Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Kátia Abreu: golpe foi uma vingança de Cunha aliada a uma conspiração do PMDB e PSDB

Por Redação

03 de setembro de 2016 : 16h59

“Uma vingança de Cunha aliada a uma conspiração”

Senadora diz que impeachment “nasceu da vingança sórdida de Eduardo Cunha” (Foto: Agência Brasil)

no Jornal do Tocantins

Ex-ministra da presidente Dilma Rousseff, que teve o mandato cassado, e senadora, Kátia Abreu (PMDB) fala sobre o impeachment, a participação do seu partido e de Temer no processo e as perspectivas para o futuro.

Senadora, como a senhora vê o impeachment de Dilma?

Na minha avaliação, foi uma vingança do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que não obteve os votos para evitar o processo na Comissão de Ética, e ao mesmo tempo uma conspiração arquitetada por parte do PMDB e do PSDB. Foi uma disputa de poder, a custo de deixar o País em frangalhos. A presidente Dilma enfrentou uma grande crise internacional, mais aliada a uma crise política violenta no Congresso, que não aprovava suas medidas fiscais. Esse era o plano e ainda tinham as pautas bombas, para cada vez mais desgastar a popularidade da presidente com a população e fortalecer a ideia do impeachment.

E o presidente Michel Temer no processo?

No começo das articulações, Temer ficou um pouco constrangido, acanhado e acuado, mas quando viu que havia possibilidade de ocorrer o impeachment ele passou a integrar o projeto. Agora vamos ver no que vai dar.

A senhora ingressou no PMDB pelas mãos de Temer e de Dilma. Naquele momento imaginava que ocorreria essa disputa?

Nunca imaginei e nem a presidente Dilma imaginava. Tanto que defendi na convenção do PMDB que Temer fosse o vice de Dilma. Muitos dos apoiadores do impeachment ficaram contra ele e apoiaram o candidato Aécio Neves (PSDB) para presidente em 2014. Eu sou coerente, ética e não vou para lado A ou B para participar de uma conspiração para tomar o poder de uma presidente da República eleita e que nós apoiamos. Lealdade não pode ser uma palavra só dita ou escrita em um artigo, ela tem que ser uma prática, uma bandeira. Agora, nós apoiamos a presidente, mas imaginemos que ela tenha praticado corrupção, tudo bem, ninguém é obrigada a ficar apoiando. Mas, isso não ocorreu.

Como a senhora vê os próximos meses, agora com o presidente Temer no governo?

Jamais trabalharia contra o Brasil, mas muitas pessoas não vão aceitar o que aconteceu e eles querem fazer de conta que foram eleitos. Em 2014 foi eleita não só a Dilma e Temer, mas todo um plano de governo, e agora não dá para mudar todo esse plano. Não vou aprovar projetos que tiram direitos da população.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Leonisio Barroso

04 de setembro de 2016 às 18h29

No entanto não se vê nada e nem ninguém falando sobre o PL 4850/2016 – 10 medidas contra a corrupção – que muitos parlamentares querem aleijar… Não trazem à tona o fato de que, o que derruba a previdência são as aposentadorias do setor público que abocanham a maior parte dos recursos … Por que será que isso acontece ? A lei não é igual para todos ? Parece que uns são mais iguais do que outros …

Responder

ricardoaraxa

04 de setembro de 2016 às 13h55

Essa katia,vale mais que muitos petistas!

Responder

Alexandre Meira

04 de setembro de 2016 às 10h37

De todas as perdas amigo. Essa e ser a pior:

http://novoexilio.blogspot.com.br/2016/09/o-golpe-na-amendoeira-por-alexandre.html
Compartilhar é uma forma de resistir

Responder

Rogério Maestri

04 de setembro de 2016 às 00h37

Kátia Abreu mostra que o caráter não está associado a ideologia professada, vemos o traidor Buarque que se dizia de esquerda, traindo Dilma e Kátia que nunca escondeu a sua ideologia, quando diz que não trai, não trai mesmo, mulher de fibra.

Responder

    Jáder Barroso Neto

    04 de setembro de 2016 às 00h54

    Esse aí vai abandonar eleições e mendigar chefia prá roubar pros “amigos”, ou se aposentar. Eleitor de direita não vota nele, então voto fica tão caro que não vale a pena. Aconteceu com Delfin Neto, que é direitista, com esse “esquerdista” será pior. Ou aposenta ou vira 1 “gatinho angorá” de deputados.

    Responder

baltazar pedrosa

03 de setembro de 2016 às 23h08

Algo,que precisamos enaltecer é a postuta,é o caráter de algumas pessoas,independentemente de que ela seja de direita ou esquerda,isso ,sao coisas que agente não nasce,,
,isso as pessoas aprende em casa,com os bons exemplos que os nossos pais nos esinam,isso é como educaçao,ninguem vai escola,aprender bons modos,não a escola pode até fortalecer isso,poque educação se aprende em casa,assim como ser honesto,trair e a ilustrissima senadora Kãtia abreu nos deu esse bom exemplo juntamente com um outro senador de pernambuco ao contrario se senhor Telmario,mais com um nome desse,podera.

Responder

    Jáder Barroso Neto

    04 de setembro de 2016 às 00h41

    Só acrescento: a Senadora Kátia Abreu acumulou 1 capital político muito forte. Não concordo com algumas posições e opiniões dela, mas respeito e admiro sua conduta. Caráter não é condão de linha política nenhuma, mas de pessoas que o têm. Ela tem.

    Responder

Sérgio Rodrigues

03 de setembro de 2016 às 22h55

Eu amo a Kátia Abreu!….Uma mulher honrada!…

Responder

Paulo Roberto Àlvares de Souza

03 de setembro de 2016 às 21h37

Oxalá exemplos como o de Katia Abreu fossem os que ficam, os que marcam uma existência.

Responder

Eder Barbosa de Sousa

03 de setembro de 2016 às 21h33

MAIS DO QUE NUNCA, PRECISAMOS DE NOVAS ELEIÇÕES SIM, MAS NÃO SÓ PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA. NÃO E NÃO, MAS PARA TODOS OS CARGOS. TODOS OS SENADORES, GOVERNADORES, DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS. “ESTA É A ÚNICA FORMA DE PASSARMOS ESTE PAÍS A LIMPO”. TÁ TUDO VICIADO PELO DINHEIRO DA CORRUPÇÃO. ENTÃO QUEREMOS ELEIÇÕES GERAIS., POIS O POVO NÃO ACEITA, HOJE, A MAIORIA DOS DEPUTADOS, TANTO FEDERAIS, COMO ESTUDAIS, E A MAIORIA DOS SENADORES SÃO REJEITADOS PELOS ELEITORES. RENOVAR O SENADO TODO, NÃO SÓ OS DOIS TERÇOS. QUEREMOS ELEIÇÕES JÁ, SIM, MAS PARA TODOS OS CARGOS E SEM FINANCIAMENTO DA CAMPANHA. O POVO VAI DECIDIR EM PAZ, SEM O ASSÉDIO DO DINHEIRO DOS CANDIDATOS. CHEGA DE REMENDO, DE QUE ADIANTA ELEGERMOS UM NOVO PRESIDENTE COM UM CONGRESSO NACIONAL TÃO CORRUPTO? PAREM DE QUEREREM NOS ENGANAR! E DEPOIS DISSO, UMA LIMPEZA GERAL NO JUDICIÁRIO, MINISTÉRIO PÚBLICO E POLÍCIA FEDERAL, FEITO PELO NOVO CONGRESSO NACIONAL. SÓ ASSIM VAMOS MORALIZAR ESTE PAÍS. CHEGA DE CONVERSA PARA BOIADA DORMIR! ELEIÇÕES GERAIS JÁ.

Responder

    Sérgio Silveira

    04 de setembro de 2016 às 00h21

    Concordo! Sempre achei que a tese de nova eleição para a Presidência JAMAIS poderia ser desvinculada de RENOVAÇÃO COMPLETA do senado e da camara.
    Vamos ver os deputados e senadores entrarem em pânico!!

    Responder

Fernando Alsandálio

03 de setembro de 2016 às 17h50

No Livro “O sol é para todos”, de Harper Lee, um advogado prova por a mais b mais c que o reu é inocente, mas ele é condenado mesmo assim. É condenado por ser negro. Dilma foi condenada não por ser culpada, e sim por ser uma presidenta petista. (o livro, em tradução para o português, é da editora José Olympio. E há o filme também, de 1962, dirigido por Robert Mulligan.)

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro