Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Cheirinho de 64. EUA entram de sola no golpe

Por Miguel do Rosário

19 de maio de 2016 : 05h10

Se faltava uma coisa para o golpe ficar ainda mais parecido com 1964, não falta mais.

Os EUA espionaram Petrobrás, o celular pessoal de Dilma Rousseff, as principais estatais brasileiras… Quem mais? Ministros do Supremo, PGR?

A espionagem dos EUA às mais altas autoridades e estatais brasileira não é paranoia de esquerdista.

É provada e confessada pelo próprio governo americano, após as revelações de Snowden.

Mas a nossa imprensa falsamente ingênua e 100% coxinha vai fingir que uma coisa não tem nada a ver com a outra, né?

Espionagem, em seguida destruição da cadeia nacional de petróleo, enfraquecimento da Petrobrás, e depois golpe, tudo foi só coincidência…

É interessante o jogo bruto do representante americano na OEA, entrando de sola para a entidade não aprovar nenhuma resolução contra o golpe no Brasil, contra a opinião da maioria dos países.

Para os coxinhas da nossa imprensa, vale somente a opinião dos EUA, os outros são “bolivarianos”.

Para os EUA, democracia é quando um presidente eleito é deposto sem provas (Brasil), e ditadura é quando um presidente progressista é eleito (Venezuela, Bolívia, Equador)…

E viva a década de 60!

Falta só um LSD na boca e um Jimi Hendrix na vitrola!

***

Na Folha

Não há golpe em curso no Brasil, diz representante dos EUA na OEA

MARCELO NINIO, DE WASHINGTON

19/05/2016 00h05 – Atualizado às 01h06

O embaixador dos Estados Unidos na OEA (Organização dos Estados Americanos), rechaçou nesta quarta (18) na plenária da entidade a afirmação de países membros como Venezuela, Bolívia e Nicarágua, de que há um golpe em curso no Brasil.

Foi a primeira vez que o governo americano rejeitou claramente a noção de que o processo de impeachment que afastou Dilma Rousseff da Presidência seja um golpe, como ela tem pregado. Até agora, a posição dos EUA vinha sendo de cautela, mas sempre reiterando que o processo contra a presidente está respeitando as normas democráticas.

A intervenção do embaixador americano, Michael Fitzpatrick, foi uma resposta ao pronunciamento dos representantes da Bolívia e da Venezuela, que chamaram o impeachment de golpe.

Os EUA foram o único a país rejeitar com veemência a tese, salientando que é na Venezuela que a democracia está em risco. Na semana passada, o governo venezuelano, que enfrenta protestos da oposição, chamou de volta o seu embaixador em Brasília num gesto de repúdio ao impeachment.

Segundo Fitzpatrick, não há dúvida que no Brasil “há um claro respeito pelas instituições democráticas, uma clara separação de poderes, vigora o Estado de Direito e há uma solução pacífica das disputas. Nada disso se parece com o caso da Venezuela e essa é nossa preocupação”.

Após a sessão, o diplomata americano reiterou seu rechaço à tese de que há um “golpe branco” no Brasil, em entrevista à agência Efe.

“Não acreditamos que seja um golpe suave ou de outro tipo. O que ocorreu no Brasil seguiu o processo legal constitucional e respeitando completamente a democracia”, afirmou.

Em sua intervenção, o embaixador do Brasil na OEA, José Luiz Machado e Costa, ressaltou a “vitalidade do sistema democrático” e afirmou que “os direitos sociais e as conquistas da sociedade brasileira estão plenamente assegurados”. Também questionou a interferência de outros países nos assuntos domésticos do Brasil quando eles próprios não aceitam ingerências.

“Nossas instituições sairão fortalecidas neste contexto histórico. Mantemos nosso compromisso permanente com os princípios da Carta Democrática (Interamericana)”, afirmou Machado e Costa.

A Argentina também manifestou apoio ao Brasil, dizendo que confia nas instituições do país.

O secretário-geral da OEA, Luis Almagro, ficou publicamente ao lado de Dilma, questionando diversas vezes a base jurídica do impeachment.

Também nesta quarta, a Comissão de Direitos Humanos da OEA soltou um comunicado chamando de “retrocesso” o gabinete formado pelo presidente interino, Michel Temer, devido à ausência de mulheres e negros.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

22 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

leandro Andrade

19 de maio de 2016 às 17h50

Alguns rastros da participação americana no golpe e breve cronologia de algumas ações:

1- Em 2013 o Wikleaks denuncia a espionagem americana e Greenwald denuncia que o Brazil era um dos grandes alvos:

http://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2013/09/04/brasil-e-o-grande-alvo-dos-eua-diz-jornalista-que-obteve-documentos-de-snowden.htm
http://www.cartacapital.com.br/revista/857/os-alvos-do-tio-sam-9756.html
http://amp-mg.jusbrasil.com.br/noticias/100599512/espionagem-americana-ameaca-a-soberania-do-brasil

obs.: Nesta ocasião até os grupos Globo e abril repercutiram o caso evidenciando interesses no setor de pretrolífero e outros interesses econômicos/geopolíticos:
http://super.abril.com.br/ciencia/afinal-por-que-estao-espionando-o-brasil
htpp://g1.globo.com/mundo/blog/helio-gurovitz/post/ficou-claro-o-objetivo-da-nsa-no-brasil.html
http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/09/documentos-da-nsa-apontam-dilma-rousseff-como-alvo-de-espionagem.html
http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/07/lista-revela-29-integrantes-do-governo-dilma-espionados-pelos-eua.html

2- 2013 -Liliana Ayalde veio ao Brasil comandar a embaixada americana em um país que fortalecia o bloco BRICS. Entre 2008 e 2011 ela serviu como embaixadora dos Estados Unidos no Paraguai.

3- em 2016 o Wikileaks revela que Temer informou e discutiu periodicamente com a Embaixada Americana :

https://wikileaks.org/plusd/cables/06SAOPAULO689_a.html

Alguns trechos deste vazamento mostram que Temer foi perguntado sobre uma zona de livre comércio nas Américas e se manifesta preferencialmente à esta do que ao Mercosul:

“9. (SBU) Asked about the party’s program, Temer indicated that the PMDB favors policies to support economic growth. It has no objection to the Free Trade Area of the Americas (FTAA). It would prefer to see Mercosul strengthened so as to negotiate FTAA as a bloc, but the trend appears to be moving the other way.”

4-Algumas análises deste processo que destacam a importância e possíveis objetivos da participação americana:

http://www.redebrasilatual.com.br/mundo/2016/04/o-201cgoverno-invisivel201d-dos-estados-unidos-e-sua-influencia-no-golpe-em-marcha-no-brasil-8948.html

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/04/o-golpe-e-embaixadora-dos-eua.html

Ver também:

http://le-blog-sam-la-touch.over-blog.com/2016/04/le-gentil-obama-et-le-coup-d-etat-en-marche-au-bresil-l-humanite.html

“o gentil Obama e o golpe de estado em marcha no Brasil”, por Jean Ortiz, l´Humanité, 02/04/16)

Para completar os Estados Unidos se opõem, isoladamente e de forma veemente, à uma condenação da OEA ao golpe depois de um longo silêncio sobre este processo (inclusive já foram estranhos os comentários evasivos do Obama durante a sua viagem à Argentina):

5- Estados Unidos impedem condenação da OEA e dizem que não há golpe no Brazil:

http://www1.folha.uol.com.br/internacional/en/brazil/2016/05/1772851-there-is-no-coup-in-brazil-says-us-representative-for-oas.shtml

Responder

Ben Alvez

19 de maio de 2016 às 14h05

Mudam os atores, mas o enredo é o mesmo.

Obama no lugar de Lindon Johson,

Liliana Ayalde no lugar de Vernon Walter.

Responder

Marcos

19 de maio de 2016 às 14h04

Iraque, Líbia, Síria, Ucrânia, Venezuela (brevemente)… Brasil… Em todos os casos, os EUA estão do lado do bem, da liberdade, da democracia! (Gente, isso é uma ironia, não me xinguem!)

Responder

Marcvs Antonivs

19 de maio de 2016 às 10h53

Lá vem as Esquerdas de novo jogar a culpa no diabo pelo tiro dado pelo assassino!! Dilma, Lula, Cardozo não diziam que essa mesma “instituições” estavam funcionando??? Não foram eles mesmos que, diversas vezes disseram que confiavam nas “fortes instituições” da democracia brasileira??? Não podemos negar o fato de que tudo foi jogado dentro do âmbito desses instituições. Aliás, é dentro delas que continua sendo jogado. O PT aceitou esse jogo! Não dá pra não reconhecer isso!!! E não dá principalmente levando-se em consideração, por exemplo, que o Procurador Geral foi nomeado e reencaminhado por Dilma!! E não dá levando-se em consideração que a MAIORIA DOS JUIZES NOMEADOS PARA O SUPREMOS foi escolha de Lula e Dilma. Vamos e convenhamos. Vamos admitir: UMA BOA PARCELA DA CULPA DE TUDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO É DAS CABEÇAS VAZIAS E REPUBLICANAS DO PT! A direita brasileira está apenas o que tem programado no seu DNA para fazer: assumir o poder pelo golpe.

Responder

Lívio Adelson

19 de maio de 2016 às 10h34

A imprensa não é falsamente ingênua… Enquanto a CIA arma grupos rebeldes pra desestabilizar governos mundo à fora, no Brasil, precisou apenas da TV.

Responder

    Mau Reis

    19 de maio de 2016 às 11h04

    Perfeito!

    Responder

Guimarães Roberto

19 de maio de 2016 às 10h15

Como só nos restou a net para protestarmos, discordarmos e publicarmos opiniões contrárias, é bem provável que os golpistas eliminarão a liberdade da net em nosso país. Não me surpreendeu a posição americana em relação ao golpe pois foram eles que arquitetaram e financiaram. O objetivo deles é o pré-sal. Em troca dessa riqueza eles vão permitir: 1-) que os golpistas gastem nossas reservas em moeda forte em projetos para os apoiadores; 2-) contraiam dividas no mercado financeiro internacional endividando, novamente, o país; 3-) investigações das transações financeiras dos golpistas, no exterior, não deverão ser levadas a diante.

Responder

Miguel F Gouveia

19 de maio de 2016 às 09h21

A imprensa mundial está errada. Incluindo aí todos os jornais dos USA. Sei…é golpe sim. GOLPE DE ESTADO com todas as letras.

Responder

Gui Mallon

19 de maio de 2016 às 07h19

Então fica comprovado que não foi coincidência a embaixadora Liliana Ayalde ter sido transferida justamente para o Brasil em 2013, e ela estar em 2009 em Honduras e 2012 no Paraguai, quando os golpes “brancos” ou “soft” se realizaram lá. Este é o novo método, a nova fórmula americana para derrubar governos legítimos e independentes à influência do império pelo mundo afora. O Brasil é o único país do mundo que não precisa ser invadido para ser ocupado… temos uma Quinta Coluna de dar inveja às colunas de Franco.

Obs: o criador da expressão teria sido o general Queipo de Llano, quando, em 1936, Franco, líder do golpe fascista contra a república, preparava-se para marchar sobre Madri com quatro coluna
(um tipo de formação militar). Na ocasião, Queipo de Llano lhe teria
dito: “A quinta-coluna está esperando para saudar-nos dentro da cidade,”
referindo-se aos madrilenhos traidores da república, simpatizantes do fascismo.

Responder

josecarloslima

19 de maio de 2016 às 07h05

Como em Honduras, num primeiro momento, o silencio pra ingles ver….num segundo tempo a tomada de posicao na OEA

Responder

josecarloslima

19 de maio de 2016 às 06h36

A cereja do bolo desse golpe sera a prisao de Lula por ter desafiafo o imperio e se possivel a de Dilma tmbm

Responder

    Anderson Dutra

    19 de maio de 2016 às 07h49

    Isso se ele não morre antes de 2018…

    Responder

Nelton da Silva

19 de maio de 2016 às 06h29

Bingo! Vim ao trabalho com uma ideia na cabeça. Essa postagem somente corrobora meus pensamentos. A ação partidária perdeu seu protagonismo na política. Tanto no processo de golpe quanto no governo golpista o que se ver é a intimidação do parlamento pelo justicialismo midiático. Todos foram espionados pela NSA. E como vulgarmente se fala nas rodas íntimas entre amigos, quem tem c…, tem medo. Talvez, não tenhamos atentado que a composição do governo Temer com políticos investigados ou passíveis de investigação tem um propósito, afinal, há método na loucura. O governo assim está composto pela vulnerabilidade de seus agentes. Por pressão, chantagem e ideologia eles terão obrigatoriamente de cumprir num curto espaço de tempo a agenda predeterminada de desmonte da economia nacional. Para esse fim, é preciso ainda deixar o Cunha em paz por seu poder no parlamento. O STF não pode acelerar seu processo, nem lhe submeter à delações premiadas. Moro, também não se meterá à besta com sua família enquanto ele servir aos fins da empreitada criminosa. Na atual quadra golpista brasileira nada é novo. A célula cancerígena do golpe iniciou sua metástase no Paraná, região que compõe a tríplice fronteira. Área densamente controlada pela espionagem ianque. Ou seja, o Brasil está novamente sentado no colo de tio Sam.

Responder

    Ben Alvez

    19 de maio de 2016 às 14h11

    O golpe no Paraguai foi justificado pela morte de 17 pessoas, em conflito agrário que poderia ter sido evitado.

    No Brasil, encheram o governo de ladrões, corruptos, assassinos e bandidos e depois vão justificar o golpe dizendo que o governo está podre porque tem tanta gente podre.

    Ora, mas se quem botou essa gente lá foram os próprios golpistas…

    Responder

Antonio Passos

19 de maio de 2016 às 06h29

Eu acredito que se os Brics não peitarem o nosso golpe, está tudo perdido. Acho que está demorando. Só eles com seu peso em nossa economia podem virar esse jogo. Fora isso eu passo a não acreditar em mais nada.

Responder

josecarloslima

19 de maio de 2016 às 07h20

Não me surpreende o aval do Tio Sam ao golpe. Estão seguindo o mesmo script adotado no golpe em Honduras….o silencio pra ingles ver e depois a tomada de posiçao na OEA

http://blogdoraoni.com.br/estados-unidos-nao-mudam-posicao-e-continuam-apoiando-golpes-militares-de-direita/

Responder

Antonio Passos

19 de maio de 2016 às 06h12

O que este apoio bandido conseguirá é aumentar em muito as chances de um conflito sangrento no Brasil. Este golpe tem 0% de chance de vingar como o de 64. A situação está se complicando a cada dia que passa com estes usurpadores e golpistas em TODAS as nossas instituições. O Brasil infelizmente está caminhando para algo muito triste.

Responder

Reinaldo Mechica Miguel

19 de maio de 2016 às 06h11

Não é cheirinho não é FATO!!!

Responder

    Reinaldo Mechica Miguel

    19 de maio de 2016 às 07h11

    FASCINANTE!

    Responder

    Ben Alvez

    19 de maio de 2016 às 14h07

    E por que você acha que Liliana Ayalde foi mandada para o Brasil?

    Ela é a responsável direta pelo golpe no Paraguai.

    Responder

josecarloslima

19 de maio de 2016 às 06h10

O mesmo modus operandi adotado no golpe em Honduras, Paraguai…

Responder

Evaristo Pereira

19 de maio de 2016 às 05h16

Tenho debatido no twitter com um figura chamado @heliobueno vejam este perfil e tirem sua impressão. Tem a ver com o post acima!

Responder

Deixe um comentário