Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Petrobrás continua batendo recordes: produção cresce 5% e atinge 2,83 milhões de barris/dia

Por Miguel do Rosário

08 de junho de 2016 : 16h59

No blog Fatos e Dados

Produção de petróleo e gás natural sobe 5% em maio
08.Jun.2016

A nossa produção total de petróleo e gás natural, em maio, foi de 2,83 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), 5% acima do volume produzido em abril (2,69 milhões boed) e 2% acima do produzido em maio de 2015, dos quais 2,64 milhões boed foram produzidos no Brasil e 190 mil boed no exterior.

A produção média de petróleo, em maio, foi de 2,24 milhões de barris por dia (bpd), 6% acima do volume produzido no mês anterior, que foi de 2,12 milhões bpd, e 1% acima do produzido em maio de 2015. Desse total, 2,16 milhões bpd foram produzidos no Brasil e 85 mil bpd no exterior.

O volume produzido em maio, no Brasil, é a quinta maior média mensal de produção que já registramos. Esse crescimento deveu-se, principalmente, ao recorde na produção no pré-sal, com a entrada de novos poços conectados ao FPSO Cidade de Maricá, no campo de Lula, e ao retorno à operação de plataformas que estavam em parada programada e em manutenção corretiva em abril. FPSO é a sigla em inglês para unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo.

Produção no pré-sal aumenta 15% em relação a abril e atinge novos recordes

A nossa produção de petróleo e gás natural na camada pré-sal, em maio, cresceu 15% em relação ao mês anterior e bateu novo recorde mensal, ao alcançar o volume de 1,15 milhão boed.

A produção de petróleo operada por nós em maio, naquela província, também foi um recorde mensal, com aumento de 16% em relação ao mês anterior, ao atingir a média de 928 mil bpd.

A produção de petróleo operada no pré-sal superou, no último dia 8 de maio, o patamar de 1 milhão de bpd pela primeira vez. Essa marca foi alcançada dez anos após a descoberta dessas jazidas e menos de dois anos depois de atingida a produção de 500 mil bpd, com a contribuição de 52 poços produtores, em sete sistemas de produção de grande porte na Bacia de Santos e oito sistemas de produção na Bacia de Campos.

O volume médio produzido por poço no pré-sal da Bacia de Santos é de 25 mil barris por dia, sendo o mais produtivo localizado no campo de Lula, com uma vazão média diária de 36 mil barris de petróleo.

O custo médio de extração dos poços do pré-sal atingiu valor inferior a US$ 8 por barril de óleo equivalente e vem sendo reduzido gradativamente. O tempo médio para construção de um poço atingiu 89 dias, o que representa uma redução de 71% entre 2010 e 2016.

A alta produtividade dos reservatórios do pré-sal, que teve como resultado menor número de poços por sistema de produção e a melhoria da eficiência na construção de poços tem garantido uma expressiva redução nos investimentos dos projetos em implantação nessa fronteira e aumentado a sua rentabilidade.

Produção de gás natural

A produção de gás natural no país, excluído o volume liquefeito, foi de 76,4 milhões m³/dia, 4% acima do mês anterior (73,5 milhões m³/dia).

A produção média de gás natural no exterior foi de 17,9 milhões m³/d, 3% acima dos 17,3 milhões m³/d alcançados no mês anterior.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maria Thereza G. de Freitas

08 de junho de 2016 às 18h15

imagino serra arreganhando os beiços (o sorriso dele).

Responder

Daniel

08 de junho de 2016 às 17h55

Vai começar o grande ataque ao Pré-Sal na câmara, com o projeto de entrega do Serra. A GLOBO já voltou a atacar a Petrobras ontem no JN, se não me engano. Dia 10 é nossa obrigação apoiar a Greve de 24hs dos Petroleiros, que deve ser a primeira, rumo a Greve Geral. Todos na rua, para defender a soberania nacional e o primeiro Fora Temer nacional.

Responder

Daniel

08 de junho de 2016 às 17h52

Daqui a pouco vai aparecer algum debiloide para contestar alguma coisa, pode esperar.

Responder

João Bosco

08 de junho de 2016 às 17h52

E os canalhas afirmando que o pré sal prejudica a Petrobras.

Responder

Roberto Locatelli

08 de junho de 2016 às 17h36

E o barril de petróleo está a U$ 51,00, com tendência de alta.

Responder

Deixe um comentário