Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O golpe e a súbita decadência da imagem do Brasil no exterior

Por Miguel do Rosário

10 de julho de 2016 : 13h51

Ronaldinho Gaúcho, a elite brasileira e a decadência da imagem do Brasil no exterior

Por Wellington Calasans, especial para “O Cafezinho”, em Estocolmo

Futebol e Samba sempre foram o “cartão postal” do Brasil no exterior. Associados a ambos estavam a pobreza, a prostituição e a criminalidade, umbilicalmente ligadas às favelas. Como a mão e a luva, a imagem de um Brasil pobre, corrupto e com elevado índice de violência preenchia duas aspirações: a primeira, de uma elite brasileira que exportava um país incapaz de ser desenvolvido e que ainda vê neste “cartão postal” a oportunidade de despejar toda a carga de ódio onde o racismo e preconceito, sobretudo contra pobres, negros e o secundário papel atribuído à mulher na sociedade alimentam um estranho complexo de superioridade; A segunda, do próprio “gringo” que considera “exótico” – quando quer manifestar alguma empatia com a miséria alheia – ou “um vasto campo de oportunidades”, quando desperta o imortal complexo de colonizador.

Resgatar este cenário é de grande relevância para que possamos fazer um paralelo entre a campanha publicitária dos jogos olímpicos da empresa sueca XXL, que representa o velho estereótipo do Brasil, e o Brasil que vinha sendo construído com as políticas inclusivas dos últimos anos. O vídeo da campanha, que tem Ronaldinho Gaúcho como garoto propaganda, lembra o Brasil que foi exportado pelo cinema com “Cidade de Deus”, “Tropa de Elite” (I e II) e até mesmo como o medíocre “Faroeste Caboclo”. Negros como criminosos, mulheres como prostitutas, violência extrema e corrupção generalizada, eram apenas a entrada do “cardápio”.

Em 2001, em Angola, depois de um dos mais sangrentos ataques contra civis, reclamado pela UNITA, que ficou conhecido como “Massacre de Zenza do Itombe”, conversei com alguns jornalistas e moradores do local. Mesmo com o país em guerra, todos tinham medo de visitar o Brasil por causa da violência. “O que vejo na televisão sobre o Brasil é pior do que uma guerra”, revelou um jornalista que assistia aos programas “Linha Direta” e “Cidade Alerta”. Por mais absurdo que pareça, o mal causado pela propagação de uma imagem de violência (real ou fictícia) sempre foi danosa para o Brasil.

Em 2007, em Estocolmo, um sueco narrava um “safari na favela” como uma das mais espetaculares aventuras que tinha vivido. “Eu estava como muito medo, mas o pessoal da favela foi legal comigo. Eu dei até comida e doce que o pessoal da agência de turismo orientou, pois isso ajudava a ‘conquistar a confiança’ dos moradores do local”, relatava o sueco com orgulho de ter sido solidário e corajoso após passear de Jeep em uma favela do Rio de Janeiro.

O que isso tem a ver com Ronaldinho Gaúcho? Tudo! Ronaldinho é hoje a imagem de um atleta que poderia ter ido muito mais além. Rico, depois de ter conquistado o mundo, por vários fatores voltou à mediocridade de um jogador comum. É como o Brasil, um país com enorme potencial e que começou a ser comentado no mundo pela descoberta do pré-sal ou um país que deixava de ser o quintal dos EUA e conquistava um importante papel como membro dos BRICS. No momento em que vários países penavam com dívidas e desemprego, o Brasil tirava quarenta milhões de pessoas da linha de pobreza e era reconhecido pelas políticas inclusivas. O momento atual é indescritível.

Aqui fora, a imagem do Brasil voltou a ser aquela que alimenta o ego de uma elite rica daquilo que é um dos mais repugnantes traços característicos atribuídos aos seres humanos, a pobreza de espírito. O Brasil que estava sendo construído, a partir de Lula e Dilma, não poderá ser visto enquanto perdurar este estado de exceção, consequente do golpe que mantém no poder o atual governo, interino e ilegítimo. O vídeo da campanha da empresa sueca, com Ronaldinho Gaúcho, você pode assistir neste link:

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

55 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

jose luis pavão

22 de outubro de 2016 às 15h25

A verdade é que a imagem do Brasil lá fora de um pais de favelados, pobres e prostitutas é da própria midia, principlamente da Rede Globo que é o Rio de Janeiro, onde predomina o funk, o carnaval, a favela , o jogo do bico e a bandidagem e esta emissora divulga o pais lá foram no noticiário e em suas novelas desse pais pobre e desigual que é a periferia do Rio impondo a cultura carioca com as novelas, programas de domingo e matinais para todo o Brasil como se o Brasil fosse igual ao Rio de Janeiro e não é. Ninguem lá fora conhece nada de São Paulo , Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e de outras cidades importantes do interior do Brasil que são cidades diferentes com caracterisicas e economia diferentes, cidades industrializadas, bem organizadas. Me lembro que na COPA 2014 um jornalista do Jornal espanhol MARCA chegou em Curitiba em pleno inverno emandou mensgem para a diretoria do jornal dizendo: “Acabei de chegar em Curitiba no BrASIL, mas aqui não parece o Brasil. Aguem lá fora sabe que somente a região do ABC tem a economia maior do que muitos paises da Europa, que o Brasil tem a maior colonia japonesa fora do Japão e a maior colonia Italiana fora da Itália. Não sabe por que isso não é divulgado. O Brasil tem uma miscigenação de raças como os EUA, mas ao contrário dos EUA que é conhecido por essa miscigenação o Brasil é conhecido somente como um pais negro quando cerca da metade da população é branca. Isso porque, o esteorótipo do brasileiro é o carioca da favela. No exterior imaginam que o Brasil é um país de praias e que não existe habitação no interior, pensam que é só selva.. O que se leva daqui do Brasil para fora pela imprensa é a violência, a pobreza, o carnaval e o futebol. Existe um outro Brasil que não é divulgado por culpa da imprensa tendenciosa

Responder

Inez OLudé G-Kaiowá

24 de julho de 2016 às 03h57

assim é melhor

Responder

Inez OLudé G-Kaiowá

24 de julho de 2016 às 03h55

eu achei muito ruim este video

Responder

JOHN J.

16 de julho de 2016 às 16h29

* SE DILMA NÃO VOLTAR E O GOLPE SE CONCRETIZAR, O QUE DEVERÁ ACONTECER COM TODOS GOLPISTAS, PRINCIPALMENTE COM O CHEFÃO TEMER.
O POVO DA TURQUIA MOSTROU AO MUNDO COMO SE EVITA UM GOLPE. SERÁ QUE AQUI DEVEREMOS FAZER DA MESMA FORMA, OU A JUSTIÇA, ATÉ AGORA CONIVENTECOM O GOLPE, VAI MOSTRAR A VERDADE E ACABAR COM ESSA FARRA DOS GOLPISTAS?
POVO UNIDO NUNCA SERÁ VENCIDO.

BRAVA GENTE BRASILEIRA,
LONGE VÁ TEMOR SERVIL,
OU FICAR A PÁTRIA LIVRE,
OU MORRER PELO BRASIL
(Hino da Independência do Brasil)

Responder

Fé e Política

11 de julho de 2016 às 00h10

videozinho ruim hein!

Responder

RICARDO CARDOSO

10 de julho de 2016 às 21h23

A Palo Seco
Em 1973 governo do general Medici considerado o mais duro e repressivo do período, eram os “anos de chumbo”. No Chile golpe de Pinochet e assassinato de Salvador Allende.
Em 1975 o jornalista Wladimir Herzog é assassinado e em 1976 o operário Manuel Fiel Filho aparece morto em situação semelhante.
Em 1973 Belchior grava a Palo Seco no disco Mote e Glosa e regrava em 1976, no álbum Alucinação, atualizando a data na letra.
O sentimento continua o mesmo…
“Se você vier me perguntar por onde andei
No tempo em que você sonhava
De olhos abertos, lhe direi:
Amigo, eu me desesperava
Sei que assim falando pensas
Que esse desespero é moda em ’16’
Mas ando mesmo descontente
Desesperadamente eu grito em português”

Responder

Ferraço

10 de julho de 2016 às 20h55

O PT teve mais de 13 anos para mudar essa imagem e, ao invés disso, reforçou ainda mais esta imagem ao se esbaldar com o dinheiro sujo, fruto do maior esquema de corrupção da história da humanidade, vulgo: Petrolão. Essa retórica falida da “elite isso”, “globo aquilo” só convence a militância mais desvairada. Não encontra eco na população de um modo geral. O fato é que o PT acabou e a esquerda tupiniquim, se continuar na barca furada desse partido, irá junto para o buraco.

Responder

    Sérgio Silveira

    10 de julho de 2016 às 21h27

    Um idiota coxinha vomitando cretinices propagadas pelo PIG… Quanta ignorância!

    Responder

      Michele

      10 de julho de 2016 às 21h36

      Esse imbecil (ferraço) não consegue escrever nada sem por a sigla PT no meio, seguida de uma enxurrada de insultos e chavões!
      Não sei o que esse tipo de gente vem fazer nos blogs progressistas, acham que sonham em fazer a gente mudar o voto, ou a ideologia.

      Responder

        Fábio Nin

        11 de julho de 2016 às 05h25

        lembrando que esses blogs estão para sofrer uma caça às bruxas. Se Dilma for mesmo afastada, todos teremos a obrigação de ajudar a imprensa livre. O momento é horrível. E esses caras como o Ferraço não sabem, não querem e não gostam de democracia. Vão dar cambalhotas com o governo golpista e entreguista. Sonham em ser engraxates nos Estados Unidos

        Responder

        Ferraço

        11 de julho de 2016 às 15h21

        Estou apenas me divertindo com a queda da quadrilha vermelha. Se você faz parte dela e se ofende, paciência… vai chorar na cama que é lugar quente. Eu gosto de zuar “progressistas” que não progridem nada.

        Responder

          Inez OLudé G-Kaiowá

          24 de julho de 2016 às 04h42

          gente um kit pra voces se livrarem dos vampiros

          Inez OLudé G-Kaiowá

          24 de julho de 2016 às 04h46

          e eu com a sua “inteligencia” deve ter estudado na escola sem partido

      Ferraço

      10 de julho de 2016 às 22h01

      Um imbecil mortadela inútil defendendo sua quadrilha com retórica falida que não convence nem a si próprio… quanta esperança!

      “Pena” que não adiantará nada. O PT está politicamente acabado. Tornar-se-á menor que o PSOL. Tá escrito.

      Responder

        Antonio Passos

        10 de julho de 2016 às 23h30

        É com idiotas como você, que foi construído este país ridículo, sacaneado durante 500 anos. Só tivemos 14 anos de vida como nação, foi com o PT. Tempo que Lula participava do G8, éramos referência mundial de sucesso na luta contra a fome e … Deixa pra lá, um estúpido como você não vai entender mesmo. Continua o que a Globo te ensinou.

        Responder

        Galvão

        10 de julho de 2016 às 23h38

        Está escrito na bunda da sua mãe. Se é que você não foi achado no lixo, e nem sabe que ela é.

        Responder

          Ferraço

          11 de julho de 2016 às 15h22

          Owwwwnnnnn… magoei um petista!

          “Mimimi… o PT não vai acabar nada, seu feio”. Kkkkkk

          Inez OLudé G-Kaiowá

          24 de julho de 2016 às 04h54

          esepro nao magoar desturindo seus herois fajutos kkkkk

    Galvão

    10 de julho de 2016 às 23h35

    Engraçado que os delatados são quase todos do PMDB, PP, PSDB. O Aécio que QUASE se elege presidente em 2014, e perdeu para o PT/Dilma, é hexa delatado. Estamos aguardando a justiça provar que as contribuições eleitorais declaradas ao TSE, e aprovadas pelo tribunal ao PT é propina. E as contribuições feitas aos demais partidos são legais. No mais: vá se ferrar ferraço babaca!
    PS.: O PT está com mais de 1.600.000 filiados, e continua crescendo mês a mês. Chupa que é de uva!

    Responder

      Ferraço

      11 de julho de 2016 às 15h30

      Deixa de ser mau caráter. Desde o início dos trabalhos em torno do Petrolão o campeão entre os delatados é o Zé Dirceu. Ele aparece em praticamente TODAS AS OPERAÇÕES DA LAVA JATO. Além dele, há vários outros petistas delatados: Lula, Dilma, Vaccari, Delúbio, Delcídio, André Vargas, Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo, Lindbergh Farias, Humberto Costa, Aldo Rebelo, Antônio Palocci, Berzoini, Edinho Silva, Paulo Ferreira, Jaques Wagner, Erenice Guerra, Giles Azevedo e outros que não lembro agora. Não vem com esse papinho de que “quase todos são do PMDB, PP, PSDB” que não cola. O partido mais implicado na Lava Jato e que comandou o esquema é o PT e fim de papo.

      Responder

        José Cordeiro

        12 de julho de 2016 às 20h03

        Discurso “padrão Globo de informação”.

        Responder

    M. P.

    11 de julho de 2016 às 01h30

    É essa narrativa imaginada e inventada que está destruindo o Brasil. As palavras também matam e destroem e esse discurso mentiroso sobre a situação política no país não é verdadeiro nem inocente. A classe média porque odeia os pobres, os negros e a esquerda comprou a propaganda da Veja e da Globo que o PT era o maior corrupto do Brasil quando as delações apontam sobretudo para outros partidos da direita. Essa narrativa inventada teve como intenção destruir o PT, Dilma e Lula assim como os resultados das políticas sociais que o mundo inteiro celebrou e destituir uma presidenta democraticamente eleita, usurpando a governação através de um poder que está todo armadilhado e corrompido desde o congresso ao supremo. A votação do Impeachment conduzido pelo corrupto Cunha e transmitida no estrangeiro confirmou a ideia que o mundo estava a começar a fazer do Brasil como uma República das Bananas. O atual governo de Temer só consolidou essa imagem com o governo a ser percebido no exterior como uma quadrilha de bandidos. Quantos países reconheceram este governo? Tenho a certeza que a História vai condenar-vos como a Direita Golpista que destruiu o Brasil.

    Responder

      Ferraço

      11 de julho de 2016 às 11h39

      Olha só o nível do sujeito que vem me falar em “narrativa inventada”. Rsrsrs…

      Chega a dar pena! E esse seu discursinho cheio de cliches? “classe média”, “odeia pobres e negros”, “Veja”, “Globo” e blá blá blá…

      Quem está provando que o PT é o maior corrupto do Brasil são os FATOS apurados pela equipe da Lava Jato. A diferença do PT para o PMDB, PP e demais partidos é evidente. Nestes, existem indivíduos corruptos que roubam em benefício próprio. Já os petistas, além de roubarem em benefício próprio, roubam em prol da manutenção do partido no poder. Roubam em prol de uma causa totalitária. Não contente em saquear o Erário, essa corja vermelha tenta afanar a democracia. É óbvio que esse partideco tem que ser destruído. E SERÁ!

      Por fim, se o “poder está todo armadilhado e corrompido do Supremo até o Congresso” a culpa é do PT que conduziu a República de maneira torpe, fisiologista e plutocrata desde o início do governo Lula.

      Responder

        M. P.

        11 de julho de 2016 às 17h59

        Se pensa que vai destruir o PT prepare-se para uma guerra civil, se o PT for atacado terá direito a resistir. Vou morrer a rir a ver a classe média branca a borrar-se de medo!

        Responder

        José Cordeiro

        12 de julho de 2016 às 20h02

        O discursinho é clichê porque a realidade é clichê, se a realidade não muda não pode mudar a narrativa sobre ela.

        Responder

        Inez OLudé G-Kaiowá

        24 de julho de 2016 às 04h30

        acho que você nao lê nem os jornais golpistas pra falar t
        anta besteira assim

        Responder

        Inez OLudé G-Kaiowá

        24 de julho de 2016 às 04h39

        me pergunto o que os termos plutocracia, fisiologista estao fazendo ai: plutocracia é agora com o governo do velhaco Temer,e tudo adquirido pela base do roubo, sonegaçao, branqueamento, envio a paraisos fiscais. significado,”Proveniente do grego, a palavra Plutocracia significa governo da riqueza, ou seja, trata-se de um sistema político em que o poder está concentrado nas mãos dos indivíduos que são detentores das fontes de riqueza da sociedade. Fisiologia é um termo medical,uma profissao mesmo, fisiologia é uma área de estudo da biologia responsável em analisar o funcionamento físico, orgânico, mecânico e bioquímico dos seres vivos.
        O termo fisiologia se originou a partir da junção do grego physis, que significa “funcionamento” ou “natureza”, com a palavra logos, que quer dizer “estudo” ou “conhecimento.
        Assim, o significado de fisiologia seria “conhecimento da natureza” ou “estudo dos funcionamentos”.
        Em suma, a fisiologia é o estudo das funções dos organismos vivos, sejam eles do reino animal ou do reino vegetal. Nao dà nem pra explicar tanta é a burrice deste post

        Responder

    Pedro Martins

    11 de julho de 2016 às 08h29

    Repense. A quem você pretende enganar com este perfil falso? Pobre alienado é mesmo uma merda.

    Responder

      Ferraço

      11 de julho de 2016 às 12h22

      Na falta de argumentos para refutar o que escrevi resta contestar o meu perfil. Típico!

      Chora mais, petralha ressentido. Ao menos o direito de espernear você ainda tem.

      Responder

    Leonardo Leão

    11 de julho de 2016 às 08h31

    A imagem do Brasil com o PT foi a melhor dos últimos tempos!
    O erro foi não ter aprovado uma lei de mídia.
    É um absurdo o que a mídia empresarial canalha vem fazendo por aqui. É uma luta desigual.

    Responder

      Ferraço

      11 de julho de 2016 às 11h20

      Sim, claro. É por isso que sua presidenta foi afastada do cargo e seu guru, o Lula, está com mais de 60% de rejeição. É por isso que nos dias 13/03/2015, 12/04/2015, 16/08/2015, 13/12/2015 e 13/03/2016 ocorreram as maiores manifestações deste país a favor do impeachment da presidentA incompetentA. É por isso que a economia encolherá mais de 8% ao se acumular os anos de 2015 e 2016, além de não ter crescido nada em 2014. É por isso que o Brasil está fora de praticamente todos os acordos multilatereis de comércio no mundo. É por isso que a inflação chegou a dois dígitos. É por isso que todos os tesoureiros do seu partido estão presos. É por isso que etc… e etc…

      Enfim, a imagem do Brasil com o PT é a melhor possível. Parabéns pra vocês!

      Responder

        Gringani Crestani

        11 de julho de 2016 às 17h50

        E pensar que pode haver pessoas ainda mais podres do que Temer e CUnha é desesperador. Se há algo de bom nisso tudo é ver um Ferraço saindo da toca sem vergonha de ser boçal. A luz é o melhor detergente!

        Responder

        Inez OLudé G-Kaiowá

        24 de julho de 2016 às 04h25

        fastada por bandidos , réus e corruptos ,nao é nenhuma referencia

        Responder

        Inez OLudé G-Kaiowá

        24 de julho de 2016 às 04h27

        vamos peitar na rua di a 31 com os trouxinhas?

        Responder

      katia dos santos guimaraes

      11 de julho de 2016 às 16h34

      Na verdade a culpa é dos eleitores do PT que votou na Presidente mais esqueceu de formar a bancada . Se é que sabem o que é bancada. Nenhum Ser poderá governar o Brasil se não tiver uma bancada que apoie esse ou aquele Presidente. Veja que o atual congresso e senado está fechado com os EMPRESÁRIOS representados por um Eduardo Cunha a outra parte é dos conservadores ,que já garantiram aposentadoria especial para Pastores. Quanto ao povo Vem uma Oferta de 80 horas trabalhadas por semana oferecido pela : CNI pede mudança em leis trabalhistas e cita jornada de 80 horas semanaisRobson Braga de Andrade, presidente da entidade, mencionou alterações recentes ocorridas na França
      08/07/2016 às 14:43 – Atualizado em 08/07/2016 às 18:46
      Agência Estado
      ‘O mundo é assim e temos de estar abertos para fazer essas mudanças’, disse o presidente da CNI(Agência Estado/VEJA)
      Após mais de duas horas de reunião com o presidente interino Michel Temer e com cerca de 100 empresários do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, disse nesta sexta-feira que, para o governo melhorar a situação do déficit fiscal, serão necessárias “mudanças duras” tanto “na Previdência Social quanto nas leis trabalhistas”.
      Em entrevista depois do encontro, Andrade citou alterações recentes ocorridas na França. “Vimos agora o governo francês, sem enviar ao Congresso Nacional, tomar decisões com relação às questões trabalhistas. No Brasil, temos 44 horas de trabalho semanal. As centrais sindicais tentam passar esse número para 40. A França, que tem 36, passou para a possibilidade de até 80 horas de trabalho semanal (sic; são 60 horas, segundo correção posterior feita pela assessoria de imprensa da CNI) e até doze horas diárias de trabalho. A razão disso é muito simples”, argumentou o dirigente. “A França perdeu a competitividade de sua indústria com relação aos demais países da Europa. Agora, está revertendo e revendo suas medidas para criar competitividade. O mundo é assim e temos de estar abertos para fazer essas mudanças. Ficamos ansiosos para que essas mudanças sejam apresentadas no menor tempo possível.”
      Andrade elogiou as medidas fiscais do governo. “Um déficit de 139 bilhões de reais [para 2017], acho que foi uma demonstração de responsabilidade do governo apresentar as dificuldades que tem e o esforço que será feito para contornar essas dificuldades”, afirmou.
      Segundo ele, ao considerar que, em 2016, o déficit será 170 bilhões de reais, a conclusão é que haverá, em algumas áreas, crescimento de despesas governamentais. “É claro que a iniciativa privada está ansiosa para ver medidas duras, difíceis de serem apresentadas. Por exemplo, a questão da Previdência Social. Tem de haver mudanças na Previdência Social. Caso contrário, não teremos no Brasil um futuro promissor”, acrescentou. Robson Braga defendeu também a implementação de reformas trabalhistas. Para ele, o empresariado está “ansioso” para que essas mudanças sejam apresentadas “no menor tempo possível”.
      LEIA MAIS:
      Planejamento: Déficit da Previdência deve ser de R$ 183 bi em 2017
      Governo anuncia medidas para rever benefícios da Previdência
      CNI piora estimativa para o PIB, para queda de 3,5%
      O presidente da CNI reiterou a posição da entidade, contrária ao aumento de impostos. “Somos totalmente contra qualquer aumento de imposto. O Brasil tem muito espaço para reduzir custos e ganhar eficiência para melhorar a máquina pública antes de pensar em qualquer aumento de carga tributária. Acho que seria ineficaz e resultaria, neste momento, na redução das receitas, uma vez que as empresas estão em uma situação muito difícil”, disse ele.
      Também presente no evento, a presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes), Maria Silvia Bastos Marques, informou que o banco investiu 6 bilhões de reais em inovação nos últimos dois anos. A MEI, com a qual Temer se reuniu, agrega mais de 100 líderes das maiores empresas do país. O grupo tem o objetivo de formular propostas de políticas públicas e estimular a inovação nas empresas.
      (Da redação)
      TAGs:CNITrabalho

      Pela Web

      Responder

    Atineli

    11 de julho de 2016 às 10h38

    Hahaha… ou vc não leu o post ou é um coxinha financiado pra dizer asneiras. Acorda cara a va estudar e aprender a fazer críticas. Acredita em narrativas falaciosas da rede esgoto e acha que está abafando. Quem não acredita mais na elite é e sempre foi o povo…. Já acordou ??!!!…

    Responder

    Grampola

    11 de julho de 2016 às 13h06

    Parabens pra vc, que sente saudade ou desconhece como era o Brasil antes do PT, e vem comesse monte de papinho bosta de golpista modinha da globo.

    Responder

    José Cordeiro

    12 de julho de 2016 às 19h59

    E os outros quinhentos ???

    Responder

    Inez OLudé G-Kaiowá

    24 de julho de 2016 às 04h17

    isso é totalmente falso, eu moro no exterior hà 43 anos, antes nem as universidades aceitavam as estatisticas produzidas no Brasil por serem falsas, a ditadura militar foi denunciada em todos os paises, os refugiados brasileiros acolhidos,a imprensa dava o Brasil como um pais violento, sem controle e com militares corruptos e fascistas promotores da bundolatria barasileira para atrair turismo sexual. Com o governo de fhc, so saia aqui as palavras corrupçao,miseria e desigualdade social. Jà com o governo de Lula, a imagem começou a mudar, o Brasil virou um pais reconhecido, serio em movimento promissor, tanto que Lula recebeu dezenas de titulos de doutor honoris causa,de difrerentes unviersidades do mundo,é convidado pelo mundo inteiro pra fazer palestras, pela sua prestança, pela sua governança e pela sua presença humana e empatica com a pobreza no mundo. Ganhou premios pelos seus programas e muitos paises adotaram alguns destes programas.Agora,com o golpe, o que sai aqui é uma vergonha sobre o governo machista, bandido, corrupto,parlamento corrupto, camara leigslativa de baixo nivel e ocrrupta, imrpensa sem ética, globo imoral e sonegadora de impstoos. O que si na imprensa é que os brasileiros sao burros,acreditam em hisotira pra boi dormir, leem horoscopos para saber o que vai dar na politica, que tiraram uma pessoa honesta e colocaram bandidos no poder. O Temer està sendo comprado com o ditador erdogan: falso, traira, mentiroso, ladrao, corrupto, cinico, burro, rodeado de um governo de jumentos réus e com um bando de trouxas defendendo ele,mesmo sabendo que vao se fuder com 80 horas de trabalho por semana, salario congelado por 20 anos e a pesao aos 75 anos, ou seja, me engana que que gosto de ser escravo. Fora Temer, volta querida, nao ageuntamos mais tanta burrice destes trouxinhas!

    Responder

Isso Mesmo

10 de julho de 2016 às 19h57

É o retrato do Brasil Banana. Mas isso não vai mudar se não tiver avanços na comunicação. Essa gente não tem acesso ao diálogo e sofre alienação pelo PIG. Não possuem noção do estado em que estão. Ai é o desafio.

Como falar com essas pessoas e abrir os olhos delas para a luta progressista?
Como transformar assuntos complexos em algo de fácil digestão e entendimento?
Como realizar esse processo de desconstrução sem causar traumas?

Uma solução é mostrar que é possível mudar até eles perguntarem como? A partir daí, devagarzinho os conceitos vão sendo debatidos, sempre com o povo ditando a velocidade da marcha.

Responder

    Rodrigo

    10 de julho de 2016 às 21h02

    Enquanto houver a Globo o Brasil ser um Pais em enterno desenvolvimento. Escreva ai, assino embaixo, falo de carteirinha, moro em Londres ha mais de 20 anos. Esta e’ a visao de um cidadao que mora e vive em um Pais civilizado. A midia do Brasil e’ responsavel pelo atraso do Brasil, pela violencia, pelo racismo, pela desigualdade, enfim um setor medieval que sem uma reforma, nenhuma outra reforma fara o Brasil melhor,

    Responder

      Isso Mesmo

      10 de julho de 2016 às 21h49

      Mas n se trata apenas de reforma da mídia. É preciso oferecer alguma alternativa. Hj vc liga a TV, rádio ou computador, e as únicas fontes são o PIG. O cidadão comum. A “massa”, de um modo geral, só tem o PIG como saída de entretenimento e informação. Tem os blogs progressistas, mas são todos carregados de política e assuntos complexos para o público geral. As outras saídas são sempre pouco conhecidas (VICE, Samuel, Catraca Livre, Nexo, Nova Brasil, Antena 1, Medium, etc) ou falam em linguagem complexa pros mais simples ou são voltadas apenas para um grupo específico de pessoas. O que resta é correr pro UOL, IG, Yahoo, BOL, Jovem Pan, Jornal Metro, etc. O PIG pode ter o monopólio, o dinheiro e a abrangência, mas é na ala progressista onde estão os grandes talentosos. Onde a criatividade e transformação acontece. O que precisa é reunir essa galera e criar um movimento coeso indo AONDE O POVO ESTÁ. Uma ideia que eu deixei no DCM uma vez falava sobre a criação de portal de notícias abordando todos os temas (esporte, cinema, celebridades, política, economia, etc) não para “doutrinar pessoas”, mas para oferecer uma alternativa equilibrada aos portais do PIG. Os brasileiros querem coisas melhores do que shopping e Zorra Total aos sábados. Coisas mais edificantes que Cidade Alerta e Brasil Urgente ao final dos dias. Noticias mais positivas que que as mostradas pelo PIG em cada manhã. Mas que está disposto a levar isso a elas?
      Temos que preencher este espaço.

      Responder

        Isso Mesmo

        10 de julho de 2016 às 22h09

        E digo mais Rodrigo (porque hj eu tô com sangue no zoio). O que tem de
        gente nesse pais, quadrinista, escritor, jornalistas, cineastas,
        arquitetos, colunistas, pensadores, fotógrafos, cantores, compositores,
        desenvolvedores de jogos, e muito mais. Gente com talento, que quer
        fazer diferença e mostrar suas obras. Mostrar o lado brasileiro e
        soberano, mas não conseguem. E o que tem de gente procurando saídas ao
        padrão de cultura e informação do PIG. Procurando coisas mais ligadas a
        realidade brasileira. Gente que quer sair da “matrix”. Cara não é pouca
        gente. Mas infelizmente, a parte progressista não está sabendo trabalhar
        este cenário.

        Responder

      Isso Mesmo

      10 de julho de 2016 às 22h06

      E digo mais Rodrigo (porque hj eu tô com sangue no zoio). O que tem de gente nesse pais, quadrinista, escritor, jornalistas, cineastas, arquitetos, colunistas, pensadores, fotógrafos, cantores, compositores, desenvolvedores de jogos, e muito mais. Gente com talento, que quer fazer diferença e mostrar suas obras. Mostrar o lado brasileiro e soberano, mas não conseguem. E o que tem de gente procurando saídas ao padrão de cultura e informação do PIG. Procurando coisas mais ligadas a realidade brasileira. Gente que quer sair da “matrix”. Cara não é pouca gente. Mas infelizmente, a parte progressista não está sabendo trabalhar este cenário.

      Responder

    Inez OLudé G-Kaiowá

    24 de julho de 2016 às 04h48

    como falar com um fascista? veja os videos de Marica Tiburi

    Responder

Michele

10 de julho de 2016 às 18h43

Para o Brasil deixar de ter essa imagem , de pais de negros ferrados, pobreza e prostituição, a saída é investir no empoderamento dos negros, dos pobres das mulheres, investir pesado em desenvolvimento humano, desses grupos mais vulneráveis, e isso é tudo que a direita não quer fazer, pois eles governam para os mais ricos, não combatem a desigualdade, ou seja a direita deixa o Brasil num beco sem saída condenado a eterna mediocridade e viralatagem. Muita gente que ama o Brasil e quer ver ele melhor, mesmo sendo de direita não consegue entender essa logica, o Brasil precisa é de mais 50 anos de governos progressistas pra sair dessa situação!

Responder

    Isso Mesmo

    10 de julho de 2016 às 20h16

    Certo Michele. Mas como fazer isso num contexto onde o negro acha que cotas são uma forma de desprestigiá-lo? Onde a maior parte das mulheres tem pensamento machista? Onde tem muito funcionário acreditando que direitos trabalhistas contribuem para o desemprego? Onde o brasileiro acredita que cobrar políticos não dá em nada? Onde ditados do tipo “sou pobre, mas sou feliz” , “riqueza não traz felicidade” , “prefiro ser um pobre saudável do que um rico doente”, recheiam o imaginário popular?
    A população permanece em um estado de anestesia e mexer nisso é algo muito perigoso. Veja no que as Jornadas de Junho se transformaram? Um movimento genuinamente questionador das condições políticas e sociais foi cooptado pelas forças golpistas e transformado no Carnacoxinha.
    Na esquerda e na direita existem forças que lucram com a mediocridade das pessoas e isso só pode ser combatido com uma força poderosa de comunicação que não se submeta a exageros ideológicos. Um exemplo disso foi o caso da restrição do uso de dados na internet. A esquerda disse era fruto da plutocracia jogando no rabo da direita que respondia dizendo se tratar do resultado da interferência governamental por meio da Anatel, jogando no rabo da esquerda. Mas o que fez diferença foi a reação popular e comunicação organizada, independente da ideologia.
    Não se trata de defender uma 3° via, mas o que o Temmer, PIG e sua corja de golpistas coxinhas desejam é um pais semi-colonial. Eles defendem o indefensável e pensam de uma forma que até os verdadeiros intelectuais de direita não concordariam. Não se trata de esquerda versus direita, mas sim de evolução contra retrocesso. E nisso, precisamos construir uma base de comunicação forte junto e essas pessoas mais vulneráveis para então abordar conceitos como o empoderamento, cujo boa parte dessa gente nem sabe o significado.

    Responder

      Michele

      10 de julho de 2016 às 21h25

      Você tem razão, falta muita informação para o desenvolvimento da consciência do povo, você vê esses grupos segregados com frequência jogando contra si mesmos, mas nas grandes mídias é que você não vai encontrar essa informação e agora querem proibir até as escolas de desenvolver alguma consciência social, chamando isso de doutrinação. O cerco parece que esta se fechando.

      Responder

        Isso Mesmo

        10 de julho de 2016 às 22h13

        Não parece. Está se fechando. Aproveite bem o Cafezinho, porque se as coisas continuarem assim, daqui uns 2 anos esse blog vai pro saco.

        Responder

Carlos Dias

10 de julho de 2016 às 15h38

Não vamos voltar a ser o país da exclusão… A angústia desses dias de aparente impotência é monstruosa, assustadora, mas não há como reverter certas coisas. Os golpistas vão enfrentar cada vez mais protestos.. essa calmaria é a que antecede poderosas tempestades.

Responder

    Maria Thereza G. de Freitas

    10 de julho de 2016 às 17h18

    tomara que vc esteja certo

    Responder

    Octavio Filho

    10 de julho de 2016 às 20h33

    Será que tudo isto não seria a oportunidade de todos (menos os coxinhas) se unirem. Porque a gente vê o tempo todo, todos reclamando, enquanto os fascistas agem. Infelizmente não podemos contar com o MP e o judiciário. Temos que contar com a gente mesmo. A união faz a força.

    Responder

      Pedro Martins

      11 de julho de 2016 às 08h40

      Verdade. Só podemos contar conosco mesmos. Ou nos unimos e caímos na porrada com esses caras ou eles continuarão achando que têm direito de fazer o que fazem.

      Responder

        Octavio Filho

        12 de julho de 2016 às 00h53

        A união faz a força. Mas a força por si só não leva a nada. Tem que ter inteligência. Eu analiso muito o caso Israel x Palestina. Israel é um país pequeno, mas possui muita tecnologia. A Palestina também é pequeno, mas pouco desenvolvida. A superioridade dos israelenses está na tecnologia e nas suas instituições de inteligência. Alguns grupos palestinos usam de ações de guerrilha para atacar os israelenses. E são sempre dizimados. Quanta coragem, mas quanta falta de bom senso. A mesma coisa seria tentarmos partir para o confronto com eles. Eles têm a grande imprensa, a polícia, o MP e o judiciário do lado deles,

        Temos de nos unir, discutir problemas e soluções. Financiar ações. E desenvolver tecnologias para combater os entreguistas. Imagine um boicote com toda a esquerda aderindo. Boicotar até determinada empresa falir. Os outros empresários ficariam com o pé atrás, antes de financiar a mídia para detonar a esquerda. Criar um jornal impresso de baixo preço. Ou até mesmo uma rádio. Tudo financiado através de uma sociedade onde todos participam e são donos.

        Responder

    Isso Mesmo

    10 de julho de 2016 às 20h37

    Einstein já dizia “a mente que se abre a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho original”. Isso é verdade Carlos. O que precisamos para combater o retrocesso é de uma base de comunicação forte (sempre defendo isso rsrs) para levar o diálogo a essas pessoas. Mas tem que ser um diálogo adaptado a realidade delas. O lado bom é que nestes últimos 12 anos, o país teve muitos avanços. Apesar do foco no poder de consumo, houve crescimento na parte social e consciência política. Essa parcela da população não concorda com o governo golpista e tem muita gente que gostaria de participar da luta, mas não consegue ora por falta de incentivo, ora por falta de comunicação dos progressistas.
    Estava querendo participar de algo em minha cidade, mas quando soube, já tinha acontecido. Caramba, que falta de divulgação. Será que os movimentos estão falando apenas com os movimentos? Existe uma agenda geral de eventos contra o golpe ou cada um divulga por si? Estão dando a devida atenção ao interior dos estados?
    Digo isso por que tem muita gente com a mente aberta que não deseja retrocesso, mas a luta não está chegando a elas. Fica a dica porque não poderemos dar um passo para trás.

    Responder

Deixe um comentário