Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Observatório da Imprensa: Jornal Nacional virou porta-voz oficial do governo Temer

Por Miguel do Rosário

08 de junho de 2016 : 12h10

Estamos vendo o que é, realmente, imprensa chapa-branca!

Mais que chapa-branca!

Segundo uma comentarista do “apartidário” Observatório da Imprensa, o Jornal Nacional, principal telejornal de uma concessão pública, tornou-se o Porta-Voz Oficial do governo federal.

Uma coisa é existir um punhado blogs políticos fazendo a defesa do governo contra os ataques diuturnos, apocalípticos, da grande mídia.

Outra coisa são concessões públicas, com enorme audiência, recebendo dezenas de bilhões de reais do contribuinte, manipulando a opinião pública para que o governo promova livremente o assalto legalizado (ou não) do patrimônio público, abafando as críticas e reprimindo protestos.

O Jornal Nacional, por exemplo, vai dar destaque aos protestos do sindicalismo internacional ao novo ministro do Trabalho, durante evento em Genebra?

Não, não vai. Se noticiar, será distorcendo a informação.

A imprensa brasileira, além de golpista e conservadora, agora é porta-voz oficial do governo.

***

Abaixo, um depoimento da jornalista Zulcy Borges, publicado no último dia 6, no Observatório da Imprensa, o mesmo site, aliás, que o governo Temer fez questão de dizer que é “apartidário” e, portanto, está apto a receber publicidade institucional.

MONITOR DA IMPRENSA > GOVERNO TEMER

Comunicação oficial sob nova administração
Por Zulcy Borges em 06/06/2016 na edição 906

Jornal Nacional de quarta-feira, 1º de junho último. A reportagem sobre ativistas sem teto que ocuparam o prédio da Presidência da República, em São Paulo, chega ao ápice focalizando PMs dando cacetadas, literalmente, em uma mulher e outros invasores desarmados. Logo William Bonner justifica a violência dos policiais – a mulher chutou uma lixeira.

Este vem sendo o tom da cobertura da Globo do governo Temer. Muito parecido com o noticiário televisivo policialesco da Record e da Bandeirantes – em que a polícia sempre tem razão em qualquer circunstância, mesmo matando.

O governo Temer não precisa de agência de Comunicação, sequer de porta-voz (aliás, quem é?). Lá está, 24 horas por dia, a repórter Delis Ortiz e toda a retaguarda da rede à sua disposição para exclusivas, no Palácio do Planalto ou do Jaburu. Aliás, Temer é uma das novas estrelas permanentes do Fantástico.

Fica, então, no ar, o que acontecerá com os funcionários e jornalistas da EBC e da Rede Brasil ainda não demitidos, sob a tutela, ao menos formal, do novo ministro das Comunicações e outras coisas, deputado federal Gilberto Kassab.

***

Zulcy Borges é jornalista

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gracia Cardeal

14 de junho de 2016 às 21h32

Só tem uma saída para livrar o país desse câncer. Cassar sua concessão.

Responder

João Bosco

08 de junho de 2016 às 12h55

Ele mesmo disse que sabe lidar com bandidos.

Responder

Anastacia

08 de junho de 2016 às 12h50

Errado!!!O usurpador é que é o porta voz oficial da Globogolpista.

Responder

Deixe um comentário