Entrevista de Haddad ao SBT

Ricardo Stuckert: Lula em SP pela democracia

Ciro, Lula e o PT. Por Tereza Cruvinel

Por Redação

13 de maio de 2018 : 14h06

Publicado no Jornal do Brasil, neste link.

Por Tereza Cruvinel

No momento em que a brisa sopra a favor de Ciro Gomes, e ele aproveita a solteirice do PSB e o dilema do PT para articular possíveis alianças, a pesquisa JB/ Paraná Pesquisas mostra que, pelo menos no Rio, o favoritismo de Lula recuou, cedendo o primeiro lugar a Bolsonaro. O PT sempre soube que isso aconteceria, na medida em que mais eleitores concluíssem que Lula não poderá ser candidato. Nem por isso, Ciro e outras forças da esquerda deveriam aumentar a pressão por uma adesão do PT, sob o risco de comprometer a convergência futura: se ele chegar ao segundo turno, não ganha sem o apoio petista. Se ganhar, precisará do PT e de outros mais para governar.

Lançando ou não um candidato a vice para funcionar como ectoplasma de Lula na pré-campanha, antes que o Judiciário consume sua intervenção no pleito, impugnando a candidatura, o PT não tem como fugir ao seu plano A: marchará com Lula até onde for possível, e não apenas porque lhe deve isso. Depois, discutir o plano B agora estilhaçaria o partido. Este comando está vindo de Lula, e não porque sua desistência significasse uma confissão de culpa, como disse na carta à senadora Gleisi. A candidatura é a arma que lhe resta para manter ativa sua defesa, e a que resta ao partido para preservar o legado do lulismo e o apelo popular da sigla, bem maior, segundo as pesquisas, que o dos outros partidos. Em pesquisas qualitativas que o PT vem fazendo, até mesmo eleitores neutros, que não votariam nele, dizem que a opção por outro candidato agora, de dentro ou de fora, seria uma traição a Lula.

Ainda que Ciro feche com o PC do B e o PSB, o PT seguirá com a bandeira de Lula. Fala-se em seu isolamento, o que faz o ex-chanceler Celso Amorim, o mais cotado como vice, lembrar um velho chiste inglês: “Névoa sobre o Canal da Mancha: o continente está isolado”, manchetou um dos jornais. Tendo o candidato favorito, sendo o maior partido, o melhor estruturado, o que tem maior base popular e mais conexão com os movimentos sociais, diz ele, falar em isolamento do PT é uma inversão de sentido equivalente à da manchete inglesa. As cogitações sobre seu nome ele evita comentar mas refuta as pressões externas. Desistir de Lula seria rasgar o discurso que ele foi condenado e preso para que não fosse candidato.

Recentemente Ciro afirmou que era preciso respeitar o tempo do PT, e assim indicou que estava disposto a esperar que o partido cumprisse seu rito de resistência e esgotasse a luta judicial por seu candidato. Mas com a decisão de Joaquim Barbosa de não entrar na entrar na selva, e a busca de outro rumo pelo PSB, ele avançou nas articulações. A decisão do PSB levará mais tempo mas o PC do B já está praticamente embarcado em sua candidatura. Agora ele flerta com o PR e PP, e não pode ser criticado por isso. Faz o que Lula fez em 2002, ampliando as alianças ao centro e tranquilizando o mercado, oralizando uma Carta ao Povo Brasileiro. Pode ter o empresário Benjamin Steinbruch como vice, assim como Lula teve José Alencar.

O risco que ele corre, até porque o temperamento ajuda, é o de queimar as pontes com PT, atropelando seu líder preso, criando fissuras incontornáveis lá adiante, nefastas à sobrevivência da centro-esquerda, que passa pela chegada de um de seus candidatos ao segundo turno. Pode ser ele, mas se correr com o andor, pode tropeçar.

MANUELA NO TOPO

A candidata do PCdoB, Manuela D’Ávila, ultrapassou Jair Bolsonaro e assumiu a liderança no ranking de visibilidade e relevância dos presidenciáveis no Twitter, na semana de 3 a 10 de maio. Ela já vinha ascendendo na análise semanal da Aja Solutions, dirigida pelos jornalistas Maria Luiza Abbott e Marcelo Stoppa.

Foi uma semana atípica: com apenas um tuíte avisando que não seria candidato, Joaquim Barbosa saltou do 13º para o 3º lugar, ofuscando os demais. Agora as abóboras vão se acomodar.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos saraiva e saraiva

15 de maio de 2018 às 19h18

As especulações sobre candidaturas, alianças , esquerda, direita, centro??, seriam válidas e normais se a disputa eleitoral fosse em tempos de democracia representativa normal. Ora, estamos diante de um processo golpista, que culminou com a maior violência à democracia, ao chamado e “celebrado” Estado de Direito que os liberais e “democratas” golpistas propugnaram, com a prisão “canalha”, e “fascista” do maior líder politico brasileiro de respeitabilidade internacional. Estamos vivenciando uma repulsa mundial, tanto no terreno jurídico como no politico, com todo esse processo golpista. A libertação de Lula é conclamada entre os mais reconhecidos juristas nacionais como internacionais.O questionamento ao judiciário, seu papel de exceção na república de Curitiba e a omissão, submissão do STFé feita no mundo democrático. Portanto o momento não é de um falso e alienado pragmatismo e sim de uma luta contra o golpe, pela restauração da democracia, que se traduz na libertação de Lula. A sua candidatura simboliza essa luta. O povo em sua maioria já entendeu o processo(vide pesquisas e resistência pelo Brasil, não só na vigilia emblemática. Planos B, alianças, quem é de esquerda, quem é de centro, no momento é naturalizar o golpe, desrespeitar o povo, e não entender que estamos diante de uma violência politica, deixando na cadeia nosso maior líder. Ser democrata, ser de esquerda, é condenar o golpe, condenar a lava jato e seus mentores, na figura fascista de Moro, condenar o STF e exigir que cumpra com seu dever constitucional, atacar a mídia golpista. Este processo vai deixar claro quem é de esquerda, democrata ou apenas oportunista. Lula livre.

Responder

Valeria Luz

14 de maio de 2018 às 14h42

Sempre voltei em Lula, mas acho que agora é preciso UNIR A ESQUERDA!!!

Temos que pensar no país, no povo que sofre com desemprego e ataques aos seus direitos. Infelizmente o judiciário vai longe contra o PT e a sua principal liderança. Temos que UNIR a ESQUERDA JÁ CONTRA O GOLPE! Pensamos que estão rasgando a constituição para chegar no Lula….vamos esperar mais o que???

Chega de sermos um país de terceira mundo com a população sendo cada vez mais escravizada. Penso que quem tem fome, tem pressa! Concordo que temos que construir a ponte CIRO e LULA por um BRASIL SOBERANO…..O TEMPO URGE!

Responder

gonzales

14 de maio de 2018 às 13h14

Pt fez aliança com pp e pr porém até então nem pp nem pr eram golpistas, hoje são e Ciro pq faz aliança com quem perpetrou o golpe ?
Ciro é golpista ?
Ciro terá força política para enquadrar o judiciário e colocar no seu devido lugar ?
Qual será o Marco Civil da mídia, o controle remoto ?
Ciro não terá o eleitor do pt e terá parte do eleitor do pdt e o segundo turno será Alckmin e Bolsonazi !

Responder

    Miguel do Rosário

    14 de maio de 2018 às 14h58

    Gonzales, o PT nos estados hoje está fazendo aliança com vários partidos que apoiaram o golpe, inclusive com o PP, então menos.

    Responder

      Vitor

      14 de maio de 2018 às 20h08

      O PT apoia Renan Calheiros. Calmaí, que vou repetir: o PT apoia Renan Calheiros!

      Responder

José Guilherme Silva Biserra

14 de maio de 2018 às 12h20

A memória é curta. Parece até que ninguém se lembra das “pesquisas”do Instituto Paraná pesquisa, feitas na eleição passada. Aquela eleição, que, segundo o citado instituto, ia ser ganha pelo Aécio.

Responder

Rogério Bezerra

14 de maio de 2018 às 12h17

Não sou garoto para aceitar qualquer porcaria…
Ciro , agora, começa a desconversar das asneiras que disse do PT, Lula e Gleisi.
Sua jactância é típica das terras sociopatas do terrorista estados unidos. (temos experiência quando um dos Bezerras fez mestrado por lá)
Podem vir com racionalismos, conveniências e ponderações, mas eu tô fora!
Ou Lula ou nada!

Responder

Ari

14 de maio de 2018 às 10h57

Teresa, esperava mais de vc. Comparar a escolha do José Alencar e a Carta aos Brasileiros do Lula com a postura de Ciro, o oportunista, aliado ao Steinbruch, em cenários tão diferentes não é exatamente o que chamo honestidade intelectual, malgrado minha admiração por você

Responder

Deocenes Bruno

13 de maio de 2018 às 23h19

Não tenhamos dúvidas Ciro é um político experiente; ex-,deputado estadual, ex-deputado federal, ex- ministro e ex-governador do Ceará. Um dos melhores governador que o Ceará já teve. Por toda sua experiência, competência, é um homem sério, honesto, merece ser o futuro presidente do Brasil. Além do que, fala com muito conhecimento sobre qualquer assunto que lhe for perguntado, principalmente na área de economia e saúde.

Responder

    josa

    14 de maio de 2018 às 13h55

    Aqui em PE temos Gustavo Krause que é tudo que você tá falando,mas é a ideologia cabra Cyro não é diferente de tasso

    Responder

Jonas Carvalho

13 de maio de 2018 às 21h03

Faltou sugerir Ciro como Vice de Lula. Impugnado este aquele seria o candidato e o PT indicaria o seu vice. Esta e a possível união das esquerdas. Uma grande coligação PT,PDT,PSOL,PCdoB,PSB etc. seria um furacão semelhante a 1974 elegendo Presidente, Senadores, Governadores, Deputados Federais e Estaduais por todo o Brasil, fazendo maioria na Câmara e no Senado e maioria de Governadores.Estaria a salvo o Brasil. Lula ja convidou Ciro para visita-lo. Vamos la Ciro!.Mostre a sua disposição para conversar com o PT.

Responder

    Hairy Heart

    14 de maio de 2018 às 12h23

    Correção aí amigo… Não foi Lula quem convidou Ciro para visitá-lo… Foi Ciro quem requisitou a visita junto a juíza do Paraná… Lula apenas colocou o nome de Ciro e também de Lupi na lista de AMIGOS a serem assim considerados pela tal juíza para autorização de visita.

    Responder

Edelmo

13 de maio de 2018 às 19h21

Deveriam estudar melhor a história. Fascista e Nazista têm origens, modus operandi e fundamentos de esquerda. Proletariado, etc. sejam honrados e parem de meias verdades, a MÁSCARA está caindo e o Brasil de esquerda será coisa do passado. Aguardem, mas sem violência, aceitem a derrota!!!!

Responder

    Hairy Heart

    14 de maio de 2018 às 12h25

    Para o amiguinho aí… a terra também é plana, certo ???

    Responder

    gonzales

    14 de maio de 2018 às 13h20

    Não tem jeito, com Ciro ajudando a direita, a esquerda já perdeu mesmo, infelizmente estou achando que será Bolsonazi mesmo, menos pior que Alckmin, a chance de Bolsonazi errar bastante ajuda a esquerda, Bolsonazi será um trapalhão.

    Responder

      Miguel do Rosário

      14 de maio de 2018 às 14h57

      Como assim, Ciro ajudando a direita? Flavio Dino apoiaria um candidato da direita?

      Responder

Sandro

13 de maio de 2018 às 18h40

Na torcida que o PT aceite ser vice na chapa com o Ciro!

Responder

Paulo José Corrêa

13 de maio de 2018 às 17h32

Texto muito lúcido e oportuno.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com