Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Brasília - DF, 20/06/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista para o Jornal El-País no Palácio da Alvorada. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

MP diz que pedalada no BNDES não é crime

Por Redação

08 de julho de 2016 : 20h28

Em despacho, procurador alega que atrasos do governo para banco não são operações de crédito ilegais; argumento reforça defesa da presidente Dilma no processo do impeachment

no Estadão

A Procuradoria da República no Distrito Federal entendeu que os atrasos em repasses do Tesouro Nacional para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), uma das “pedaladas” do governo Dilma Rousseff, não foram empréstimos ilegais. A conclusão consta de despacho do procurador Ivan Marx, no qual ele arquiva procedimento aberto para apurar se houve crime de integrantes da equipe econômica nessas operações específicas.

O procurador ainda vai se manifestar sobre outras manobras atribuídas à gestão da petista, inclusive os atrasos na transferência de recursos do Plano Safra para o Banco do Brasil – um dos fundamentos formais do processo do impeachment. Ele adianta que, nesse caso, sua posição deve ser a mesma. “Foi muito similar (a prática) e, possivelmente, eu vá dizer que não existe (crime).”

Os argumentos do parecer coincidem com os apresentados pela defesa da presidente afastada na Comissão do Impeachment e devem reforçar o discurso dos que apoiam a permanência dela no cargo. Recentemente, peritos nomeados pelo Senado concluíram também que Dilma não teve participação direta ao autorizar as pedaladas, embora tenha assinado decretos de suplementação orçamentária supostamente ilegais.

Ao Estado, Ivan Marx lamentou que o Ministério Público Federal (MPF) não tenha sido ouvido no processo de impeachment. “Quem tem atribuição de dizer se determinada prática é crime ou improbidade é o MPF. É o único ator que não foi chamado a depor na comissão.”

(…)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

JOHN J.

16 de julho de 2016 às 16h28

SE DILMA NÃO VOLTAR E O GOLPE SE CONCRETIZAR, O QUE DEVERÁ ACONTECER COM TODOS GOLPISTAS, PRINCIPALMENTE COM O CHEFÃO TEMER.
O POVO DA TURQUIA MOSTROU AO MUNDO COMO SE EVITA UM GOLPE. SERÁ QUE AQUI DEVEREMOS FAZER DA MESMA FORMA, OU A JUSTIÇA, ATÉ AGORA CONIVENTECOM O GOLPE, VAI MOSTRAR A VERDADE E ACABAR COM ESSA FARRA DOS GOLPISTAS?
POVO UNIDO NUNCA SERÁ VENCIDO.

BRAVA GENTE BRASILEIRA,
LONGE VÁ TEMOR SERVIL,
OU FICAR A PÁTRIA LIVRE,
OU MORRER PELO BRASIL
(Hino da Independência do Brasil)

Responder

Alexandre Abreu

11 de julho de 2016 às 17h27

E daí se não é “pedalada”?????? Golpe é golpe…

Responder

Ferraço

10 de julho de 2016 às 22h08

Não importa. O que derrubará de vez a ex-presidentA incompetentA são os decretos editados sem autorização legislativa.

Responder

Messias Franca de Macedo

10 de julho de 2016 às 13h21

Cada vez mais Dilma!

Responder

lidiomar cerqueira

10 de julho de 2016 às 07h19

É exatamente isso que me deixa sem entender, o que se passa na cabeça da defesa da Dilma, Por quê não pedir à PGR, que avalie e se pronuncie, que dê seu parecer sobre essa questão? do alto da minha ignorância sobre a matéria, na condição de leigo, entendo esse impeachment como uma estrutura erguida sobre dois pilares, que são os dois motivos alegados; uma vez que o das pedaladas não existe, a estrutura não se sustentou num pilar só e ruiu, acabou.

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de julho de 2016 às 00h38

[Nazigolpistas(as) safados(as) &$ descarados(as), entendam o que são ‘pedaladas’!]

$$$$$$$$$$$$$
Em desespero Temer tenta orquestrar um grande acordo para salvar Cunha e aliados tucanos. CASSAR CUNHA É URGENTE!
Por senador Lindbergh Farias

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de julho de 2016 às 00h21

… Importante lembrar:
a honrada, ilibada e impávida presidenta Dilma Rousseff legitimamente REELEITA [REELEITA!] voltará sem o condicionante do plebiscito!
Plebiscito que seria o golpe dentro do golpe mais vagabundo &$ descarado da história mundial!
Ademais, ‘nois’ mais de 54 milhões de honestos e honestas brasileiros e brasileiras votamos para um mandato presidencial que expirará às 00:00 do dia 01/01/2019!

Viva o [verdadeiro] Brasil!

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de julho de 2016 às 00h20

[Apesar de o MPF de Brasília dizer que “pedalada” não é crime…]

… Mas, para “os(as) supremos(as)” do STFede o que importa é o rito!
Portanto, “a corte suprema do ‘braZ$&l’” sempre irá reiterar que o ‘golpeachment’ está amparado na Lei… Na Lei do ‘CU(nha)’!

Lá isto é Justiça, siô?!…

Responder

    Messias Franca de Macedo

    09 de julho de 2016 às 00h20

    SEN-SA-CI-O-NAL! SENSACIONAL!

    Ao final da entrevista concedida à ex-Global Mariana Godoy, o senador Roberto Requião “nocauteou” a [pseudo]jornalista:
    “Só não me presenteei com algum livro do Fernando Henrique Cardoso!”
    Até o piso do Projac do estúdio da Rede TV tremeu, e espatifou-se, literalmente, um copo d’água no “tapetão” de um antro do PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)!

    Já dizia a minha saudosa e sábia avó: “Meu ‘fi’, aqui se faz, aqui se paga!”
    E ainda: “nada ‘mió’ do que o dia que ‘assucede’ o outro!”

    NOTA:
    ‘O [tíbio] PT da Governança’ ao tornar-se uma legião de eunucos permitiu a eclosão furibunda dos quetais do tipo barbosinha, ‘mor(T)o’, ‘Aécim’, gilMAU, ‘CU(nha)’ do LIBANÊS (A)moral usurpador decorativo TEMERário/TEMERo$o…

    Responder

C.Pimenta

08 de julho de 2016 às 23h48

Michael J. Eddy (USAID-Deptº Estado), um dos operadores de Golpes de Estado:

https://gz.diarioliberdade.org/artigos-em-destaque/item/31257-quem-e-michael-j-eddy-diretor-da-usaid-no-brasil.html

Responder

Deixe um comentário