo, a democracia que está em risco. A gente tem que defender a democracia. Amanhã a gente vai colocar a democracia em risco outra vez.
O artista visitou o acampamento, e antes de ir embora, tirou muitas fotos com fãs, conversou com as pessoas e com a imprensa. Em tempos de fascismo rondando a porta dos brasileiros, artistas como Tico e Renegado se mostram corajosos em defender a democracia, esta que está sendo esquecida por muitos.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

renato andretti

12 de maio de 2016 às 18h28

Por isto devemos respeitar os CUBANOS..
Devemos baixar a cabeça, como POVO, a
um POVO feito de gente que ama sua TERRA.
E não se deixou ser servil ao IMPERIO..

Responder

renato andretti

12 de maio de 2016 às 18h25

POLITIZAR..
EDUCAR
PANFLETAR
MÃO a MÃO
BOCA a BOCA.
Mostrar como somos manipulados
e servos da elite.
Os patrões pediram o resgate de seus
quintais..
E aqui temos gente que não nasce..
Estão aqui..Diferente.
São os gerentes dos GOLPISTAS.
Esta terra não lhes pertence..devem ser
enxotados daqui.
São coxinhas, odiados pelo POVO, e rejeitados
pelo CAPITAL..
Não podem transitar pelos corredores do Castelo.

Responder

maria nadiê Rodrigues

11 de maio de 2016 às 09h45

Mas parece que o ministro da Justiça de Temer não vai ser aquele cara bonzinho, como Eduardo Cardoso, que dava a cara pra bater. Pelo visto, teremos um governo fascista de verdade, daquele que bate muito, e, se possível enfia a bala nos peitos do sujeito. Asim como em 64. Os jovens podem saber melhor estudando História, ou vendo os vídeos na Internet, como “O DIA QUE VIROU 21 ANOS”, POR EXEMPLO.

Responder

    gilberto

    11 de maio de 2016 às 10h01

    Maria, bom dia.

    Como canta o poeta contemporãneo Milton Nascimento, “nem o tempo, amigo, nem a força bruta pode um sonho apagar”.

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina