Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

O juiz federal Sergio Moro participa na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado de audiência pública sobre projeto que altera o Código de Processo Penal (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Precisamos falar sobre o golpe. Por Xico Sá

Por Redação

17 de julho de 2016 : 15h39

Assim como no amor e na vida, o Brasil que se vê na tevê e nos jornais, ave, é um país que escolheu a fantasia do golpe político

por Xico Sá, no El País

Precisamos falar sobre o jornalismo brasileiro que só julga puta, preto e petista, quase sempre atendendo um juiz moral de primeira instância. O resto é só tornozeleira eletrônica ou, se for tucano, inimputável, jamais cadeia. Resta uma pergunta sobre a ideia de justiça: todos iguais perante a lei, não sei?

Rapaz, que prendam os petistas, mas por que só os petistas? Por que o juiz Sérgio Moro, o mesmo do escândalo do Banestado, rombo maior que o Petrolão, nunca prendeu um tucano, ave tão envolvida quanto? O Banestado talvez seja o maior roubo de todos os tempos no Brasil, mas quem diz que isso interessa à imprensa brasileira!

Chega de pergunta. Para. Parei. Moro deve ter suas razões nesse caso, que se explique.

Precisamos falar sobre o jornalismo brasileiro que só julga puta, preto e petista Não sou puta, quem dera…

Não sou porra nenhuma, mas já votei com muito gosto em Lula, o maior presidente da República do Brasil de todos os tempos, o cara que botou o Nordeste na bonita roda da ciranda do avanço, só Luiz Inácio fez a grandeza, repito, que fodido (sic), com todo respeito.

Só há uma ideia de justiça: a que vale para todos. Se não for assim, não há justiça, a humanidade toda sabe disso. Não adianta a TV foder só e sempre um lado, minha mãezinha tá de olho e sabe das coisas da vida, caro Vonnegut. Não adianta.

Deixa quieto, fica a provocação de fato, meu meu amado Kurt? Sofreria deveras se me interessasse, por exemplo, sobre como o jornalismo brasileiro cobre a realidade. Deixa o sorvete da vida popular sem cobertura. Não cobre.

Sim, andei lendo o “número zero”, livro de Umberto Eco, que porrada no jornalismo mentiroso, mas deixa quieto. Prefiro falar sobre outro tipo de ficção. O amor de fato, por exemplo, se vinga, moçada.

Golpe do golpe

Assim como no amor e na vida, o Brasil que se vê na tevê e nos jornais, ave, é um país que escolheu a fantasia do golpe político. Que triste. Óbvio que a esquerda brasileira, de tão desunida, nossa!, acaba referendando, a maior sacanagem de direita, com ajuda midiática golpista, de todos os tempos.

Deixa quieto um caralho. Epa! Sem palavrão, seu cronista. Cadê o lirismo de Paulo Mendes Campos, cadê?

Yes, sempre careço da ajuda do velho Kurt Vonnegut. Ele que me deixa instigado. Também me segura. Já iria mandar a direita pra puta q o…

Como pode, por exemplo, o golpe seguir com esse silêncio todo? O golpe parlamentar sem um editorial contra essa safadeza, sem um jornal digno contra essa escrotidão toda.

O Brasil vive o maior golpe de Estado silencioso de todos os tempos…

O que mais intriga é que o golpe, com ajuda midiática, não tenha mais ninguém nas ruas contra essa barbárie.

Perdão. Tem sim. Os brasileiros de verdade, os sem-teto e os sem terra, num país que não conseguiu fazer reformar agrária desde 1500, estão na peleja. Estou com eles, sempre.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gigliolla Bertolotte

18 de julho de 2016 às 09h29

Gostaria de saber como explica todos escândalos de roubo envolvendo Lula e seus cupinchas?? Decepção Xico Sá…o nordeste que tanto fala continua miserável uma vez que os coronéis (políticos) manipulam muito bem as mazelas deste povo….O PT é culpado e provado… O PT não governa para o povo Brasileiro, governou para seu bem próprio, movido por pessoas que acreditaram que o país finalmente cresceria e nos tornariamos uma potência… infelizmente a potência que nos tornamos foi de ter políticos corruptos, empresários e justiça corruptas , tudo pela ganância e egoísmo… Não sou coxinha e nem mortadela…Sou Brasileira e defendo o meus pais verde e amarelo …e acima de tudo o Juiz Sérgio Moro porque através da Lava jato ficamos conhecendo o lado negro da política sem vergonha de nosso país .

Responder

Ricardo Gomez Filho

18 de julho de 2016 às 08h40

Bom, duante do quadro que se apresenta (um golpe produzido, urdido e ocultado por parte importante da imprensa brasileira) para causar a sensação na população de que tudo está normal nas terras de Cabral, se nossa voz foi novamente silenciada — apesar do esforço dos ‘blogueiro sujos’ — enfim, se não encontramos meios democráticos de fazer a disputa porque a ficção televisiva já não nos atende e é preciso estabelecer uma nova ordem, garantir que a comunicação tenha imparcialidade, portanto, que também os trabalhadores possam falar e ser ouvidos nas questões que lhes interessa, se é hora do povo ter voz e não só o capital dominar de uma só vez os meios de comunicação de massa, o Congresso e a Justiça para ter suas causas atendidas, enquanto as classes menos favorecidas e a população em geral (que foi cegada pela perversidade do sistema vigente) não encontram respostas e esperanças mesmo diante da promessa de um futuro melhor divulgada pelos capitães do golpe, então amigos, não resta mais outra alternativa. É hora da revolução. É hora de deixar o PS3, o PS4, o XBox, a Netflix, as novelas, o JN, a compra nos shopping, a feira, de lado. É hora de para de passar pretinho nas rodas do carro, de fechar a mangueira, de desligar o som dos carros e das lages e mudar o ruído. É hora de sair de casa, da fab, do trabalho e ir às ruas contra o Estado que se apresenta. Já não mais é possível viver nessa situação. Com armas ou com as mãos? Com o que te defenda.

Responder

Canhoto

17 de julho de 2016 às 23h51

Caro Chico Sã, não creio que vá ler esta participação, mas aos que lerem deixo meu comentário. Acabou, no meio político brasileiro qualquer tipo de senso, e como não há também justiça que os afete, ficamos nos, não enrolados no caso, afeitos as marés. Temos que discutir tudo isto aqui dentro, mas não há força interna que vença o ataque externo sem a união do povo. Só que com a imprensa que temos, vamos nos relegar a petralhas e coxinhas, mesmo sabendo que esta divisão foi implantada e que os defensores do golpe não sabem nada do país e vão continuar bombardeando o PT. Apesar do golpe ser da direita mundial. Eles nunca hão de querer entender ou admitir.

Responder

Andre_Gotha

17 de julho de 2016 às 19h58

Será que a fixação de Moro pelo “nine” seria explicada por Freud?

Responder

Marcvs Antonivs

17 de julho de 2016 às 19h08

Sinceramente, não suporto mais olhar pra cara desse homem.

Responder

Marivane

17 de julho de 2016 às 16h41

Existe golpista maior que o próprio juiz…

Responder

Deixe um comentário