Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O Golpe

Por Mariana T Noviello

10 de agosto de 2016 : 21h41

Primeiro desafiaram nossa consciência, nossa ética.
Não entendemos, nos calamos.
Afinal não era conosco.
Sem reação nossa, eles seguiram.
Assistimos atônitos à escalada de feitos que achávamos impossíveis.
Boquiabertos, hesitamos.
Mas eles continuaram. Desafiando nossa incredulidade.
Muito tarde, reagimos.
Saímos nas ruas, eles nos esconderam.
Nos manifestamos, protestamos.
Nos deletaram do presente virtual, das folhas dos jornais.
Gritamos, exclamamos, reclamamos, escrevemos, relatamos,
Choramos no vazio…
Encontramos novos meios de nos expressar,
Fizemos novos amigos,
Ocupamos escolas e ministérios,
Analizamos, mostramos provas.
Cantamos E, criativos, criamos.
Falávamos com nós mesmos?
A ousadia deles foi crescendo.
Ignoraram nossas vozes, nossos votos, nossas cores e nossos gêneros.
Rasgaram nossa Constituição.
Fizeram de nossas leis farelo.
Nos creem burros e sem memória.
Acham que não entendemos política e nem jurídica.
Inventaram pedaladas e decretos.
Votações adiantadas, escândalos desproporcionais
O desprezo deles por nós é grande,
Até pararam de fingir.
Proibiram atos de protesto perante o Mundo,
E na nossa cara, jogaram abertamente.
O brilho das Olimpíadas ofuscou os nossos olhos.
Embranquecidas nossas vistas, aconteceu.
Quase sem vermos,
Quase sem protestos,
Quase sem gritos,
Sem esperança.
O Golpe.
Quase consumado?
E nós?
Vamos aceitar?

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rosiane Oliveira

11 de agosto de 2016 às 17h41

Não aceito! Nunca! Jamais! Mas as ruas estão vazias…

Responder

Celso Junqueira

11 de agosto de 2016 às 13h54

Vamos aceitar sim. A Dilma, quando deixar a Presidência definitivamente, irá fazer omeletes na Ana M. Braga e dará entrevistas para o Jornal Nacional. Afinal, é preciso se comunicar com o eleitorado, não é mesmo?

Responder

Francisco Alves

11 de agosto de 2016 às 11h51

ENTENDA A CRISE NO BRASIL
O Brasil é um dos celeiros do mundo e todas as suas commodities, desde a crise de 2011, estão com preços em baixa. Por outro lado às empresas, comandadas pela CNI, não conseguem concorrer no mercado globalizado, conduzida pela China. Portando, os industriais mais as oligarquias com o apoio da “Grande Mídia” formam as elites do Brasil – são 5% da população e detém 60% da riqueza do Brasil – TODOS ESTAM FALINDO E JUNTOS SÃO OS COMANDANTES DO IMPEACHMENT. Generalizando eles vivem nas “Tetas do Estado”, comandam cartéis, monopólios, oligopólios, são sonegadores de impostos e sempre comandaram “lobbys” de deputados e senadores que brigam por seus interesses – O OBJETIVO ESTÁ BEM CLARO: QUEREM AS EMPRESAS PÚBLICAS (DE PREFERENCIAS DOADAS) PARA CONTINUAREM SENDO RICOS – ELES SE PROCLAMAM OS “DONOS DO BRASIL”. A “Grande Mídia”, que são de 6 famílias que dominam todas as notícias no Brasil: Globo, Veja, Folha, Estadão, SBT, etc utilizam, em seus jornais, táticas de lavagem cerebral para manipular a sociedade para os seus objetivos: mentem, distorcem, direcionam, subvertem e repetem dezenas de vezes as notícias a seu favor – SEUS JORNALISTAS HIPÓCRITAS DEFENDEM AS OPINIÕES DOS DONOS DA “GRANDE MÍDIA” – OS INTERESSES DELES SÃO MESQUINHOS, SEM QUALQUER COMPROMISSO COM A NAÇÃO.
O problema do Brasil, que é assaltado há muito tempo pelas elites e pelos políticos eleitos por eles, não é a corrupção, uma possível ameaça Bolivariana e nem o tríplex na praia cafona do Guarujá. Tal fato revela o oportunismo dos ricos, a falta de apreço por nossas leis, por nossas instituições e o escárnio da democracia – CONHEÇO MUITA GENTE QUE TIRA TODOS OS SEUS CONHECIMENTOS SOBRE O BRASIL DOS JORNAIS DA “GRANDE MÍDIA” – IREI COMPLETAR A FRASE DO PENSADOR BRITÂNICO SAMUEL JOHNSON. “O PATRIOTISMO É O ÚLTIMO REFÚGIO DO CANALHA” RICO, ANÓDINO E IGNÓBIL DO BRASIL.

Responder

Atreio

11 de agosto de 2016 às 08h01

nunca aceitaremos. senadores deverão absolve-la pois não houve crime – não há outra escolha possível.
do contrário haverá convulsão social forte. o justo é DILMA VOLTAR!
temer preso! jucá preso! aecio preso! padilha preso! serra preso!

o futuro é nosso, o país tb. até a vitória, sempre!

Responder

Renato Franceschini

11 de agosto de 2016 às 00h03

Não entendemos? Nos calamos? Quem não entendeu foi a Dilma! Não nos calamos, estamos avisando desde 2012, golpe à vista! Agora …

Responder

    Naor Moraes Melo

    11 de agosto de 2016 às 07h39

    Me desculpe Renato Franceschini, mas não entendeste nada! Avisar só não basta, participe ativamente, simples assim; não cobre o tudo de poucos pois o ato de cobra é muito fácil e cômodo! Abraços e não me interprete mal!

    Responder

      Renato Franceschini

      11 de agosto de 2016 às 22h38

      Naor Moraes Melo, talvez vc seja igual a Dilma, e também não teve capacidade para entender que nesses momentos, quem está no comando, tem que ter aquela força natural de reação e mobilização. Como o Brizola teve, ou mesmo o Lula teria caso tivesse sido o candidato em 2014. Mas a Dilma não aceitou ceder, e deu no que deu!

      Responder

Marcio Marconato

10 de agosto de 2016 às 23h50

República Federativa Bananeira do Brasil

Responder

Biana

10 de agosto de 2016 às 23h30

Realmente a ousadia tem sido grande, mas não foi em vão os protestos. Querem matar no cansaço, mas não adianta,pois se fosse assim um operário nordestino e uma mulher torturada nunca teria se tornado presidentes dessa nação. Esse povo não é frouxo, já demonstrou isso várias vezes, e agora não é diferente.
A ‘mídia’ tem tentado esconder o povo, mas isso é impossível, o mundo inteiro viu e está vendo, cada vez mais.

Responder

    André Bacci

    11 de agosto de 2016 às 00h49

    Mi mi mi mi mi mi mi

    Responder

Helton Santana

10 de agosto de 2016 às 23h28

JÁ ACEITAMOS!!!

Responder

    Biana

    10 de agosto de 2016 às 23h30

    De jeito nenhum, não aqui na minha cidade.

    Responder

Ivan Filho

10 de agosto de 2016 às 23h12

Infelizmente a maioria das pessoas não liga. Não sabe. Pensam que não vai fazer diferença na vida delas. Só querem sentar e assistir a novela

Responder

    Rodrigo

    11 de agosto de 2016 às 00h49

    Correto, e agora, eu acho que eles vao adulterar os softwares do sistema das eleicoes eletronicas, E’ preciso urgente auditoria externa presente em nossas eleicoes, que nao seja consultoria americana, mas da Alemanha, France ou Suica por exemplo. Senao vao perpetuarem no poder como em SP por mais de 20 anos. E os donos dos Golpe sao, com certeza : Globo-PSDB-Wall Street

    Responder

      Naor Moraes Melo

      11 de agosto de 2016 às 07h42

      Excelente análise, eles querem impor o modelo de SP. A volta da velha locomotiva! Desistir jamais e Temer nunca!

      Responder

Deixe um comentário