Hangout com Miguel do Rosário 17 de abril de 2019

Venezuela vai remeter para Rússia o petróleo que vendia aos EUA

Por Tulio Ribeiro

22 de março de 2019 : 01h06

O ministro do petróleo venezuelano informou que Caracas planeja desviar para a Rússia ou outros países o petróleo que inicialmente correspondeu aos EUA.

Manuel Quevedo, nesta segunda-feira, declarou que cabe à Venezuela decidir para onde enviar o seu petróleo, afirmando que seu compromisso é de cumprir o fornecimento de petróleo contratos para a Rússia, de acordo com a vontade de Caracas para promover os seus laços com Moscou. A fala foi dirigida para repórteres após a reunião do Comitê Ministerial Conjunto de Monitoramento da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), realizada em Baku, capital do Azerbaijão.

“Tivemos uma breve reunião com o ministro da Energia da Federação Russa, Alexander Novak, acertando com ele sobre tudo o que está a mudança do escritório da PDVSA para Rússia”, anunciou o também presidente da estatal Petróleos de Venezuela S.A. (PDVSA) sobre a cooperação entre os dois países, acrescentando que discutiu com o chefe russo os últimos acontecimentos em Caracas e questões de interesse estratégico mútuo.

Quevedo informou que o gerador do principal terminal de petróleo da Venezuela (José) está operando depois de um blecaute que interrompeu as exportações de petróleo na semana passada.

O ministro do petróleo venezuelano voltou a denunciar as “medidas de ataque político, a economia” ao povo da Venezuela proferidos pelos EUA. Neste sentido, afirmou que o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro tem “a solidariedade” de muitos países no cenário internacional. Essas agressões de Washington têm um “objetivo específico que é querer monopolizar o mercado de petróleo”, afirmou o executivo venezuelano.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

61 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Guimarães Roberto

25 de março de 2019 às 13h24

E o Brasil vai enviar para os Isteites a soja que venderia para a China.

Responder

Sidnei

23 de março de 2019 às 16h29

Queria agradecer ao cafezinho, ao Miguel e ao Túlio Ribeiro por nos trazer informações sobre a Venezuela que são difíceis de obter.
A grande mídia esconde tudo e “cria” uma realidade.
Maduro cometeu muitos erros, não há como compara-lo com Chávez. Porém, com o apoio russo e chinês poderá encontrar a saída dessa guerra com os states. E aí passará para a história como um estadista.
A solução é escapar do dólar e do sistema SWIFT ( sistema de compensação internacional controlado pelo ocidente).
Os russos e chineses já tem um sistema paralelo.
O futuro está nas novas rotas da Seda, uma integração da Eurásia – do heartland. São trilhões de investimento em projetos entre os países da rota. O brasil poderia estar no meio.
Se a Venezuela escapar dos ianques malditos, como parece, será um golpe duríssimo no império.
Viva a Venezuela!
Viva Bolívar!

Responder

Lampião

22 de março de 2019 às 22h38

Quem vai se dar melhor Bozo x Obrador

Ao participar do encerramento de um evento, no último domingo (17), o mandatário declarou “o fim da política neoliberal” no país, considerada por ele como um “pesadelo”.

“Ficam abolidas duas coisas: o modelo neoliberal e sua política de roubo antipopular e entreguista”, assegurou com veemência.

A declaração de AMLO está relacionada ao tema do evento realizado no Palácio Nacional, chamado Fórum Planejando Juntos a Transformação do México, no qual foram discutidas as bases do Plano Nacional de Desenvolvimento de seu governo.

O presidente indicou onze eixos que vão orientar as políticas públicas do país, que vão desde a igualdade de gênero, passando pela priorização da população mais pobre, até o combate à migração forçada.

Segundo López Obrador, entre as concepções que serão combatidas no seu governo, está a ideia de que o mercado substitui o Estado. Para ele, a função central do Estado deve ser melhorar as condições de vida e de trabalho da população.

“Esta foi uma lorota para impor a política neoliberal. É uma falácia. O Estado não está diluído em nenhuma parte do mundo, nem na China nem nos Estados Unidos. Só esses tecnocratas sem noção acreditaram que o Estado não era necessário, só o utilizaram para recuperar o sistema financeiro falido”, declarou

Responder

    Paulo

    22 de março de 2019 às 22h58

    “Igualdade de gênero”? Huuummm, começou mal o nosso Obrador! Vai incorrer nos mesmos erros da esquerda tupiniquim, ao que tudo indica…

    Responder

    LUPE

    23 de março de 2019 às 12h43

    Caro Lampião
    Informativo seu comentário
    sobre a decisão de bloquear e extinguir a sanha neo liberal
    (leia-se destruição de um país)
    no México.
    Mas,
    ele vai ter que tomar uma medida fundamental:
    estatizar a Mídia
    (como fez a Rússia,
    como fez a China,
    como fez a Hungria,
    como fez a Venezuela
    e como,
    aos poucos , a Polônia está estatizando).
    Senão o inimigo comum internacional
    (dos brasileiros, inclusive)
    que controla a Mídia ocidental e, obviamente ,
    controla a Mídia mexicana
    VAI DERRUBÁ-LO,
    COMO FEZ COM GETÚLIO VARGAS,
    COMO FEZ COM COLLOR,
    COMO FEZ COM DILMA.
    Sorry………………..

    Responder

      LUPE

      23 de março de 2019 às 13h43

      E mais
      Com o controle e domínio da Mídia fizeram farsas midiáticas
      forjaram com farsa
      (como na Lava Jato) ,
      eeeeeeeeeee
      além dos episódios Iraque, Líbia, Síria, Iemen, etc.
      >>> derrubaram o governo da Ucrânia
      que lhes era inconveniente (2014),
      >>>>destruíram a Iugoslávia (1990) ,
      >>> fizeram a guerra do Vietnã (1965)
      e muitas outras cositas más,
      Mundo a fora…..

      Responder

Luiz

22 de março de 2019 às 18h20

O sinônimo, atual e politicamente correto, para a expressão “preço justo” é ” commodity”. Trump não concorda, ele tem, grosso modo, duas vias para defender o poder de compra do cidadão norte-americano. A defesa cambial e financeira do dólar e a diversidade, proporcionada pela concorrência no mercado interno, de preços e produtos. Já não basta a Trump , como grande consumidor e agregador de valor, sugerir-se como árbitro dos negócios no setor primário, ele agora se depara com o problema semântico de diferenciar custo de preço. Quer dizer, não é apenas uma reivindicação dos países não desenvolvidos, trata-se da caracterização do mercado interno.

Responder

Justiceiro

22 de março de 2019 às 17h19

Tio Sam tem que fazer igual ao que fez na baia dos porcos: bloquear.

Não sai e não entra nada na Venezuela até o canalha pedir penico.

Responder

    Ivan

    22 de março de 2019 às 17h42

    Os americanos jamais fariam isso com a Rússia e China na jogada.

    Aviões de guerra russos pousam na Venezuela desde 2018, a Rússia está enviando navios com produtos químicos para ajudar a produção de petróleo venezuelano, a Rosneft já está cuidando disso, aliás, a mesma Rosneft que explora gás na amazônia brasileira, mas essa parte o bozo não estufa o peito…

    Responder

      Justiceiro

      22 de março de 2019 às 18h27

      Uma resposta para o comentarista Ivan.

      Por que não? Você acha que o Czar iria comprar uma briga com a mais poderosa máquina de guerra do planeta pra defender um zé ruela? que importância Maduro tem no cenário mundial? E a China? acha que Xí Jìnpíng, que quer transformar a China no maior país capitalista do mundo, vai abrir fogo contra quem lhe compra bastante produto e gera seu fabuloso superavit?

      Os Estados Unidos lutam para derrubar Bashar Assad. A Rússia defende o ditador sírio MAS nenhum dos dois atacou um ao outro. Maduro, assim como Assad, não merece uma guerra entre as potências.

      Responder

        Ivan

        22 de março de 2019 às 22h07

        O primeiro parágrafo do seu comentário é uma bobagem, ninguém vai atacar ninguém, é o que vc mesmo disse no segundo parágrafo:

        “Os Estados Unidos lutam para derrubar Bashar Assad. A Rússia defende o ditador sírio MAS nenhum dos dois atacou um ao outro.”

        É isso, só isso e nada mais do que isso, portanto, assim como na Síria, ninguém vai guerrear na Venezuela, essa é a tendência que vem desde o final da guerra fria.

        Responder

        lucio

        23 de março de 2019 às 11h27

        justiçero de formigas,
        1) na siria os eua JÁ foram derrotados e estao indo embora. a partir da argelia e indo ao leste até a china, paises aliados dos bandidos unidos só restam aRAIVA saudita e israHELL. o afeganistao nao controlam, continuam lá só para comerciar opio.
        2) o exercito americano NAO É o mais poderoso do mundo. em termo de armas nucleares e foguetes a russia é superior.

        Responder

        LUPE

        23 de março de 2019 às 13h01

        Caro Justiceiro, “comentarista”
        Sempre puxando a brasa para os seus patrões,
        que são o atual Grande Mal
        da Humanidade
        e seu sistema neo liberal
        (leia-se como destruir um país.
        A China NÃO é capitalista como você pretende.
        A China é COMUNISTA.
        Não o comunismo ortodoxo,
        que realmente não funciona
        depois que tá todo mundo com a barriga cheia.
        O Estado é sócio (50%)
        das médias e grandes empresas,
        e controla ,
        é dono do sistema bancário
        e todas as empresas de serviços públicos
        e estratégicos (minerais, etc.).
        Com os lucros das empresas
        banca o SOCIALISMO na China.
        Chineses caminhando para ser
        um dos melhores padrões de vida do planeta
        rapidinho
        (já fabricam mais de 28 MI MI lhões de automóveis
        por ano,
        mais que o dobro dos EUA…….

        Responder

      Sergio Araujo

      22 de março de 2019 às 18h34

      Estào fazendo a mesma coisa que voce acham que os Americanos querem fazer…porque a narrativa da tomada do petrolèo nào è a mesma ?

      Responder

        Ivan

        22 de março de 2019 às 22h17

        Não é possível que vc não consegue enxergar as óbvias diferenças.

        EUA querem derrubar o Maduro, Rússia e China não;
        EUA querem eleger um fantoche pró EUA, Rússia e China não querem colocar seus fantoches;
        EUA tentou infiltrar armas para armar a oposição, Rússia e China estão fazendo negócios;
        EUA inventa historinha de liberdade do povo venezuelano, Rússia e China não se metem nisso;
        EUA querem tomar o petróleo venezuelano, Rússia está subsidiando e vai comprar o petróleo;

        Só pra ficar no mínimo.

        Responder

          Paulo

          22 de março de 2019 às 22h32

          “EUA querem eleger um fantoche pró EUA, Rússia e China não querem colocar seus fantoches”. Ivan, não seja terrível, Rússia e China já têm seu fantoche…

          Responder

            Ivan

            23 de março de 2019 às 06h55

            O que vc chama de fantoche eu chamo de fazer negócio como centenas de países fazem uns com os outros. A soberania venezuelana está sendo respeitada pela Rússia e China, o que já não se pode dizer dos americanos.
            É realmente necessário esse modus operandi americano de tomar um país quando este tem petróleo?
            Fez com o Iraque, fez com Angola, fez com o Brasil e agora quer fazer com a Venezuela.
            Ok, a Rússia de certa forma – porém não tão voraz – tb faz isso lá no quintal dela, mas estamos falando da Venezuela, e neste caso quem está querendo dar uma de pirata é claramente os EUA.

            Responder

              LUPE

              23 de março de 2019 às 13h52

              Caro Ivan,
              Permita-me uma pequena observação.
              QUEM quer realmente o petróleo da Venezuela?
              São os EUA?
              Ou são quem estão por trás do governo dos EUA?
              Afinal,
              se os americanos tomarem o petróleo da Venezuela,
              o petróleo vai para o POVO americano?
              Ou vai para PETROLEIRAS?
              Mas, petroleiras têm dono, não?
              Por favor complete o resto do meu raciocínio…….

              Responder

    LUPE

    22 de março de 2019 às 17h49

    Caro Justiceiro, “comentarista”
    Já fiz comentário mais abaixo
    que lhe cabe melhor,
    você e sua alma de extrema direita.
    O canalha a que você se refere
    são os seus patrões ,
    que lhe pagam pagam em dólares ,
    para trabalhar para eles,
    aqueles mesmos
    que trucidaram ,
    mataram,
    aleijaram,
    deformaram com bombas
    milhões de inocentes,
    crianças inclusive,
    no Iraque, na Líbia, na Síria , no iêmen ,
    para roubar o petróleo deles?
    Petrocídio
    que querem repetir na Venezuela?

    Responder

    Sergio Araujo

    22 de março de 2019 às 18h10

    Acho que è o que Maduro mais quer.

    Responder

Paulo

22 de março de 2019 às 16h30

Tá parecendo a época da URSS, em que esta comprava, a preços superfaturados, a cana-de-açúcar cubana. Quando deixou de comprar, Cuba quebrou. Espero que, baseados na experiência do passado, os russos paguem um preço justo pelo petróleo venezuelano. Senão, quem quebra é ela…

Responder

Sérgio Araújo

22 de março de 2019 às 13h28

Sim,

a China não deixou de comprar do Brasil como você escreveu (talvez seja um desejo seu).

Que comprem uma pequena parte nos EUA por acordos entre eles para o Brasil não faz diferença alguma.

Responder

    LUPE

    22 de março de 2019 às 14h50

    Caro Sérgio Araújo, “comentarista”.
    Cada vez mais eu acho
    que você tem alguma ligação com o outro coisa ruim
    de mesmo sobrenome.
    Que tá fazendo força
    para destruir o comércio internacional recorde
    deixado pelo governo do PT.
    Prá você, não tem problema não,
    o Brasil deixar de vender algumas centenas de milhões de dólares
    para China.
    Tem problema não,
    alguns brasileiros
    (devem ser merda para você ) ficarem sem emprego por causa disso.
    Sem problema para você
    e sua alma de extrema direita.
    Tem problema não,
    afinal seus patrões ,
    querem a destruição do Brasil.
    Afinal, povo massacrado
    tem menores possibilidades de reagir
    aos inúmeros roubos,
    negociatas
    e pilhagens
    que seus patrões perpetram
    contra o Brasil e os brasileiros.
    Meu comentário que fiz para seu comp……………… serve para você também……………

    Responder

      LUPE

      22 de março de 2019 às 15h00

      Em tempo: seu comp…………….. (ou são a mesma pessoa?),
      o também “comentarista” , >>>>> JUSTICEIRO

      Responder

      Sergio Araujo

      22 de março de 2019 às 19h08

      Lupe,

      nào sei nem porque tò respondendo, acredito seja um surto de compaixào humana.

      A China jà comprava soja dos EUA, agora voltou a comprar em fevereiro apòs reaproximaçào dos dois Paises em seguida a encrencas comerciais entre eles mesmo, o Brasil nào tem nada a ver com isso. Entendeu ?

      Acredito que nào…por tanto jà deixo a resposta para sua futura replica a esse meu comentario: VOCE TEM RAZAO !!

      Responder

        LUPE

        23 de março de 2019 às 13h14

        Caro Sérgio Araújo, “comentarista” a serviço dos mesmos patrões
        que os do Justiceiro
        Só para completar seu comentário
        com algo que você de propósito
        omitiu.
        Para colaborar com a destruição do Brasil ,
        como seus patrões desejam,
        o elemento que está no Poder
        jogou a China ,
        de propósito ,
        nos braços dos produtores de soja americanos.
        Prejuízo para o Brasil de centenas de milhões de dólares……
        (inicial, deverá crescer ,
        de acordo com a lógica pesada
        do comércio internacional) .
        Como o progresso do Brasil
        não é do seu interesse ,
        como não o é o dos seus patrões………….

        Responder

    Alan Cepile

    22 de março de 2019 às 15h04

    Pergunte para os produtores de soja se “não faz diferença alguma”…

    E tem mais, China e Trump estão apenas iniciando uma reaproximação econômica, portanto, o volume de soja comprada pelos chineses pode crescer muito mais.

    O agronegócio já está se arrependendo de ter votado na bozolândia, foi o leite, foi a carne (que esses dias a Rússia recusou aprovar novos frigoríficos brasileiros) e agora a soja.

    VAI BOZO!!!!! rs

    Responder

      Sergio Araujo

      22 de março de 2019 às 18h29

      Alanzinho,

      trabalhoho com soja e afins à 28 anos.

      A China nào è de hoje que compra soja nos Estados Unidos ou outros lugares e muito menos tem obrigaçào de comprar a do Brasil.

      Se China e EUA se reaproximaram o que o BRasil tem a ver ?

      Quanto a carne è uma questào exclusivamente sanitaria (salmonellose), varios Paises nào aceitam o grau 1 de contaminaçào (que morre com a preparaçào), è problema de um bom tempo atràs infelizmente, nào de hoje e nem de ontem.

      Responder

        Alan Cepile

        22 de março de 2019 às 22h32

        Onde foi que eu disse que a China começou a comprar hoje soja dos EUA e outros lugares??
        Onde foi que eu disse que a China tem obrigação de comprar soja do braZil??

        O que eu disse, e repito, é que a China passou a comprar mais dos EUA uma certa quantidade de comprava aqui, e que essa quantidade pode aumentar pq China e EUA estão se reaproximando neste sentido, e o Trump está criando situação pra isso acontecer, ao contrário desse palhaço tosco que nos governa que só desceu a ripa na China desde a campanha eleitoral e na época da posse, coisa que irritou os chineses, basta fazer uma busca no google sobre o tema e ver o recado que a China mandou à bozolândia via emissora estatal chinesa.

        Não estou falando especificamente de soja, estou falando das relações diplomáticas desastradas desse pseudo governo braZileiro e das relações econômicas vindouras entre americanos e chineses.
        De soja quem entende é vc, minha área é o petróleo.

        Responder

          Sergio Araujo

          23 de março de 2019 às 08h28

          Essas sua palvras: “China investindo na Venezuela e deixando de comprar soja brasileira.”

          Deixando de comprar soja brasileira…meu portugues anda meio enferrujado ultimamente mas o que voce escreveu è claro e preciso, alèm de nào ser verdade.

          Entre Brasil e China nào mudou nada, que voce nào goste do atual Governo (nem eu gosto, nào gosto de nenhum) nào te autoriza a falar mentiras.

          Responder

            Alan Cepile

            23 de março de 2019 às 10h06

            Trecho da matéria da Reuters publicada no dia 1º deste mês e republicada pelo Cafezinho no dia seguinte:

            “Há uma semana, a China se comprometeu a comprar mais 10 milhões de toneladas de soja norte-americana, segundo uma autoridade do USDA, o que indica mais competição para o Brasil.
            Em janeiro, por exemplo, as importações da commodity norte-americana pelos chineses já quase dobraram ante dezembro, ainda que os volumes tenham continuado relativamente pequenos.
            É nesse sentido que o mercado brasileiro passa a considerar impactos em suas exportações da commodity.
            “Temos 7,3 milhões de toneladas de soja nos line-ups (de navios no Brasil). Seguramente, JÁ UM POUCO AFETADOS PELAS COMPRAS DE SOJA AMERICANA (PELA CHINA)”, disse Frederico Humberg, presidente da comerciante de grãos Agribrasil.”
            Para o presidente da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), Sérgio Mendes, “a preocupação é muito grande… porque agora vamos ter de competir com eles (EUA) no primeiro semestre”.
            “Eles estão fechando pequenos acordos com a China, mas estão soltando aos poucos seus estoques. Alguém com quem você nunca disputou no primeiro semestre, agora vai ter de disputar. E esse estoque norte-americano vai ter de sair de algum jeito”, afirmou Mendes.
            “Está todo mundo (nos EUA) esperando a guerra comercial ser finalizada para vender soja… O acordo que vai ser costurado é que vai ser o problema”, comentou o analista Tarso Veloso, da Arc Mercosul

            Os presidentes da Agribrasil, Anec e Arc Mercosul estão mentindo tb?

            https://www.ocafezinho.com/2019/03/02/conversas-entre-eua-e-china-inibem-exportacoes-de-soja-do-brasil-em-marco/#comentarios

            Responder

              Sergio Araujo

              23 de março de 2019 às 11h21

              Nào,

              pois nào falram que a China parou de comprar soja do Brasil como voce escreveu em claras letras, nào precisa teimar,

              Se a China e o Brasil estào se reaproximando infelizmente o Brasil e eoutros paises nào pode fazer nada.

              Responder

                Alan Cepile

                23 de março de 2019 às 12h14

                O texto está muito claro, a parte em maiúsculas não deixa nenhuma dúvida, se vc entendeu de outro jeito, aí é com vc.

                Responder

        LUPE

        23 de março de 2019 às 13h19

        Serginho “comentarista”
        ocê trabalhou com comércio internacional,
        ou foi só na bolsa de futuros?
        Se trabalhou com comércio internacional
        podemos bater um papo técnico legal.
        Mas, pelas idiotices que ocê fala
        (de propósito, eu sei, para desinformar)
        acho que……não……….

        Responder

lucio

22 de março de 2019 às 11h54

no entanto… novo episodio da novela “as maravilhas do entreguismo privatopata”: PIB argentina (Q4, anual) -6.2%.
proximamente tambem nas tv brasileiras

Responder

    LUPE

    22 de março de 2019 às 13h02

    Caro Lucio
    Uma observação: TVs brasileiras escondem,
    não noticiam, não informam,
    não deixam as pessoas saberem
    o que não é do interesse dos nossos inimigos,
    para os quais ela serve e trabalha.
    No caso Bolsonaro/Brasil
    nossas TVs escondem a economia andando prá trás.
    Ao contrário,
    tudo vai bem, tudo legal (à la saudoso Gonzaguinha).
    Observe se as TVs vão comentar
    o crime MAIOR cometido por Temer: :::::
    a entrega do pré sal para os nossos inimigos
    pela bagatela de até
    US$ 0,34 o barril
    contra cerca de US$ 60,00 no mercado internacional,
    como denunciou o Sindipetro….

    Responder

      Justiceiro

      22 de março de 2019 às 13h06

      Cara, você é doente.
      Então a imprensa brasileira não mostra. Não mostra o que que você quer ver?

      Difícil ter uma imprensa independente, não? O sonho de consumo de você é ter um Granma para noticiar só o que o governo mandar.

      NÃO VAI ACONTECER.

      Petista não assume mais o governo desse país, se assumir sai na bala!

      Responder

        LUPE

        22 de março de 2019 às 13h37

        Caro Justiceiro, “comentarista”
        Você trabalha para nossos inimigos,
        seus patrões.
        Que com a Grande Mídia controlada por eles
        (INDEPENDENTE?????????????????????)
        prestaram o grande favor
        de destruir a reputação e a imagem do PT e do petismo ,
        o MELHOR governo que o Brasil jamais teve,
        como pode se constatar
        verificando dados comparativos do Banco Mundial.
        A grande Mídia deu o Golpe
        e botou no Poder o Temer que entregou o pré sal
        para os seus patrões a até´U$ 0,34 o barril.
        5 TRI TRI TRI de dólares do pré sal
        que dariam para fazer inúmeras escolas,
        inúmeros hospitais,
        um futuro muito melhor para os brasileiros.
        Tem mais:
        teus patrões controlam a Mídia dos EUA.
        Destruiram as imagens de Khadaffi e Saddam Hussein,
        jogaram o povo americano contra eles
        e massacraram o Iraque e a Líbia
        e milhões de inocentes nestes dois países.
        Por causa de…………. PETRÓLEO.
        PETROCÍDIO como pretendem fazer na Venezuela.
        Seus patrões são o atual grande Mal da Humanidade,
        como o foi Hitler,
        como o foi a Inglaterra,
        e como foi Roma ,
        em respectivas épocas da História.
        Caro Justiceiro,
        extrema direita
        e sua alma de extrema direita >>>> cheia de sordidez e nenhum escrúpulo.
        Sem nenhum sentimento pelo próximo.
        Extrema direita que vai fazer o maior crime,
        A MAIOR PERVERSIDADE
        a maior crueldade contra TODOS os brasileiros
        PRINCIPALMENTE AQUELES COM MENOS DE 50 ANOS:::::::::>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

        >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>..A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
        Que a Grande Mídia ,
        “independente” , como você diz,
        defende e justifica como “necessária”………

        Responder

        lucio

        22 de março de 2019 às 13h42

        justiçeiro de bosta,
        a sua ultima frase é crime de instigaçao ao terrorismo.

        Responder

          LUPE

          22 de março de 2019 às 14h57

          Caro Lucio
          Perfeita sua observação.
          A última frase dele como você ressaltou reflete a alma da extrema direita. Pouco raciocínio, pouca cultura, muita ignorância >>>>>>>> ………..é tudo na bala ….
          É tudo …………………..>>>>>>>>>>> .”na milícia”

          Responder

          Nostra

          24 de março de 2019 às 08h50

          Concordo plenamente. Mas quero dizer ao justiceiro de merda que estamos com tanto medinho dele… ui… nem vamos voltar ao poder… nem vamos tentar… nem vamos mais fazer política… nem vamos mais falar nisso. Impotente sexual, só pode isso. Querer resolver as coisas na força… vai estuprar os ouvidos dos teus parentes próximos com estes estampidos de histeria ô mosca do cocô do cavalo do bandido…

          Responder

Gabriel Alves Rodrigues

22 de março de 2019 às 11h17

Somente pessoas com pouquíssima visão política não percebem que a crise política e econômica na Venezuela é resultado de um boicote econômico relacionado diretamente com o preço do petróleo fornecido para os EUA.O black out que vitimou pacientes e deteriorou mais ainda a situação do povo Venezuelano , segundo a Russia, teve origem no exterior; armazéns com alimentos pertencentes ao governo venezuelano estão sendo incendiados, numa clara afronta ao estado de direito e a soberania de uma nação que, ao contrário da nossa (Brasil), não se curva diante de interesses discrepantes, nocivos à sociedade. Cedo ou tarde, a verdade sempre aparece; nenhuma peça teatral dura indefinidamente. Está afirmação tem conteúdo mais amplo do muitos imaginam. Aguardemos. Muito obrigado.

Responder

    Alan Cepile

    22 de março de 2019 às 15h25

    Interessante seu comentário.

    Penso que a americanada achou que dar um golpe no Maduro seria tão fácil quanto no braZil, bastaria contar umas mentirinhas pro povo venezuelano via mídia comprada, colocar um poste (o sumido Guaidó) como salvador da pátria e pronto, petróleo garantido.

    Só que a Venezuela não é otária e fácil como o braZil…

    Responder

      Sergio Araujo

      22 de março de 2019 às 18h59

      Nè nào,

      um frango custa 8 salarios minimo, sào genios.

      Responder

        Alan Cepile

        23 de março de 2019 às 13h17

        Curioso… em Cuba tb!

        O que será que Cuba e Venezuela compartilham neste sentido?

        Vejamos…. seria um tal…. embargo econômico?!

        hummm….. tudo tem uma explicação….. rs

        Responder

          Sergio Araujo

          23 de março de 2019 às 18h21

          “çei Alanzinho, çei…”

          Responder

Luis Campinas

22 de março de 2019 às 11h08

O mundo pós queda da URSS e especialmente após 11/09, não compreende mais nações que não embarquem efetivamente na polaridade EUA X Rússia/China. Qualquer nação no mundo que imaginar se desenvolver e buscar soberania e justiça social, vai se lascar. Assim são todos e a lista é extensa. O Brasil de Lula e Dilma não compreendeu isso é, por isso, por ser assim como todos da esquerda e progressistas, meio atrelado a educação da elite, seus valores, nao fez certos movimentos necessariamente pouco visíveis na superfície, mas que nos dariam brm mais chances de sobreviver. Estimulamos o reacionariamo presente no DNA das instituicoes que poderiam ajudar o Brasil a avançar e não criamos alternativas eficientes na comunicação de massas. Embora nada aqui se compare muito á Venezuela, ela é o que nos resta por aqui de alento. E portanto inimaginável pensar em alguém progressista que não esteja na linha da defesa do governo Maduro! Essa é a melhor forma de avaliar ideologicamente as pessoas hoje.

Responder

    Gabriel Alves Rodrigues

    22 de março de 2019 às 11h20

    Corretíssimo.

    Responder

    Sergio Araujo

    22 de março de 2019 às 11h22

    Isso,

    nào conseguiram completar a obra de ditadura, Maduro sim, aprendam melhor e tentem novamente.

    Responder

    LUPE

    23 de março de 2019 às 15h04

    Caro Luis Campinas
    Estatiza a Mídia ,
    neutralizando os inimigos
    que a dominam e a controlam
    (são o atual Grande Mal da Humanidade)
    que NÃO querem o progresso de nenhum país,
    >>>>>>>>que dá certo

    Responder

Sergio Araujo

22 de março de 2019 às 11h00

Maduro quer imitar seu idolo Fidel Castro e ter a Venezuela toda por si.

Responder

Renata

22 de março de 2019 às 10h46

Maduro dando mais um passo pela soberania do seu povo.
Chegando a derrocada do dólar

Responder

    Sergio Araujo

    22 de março de 2019 às 11h02

    Seu povo…isso mesmo, para Maduro os venezuelanos sào propriedade dele

    Responder

      Renato

      22 de março de 2019 às 12h00

      Tal qual Lula queria fazer, criando uma imensa fazenda de burros no Brasil, mas só conseguiu criá-la no nordeste !

      Responder

        lucio

        22 de março de 2019 às 13h40

        no sul é rebanho de antas

        Responder

        Lampião

        22 de março de 2019 às 22h24

        Cuidado com esse comentário caro colega.( XENOFOBIA)
        Se olhar um pouco para historia entenderá os motivos .
        Poderiamos achar o mesmo em relação a suas paixões.

        Responder

Alan Cepile

22 de março de 2019 às 08h26

Venezuela ensinando com não ser capacho, vai vender seu petróleo do mesmo jeito, seus outros minerais do mesmo jeito e vai ter investimentos no seu país, enquanto o bozo fica de 4 pro Trump e nem reciprocidade nos negócios consegue ter.
China investindo na Venezuela e deixando de comprar soja brasileira.
Maduro fica com a grana dos chineses, bozo fica com sua ideologia estúpida.

Responder

    Sergio Araujo

    22 de março de 2019 às 10h58

    Maduro fica coma a grana dos chinese, voce disse o certo Alanzinho.

    Responder

    Sergio Araujo

    22 de março de 2019 às 11h26

    Alanzinho,

    onde voce viu que a China nào comprarà mais soja do Brasil ?

    Responder

      Alan Cepile

      22 de março de 2019 às 12h43

      Vc não lê notícias serginho?? rsrsrs

      A China já está comprando soja dos EUA, pouca quantidade ainda, mas quantidade que antes comprava do braZil, logo… Tá simples de entender, né?

      Responder

Naldo

22 de março de 2019 às 02h36

É o caminho, Rússia e China são o futuro

Responder

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com