Boulos no programa de Maurício Meirelles

Escândalo do Whatsapp: Bolsonaro diz que não sabia de nada

Por Pedro Breier

18 de outubro de 2018 : 20h02

Está divertido acompanhar a reação de Bolsonaro e seu staff ao escândalo do caixa 2 para espalhar fake news no Whatsapp.

O candidato falou que não tem “controle se tem empresário simpático a mim fazendo isso. Eu sei que fere a legislação. Mas eu não tenho controle, não tenho como saber e tomar providência”.

Um parêntesis.

Bolsonaro aparentemente não está conseguindo controlar nada muito bem. Ele afirmou que não tem controle sobre seus apoiadores que estão agredindo gays, pessoas de esquerda e eleitores de Haddad nas ruas por todo o país. Ele também não tem controle sobre seu vice e seu guru econômico, considerando que ambos deram declarações que tiveram que ser posteriormente desmentidas pelo candidato. Para quem se vende como um cara pulso firme e tal, parece estar faltando um pouco de comando, não?

Fecha parêntesis.

A coordenadora jurídica da campanha, Karina Kufa, afirmou que a ação das empresas “É de total desconhecimento da campanha. (…) Empresas que não conhecemos, que não temos qualquer contato”.

Segundo o UOL, uma das empresas citadas na reportagem da Folha que denunciou o esquema, a AM4, consta na prestação de contas do candidato como tendo recebido R$ 115 mil para serviços digitais.

Ou seja, a coordenadora jurídica da campanha de Bolsonaro mentiu.

Agora, vamos raciocinar.

Mesmo que acreditemos na improvável hipótese de que a campanha do candidato do PSL não fazia ideia de que um punhado de megaempresários contratou empresas para espalhar mensagens no Whatsapp – com a esmagadora maioria contendo notícias falsas – ao custo de até R$ 12 milhões (!) por contrato, não seria dever do candidato investigar isso?

Afinal, qualquer um que está acompanhando minimamente o processo eleitoral percebe que a máquina de fake news de Bolsonaro nas redes sociais é poderosa. A campanha do candidato, que supostamente se preocupa tanto com a verdade, não se interessou por investigar de onde vinha esse monte de fake news? Só porque lhe convém? Como era o lema, mesmo? “Conhecereis a verdade e”… uhum, tá bom.

De qualquer forma, é lindo quando a História mostra sua veia irônica.

A direita fez piada até enjoar com o fato de Lula dizer que não sabia do “mensalão”.

Agora, com a explosão do “Bolsolão” às vésperas da eleição, a saída de Bolsonaro é simplesmente dizer que não sabia de nada.

Como canta a Marisa Monte, “enquanto eu vou andando, o mundo gira e nos espera numa boa”…

Pedro Breier

Pedro Breier é graduado em direito pela UFRGS e colunista do blog O Cafezinho.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »
x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com