Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Jair Bolsonaro e Sergio Moro (Imagem: José Cruz | ABr)

Pesquisa mostra relação entre voto em Bolsonaro e Lava Jato

Por Redação

29 de abril de 2019 : 10h59

O Datafolha foi a campo no início de abril, para uma pesquisa sobre a Lava Jato que não recebeu a devida atenção dos blogs políticos.

É, no entanto, uma pequena joia, que nos ajuda a entender, por exemplo, o processo eleitoral com muito mais objetividade do que esses comentários superficiais sobre “mamadeira de @#$&”.

A pesquisa indica que o entendimento sobre a Lava Jato jogou um papel muito mais importante do que as fake news.

E o que diz a pesquisa?

Em primeiro lugar, que a maioria da população – 61% – apoia a Lava Jato; 18% consideram que a operação está fazendo um trabalho regular; e os restantes 18%, que seu trabalho é ruim/péssimo.

Entretanto, quando se estratifica o resultado, deparamo-nos com diferenças profundas na opinião popular.

Entre eleitores declarados de Bolsonaro no segundo turno, por exemplo, o apoio à Lava Jato é de 74% (ótimo/bom), ao passo que, entre eleitores de Haddad, o percentual de ótimo/bom dado à Lava Jato é de 44%.

A diferença fica mais clara quando se olha para quem deu nota “ruim/péssimo” para a Lava Jato. Entre eleitores de Bolsonaro, apenas 11% deram nota ruim/péssimo para a Lava Jato, enquanto 26% dos eleitores de Haddad deram nota baixa à operação.

Entre eleitores que anularam ou votaram em branco, o apoio à Lava Jato fica num relativo meio termo entre os dois pólos: 54% deram ótimo/bom à operação, 24% regular e 17% ruim/péssimo.

O apoio à Lava Jato parece ainda bastante atrelado à aprovação do presidente. Entre os que avaliam o seu governo como “ótimo/bom”, 78% dão ótimo/bom à Lava Jato, ao passo que os que avaliam o seu governo como ruim/péssimo, apenas 39% deram a mesma nota boa para a Lava Jato.

Já entre quem avalia o governo como ruim/péssimo, um total de 30% não gosta da Lava Jato, três vezes mais do que o percentual de 10% dos entrevistados que gostam de Bolsonaro mas não da Lava Jato.

Essa relação de afinidade entre o eleitor de Bolsonaro e a Lava Jato é fácil de entender: o presidente se elegeu como o candidato mais claramente identificado como de oposição ao PT e anti-política, ao passo que o PT era visto como a legenda mais implicada nos escândalos de corrupção revelados pela Lava Jato, tendo o seu candidato em quase todo o primeiro turno, Lula, condenado e preso pela própria Lava Jato. Depois da vitória, Bolsonaro explorou essa afinidade entre seu eleitorado e a Lava Jato, convidando o juiz Sergio Moro, responsável pelos atos mais notórios da operação (incluindo a condenação e prisão de Lula), para o ministério da Justiça e Segurança Pública.

Na tabela abaixo, com a estratificação por gênero, idade, escolaridade e renda familiar, identificamos igualmente elementos que explicam a psicologia do voto em 2018.

Os eleitores de renda média, ou seja, justamente aqueles que desenvolveram maior rejeição ao PT, são os que mais aprovam a operação Lava Jato. Na verdade, entre todas as faixas de renda o apoio à Lava Jato é forte; apenas entre famílias que ganham menos de 2 salários, porém, há um percentual razoável (23%) de pessoas que dão nota baixa à operação.

Entre famílias que ganham entre 2 e 5 salários, temos 65% de ótimo/bom para a Lava Jato, percentual que cresce para 73% nas faixas superiores.

Nas colunas por idade, o apoio é mais disperso, mas nota-se um aumento expressivo do apoio à Lava Jato a partir dos eleitores com mais de 35 anos.

A Lava Jato é muito mais apoiada entre homens (71%) do que entre mulheres (52%), o que também pode ser relacionado ao resultado eleitoral, visto que Bolsonaro tinha muito mais votos junto ao público masculino do que entre mulheres. Apenas 12% dos homens consideram o trabalho que a Lava Jato  está fazendo ruim/péssimo, ao passo que, entre mulheres, esse percentual é quase o dobro, 23%.

Na coluna de escolaridade, há uma relação clara entre os níveis de instrução e o apoio à Lava Jato. Eleitores com ensino médio e/ou superior dão muito mais apoio à operação do que os que tem até o ensino fundamental, o que também se pode relacionar ao resultado eleitoral, visto que as pesquisas sempre indicaram que a rejeição ao PT crescia entre as classes mais instruídas.

Na divisão por ocupação, vale destacar o fortíssimo apoio dos empresários (85% de ótimo/bom e apenas 6% de ruim/péssimo) à Lava Jato. Entre as ocupações onde há um pouco mais de crítica à Lava Jato, poderíamos destacar o funcionalismo público (19% de ruim/péssimo), estagiários (27% de ruim/péssimo), donas de casa (25% de ruim/péssimo), profissionais liberais (28% de ruim/péssimo) e, ironicamente, brasileiros que vivem de rendas (29% de ruim/péssimo). Mas todas as ocupações dão um apoio bastante expressivo à operação.

Na divisão por cor e religião, nota-se uma diferença razoável entre pretos e brancos, e que também pode ser relacionada às votações respectivas de Bolsonaro e Haddad no segundo turno das eleições de 2018. 66% dos brancos consideram que a Lava Jato está fazendo um trabalho ótimo/bom, percentual que cai para 55% quando a mesma pergunta é feita aos pretos.

Nas colunas de religião, o único segmento com alguma crítica significativa à Lava Jato é o dos brasileiros agnósticos ou sem religião.

A tabela abaixo traz a estratificação por região, natureza do município e partido de preferência.

Nela, pode-se ver um padrão eleitoral evidente. O nordeste, região onde Haddad venceu, é o espaço mais crítico à Lava Jato, embora a maioria dos nordestinos ainda apoie a operação.

No Nordeste, 53% consideram que a operação está fazendo um trabalho ótimo/bom, ao passo que, no Sul, este percentual explode para 69%.

Segundo o Datafolha, 23% dos nordestinos deram nota ruim/péssimo para a Lava Jato, enquanto que, no Sul, apenas 13% avaliaram mal a operação.

As colunas dos partidos de preferência evidenciam a profunda clivagem ideológica por trás da percepção da Lava Jato. Entre os que marcaram o PSL, partido de Bolsonaro, como seu preferido, 91% consideram que a Lava Jato está fazendo um ótimo/bom trabalho, e apenas 3% deram nota ruim/péssimo à operação. Já entre eleitores do PT e do PSOL, os números são radicalmente diferentes. Entre petistas, temos 43% de ótimo/bom e 29% de ruim/péssimo, e entre psolistas, 28% de ótimo/bom e 28% de ruim/péssimo.

Entre brasileiros sem nenhum partido (maioria absoluta da população), a balança é favorável à Lava Jato: 62% consideram que a operação faz um trabalho ótimo/bom e apenas 16% ruim/péssimo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

22 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

29 de abril de 2019 às 17h58

Pra mim, o único defeito grave da Lava-Jato é que ela se restringe, praticamente, a Curitiba e ao Rio de Janeiro…

Responder

lucio

29 de abril de 2019 às 16h21

1) é absolutamente RIDICULO o apoio á lavajato pela “classe media”, composta por caloteiros, gente que nao paga condominio, gente que sonega impostos, gente que quem sabe quantas vezes na vida deu ou recebeu um presentinho. vcs acham que eu sou otario e nao conheço este pais?

2) quem apoia a lavajato é IMBECIL porque nao sabe que foi ela que causou a grave crise economica por meio da aplicaçao de uma “pena acessoria” (que nunca foi aplicada no mundo em casos similares): a proibiçao as empresas envolvidas de assinar contratos por 2-5 anos. ESTE era o verdadeiro objetivo, quebrar a economia do pais (que estava crescendo demais para o gosto dos americanos) e permitir 2 coisas:
– culpar pela crise o inimigo politico interno
– facilitar a entrega das empresas para o amigo externo

Responder

J Fernando

29 de abril de 2019 às 16h18

E as perguntas que nunca são feitas:
– Você entende os processos movidos pela Lava Jato?
– Você sabe que a maioria dos delatores cumpre prisão domiciliar gozando de grande parte do dinheiro roubado? Que eles receberam uma porcentagem devido à delação?
– Você sabe que em alguns procedimentos a Lava Jato descumpriu a lei e a Constituição?

Poucas são as pessoas que atentam aos aspectos jurídicos da Lava Jato. A maioria só percebe os atores políticos envolvidos e tomam partido através desta percepção. Diversos debates são encerrados quando o contestador diz: “Vamos esquecer os políticos envolvidos e debater o processo de acordo com as leis vigentes”

Responder

Alan C

29 de abril de 2019 às 15h59

A diferença entre a Farsa Jato e a bozolândia é que a primeira é profissionalmente corrupta, já a segunda até tem uma certa corrupção mequetrefe (laranjal/milicia) mas o que impressona mesmo como carro chefe é a incompetência.

Responder

Justiceiro

29 de abril de 2019 às 13h59

Ora, pra que essa pesquisa?

Quem defende a Lava Jato votou contra a quadrilha petista. Já quem defende bandido votou no kit gay.

Petista detesta a Lava Jato e defende corrupto. Qualquer corrupto que vá preso, eles saem em sua defesa. Até Temer, que eles odeiam tanto, quando foi preso recebeu a solidariedade da quadrilha petista.

Responder

    LUPE

    30 de abril de 2019 às 00h13

    Caro Justiceiro

    Bandido pago em dólares para vir ao Cafezinho
    manter aceso o ódio ao petismo;

    Quando eu chamo vocês
    dessa quadrilha,

    de nojentos ,

    o Paulo seu comparsa

    (ou é a mesma pessoa que você?)
    reclama .

    Mas, bandido traidor da Pátria
    que nem você,
    é o que???????

    Responder

Roberto

29 de abril de 2019 às 13h33

O ex-diretor da CIA Pompeo: “Nós mentimos, enganamos e roubamos”
https://www.youtube.com/watch?v=I-2u2dzco8w

Responder

Zé Maconha

29 de abril de 2019 às 12h52

Isso mostra como todo eleitor do Bolsonaro , assim como a lava-jato , não respeita a lei e a constituição.
Que tal fazer uma pesquisa para mostrar a relação entre o voto em Bolsonaro e o homícidio?
Atiradores de Suzano , o cara que jogou a mulher da sacada , policiais assassinos , milicianos , o assassino da Mariele(sogro do filho de Bolsonaro) etc.
Todo bolsonarista ou é assassino ou apóia assassinos.

Responder

LUPE

29 de abril de 2019 às 12h47

Caros leitores

Como eu sempre afirmei,

quem elegeu o atual (des)governo

foram nossos inimigos superpoderosos,
principalmente estrangeiros,

que cobiçam e roubam
nossas riquezas, em contratos escabrosos.

Contratos escabrosos que são escondidos,
não são revelados pela Grande Mídia.

Nossos inimigos estrangeiros
detêm quase 100% das agências de notícias,

e praticamente controlam os filmes de Hollywood.

Com esse imenso Poder,.
dominam e controlam
quase a totalidade da Grande Mídia Ocidental.

Obviamente,
controlam e dominam
a Grande Mídia brasileira.

Se não servirem a “eles”
não têm notícias mundiais e filmes
para tocar seu negócio .

Sua TV, seu jornal, etc.

Com a cumplicidade da Grande Mídia brasileira
e cumplicidade de brasileiros
traidores da Pátria

fizeram a Farsa da Lava Jato

e jogaram o povo em virulento ódio
contra Lula e o petismo.

Com esse virulento e violento ódio na cabeça
(e no inconsciente) ,
o povo acatou como seu “amigo”

tudo que cheirasse a anti-petismo.

Bolsonaro
(muito bem assessorado pelos nossos inimigos estrangeiros, Bannon, etc.)
encarnou bem o anti-petismo.

E o anti-petismo o elegeu.

O resto
são os bandidos a serviço de nossos inimigos
vindo ao Cafezinho para mentir,
achincalhar,
ridicularizar Lula e o petismo.

Manter o ódio aceso.

Neste post os bandidos >>>>

>>>>> Sérgio Araújo
>>>>> Degas

E Miguel do Rosário os acolhe
achando que está fazendo o “contraditório”.

Se esquece
que esses bandidos
têm a vantagem da GRande Mídia

a favor de seus “argumentos” mentirosos e de baixo nível….

Mas, “comentários” de terrível efeito,
que ajudam a confundir a cabeça das pessoas.

“Comentários” que dificultam as pessoas perceberem

que Lula não é bandido e/ou inimigo.

Mas, sim, um homem de imensa dignidade,
amigo de todos os brasileiros
dos pobres aos AAA

(e superiores),

e o melhor presidente

que este país jamais teve……..

Responder

    Eduardo

    29 de abril de 2019 às 13h10

    Você não entendeu que quanto mais se ataca a lava-jato, mas o sentimento ANTI-PT , cresce? E sim. Considero o Lula o inimigo do Brasil. Ninguém que divide a Petrobrás entre PT, PP e PMDB deve sair impune, Ou você acha que ele não sabia de nada? A campanha do PT foi feito toda dentro da cela, ele escolhe quem preside o PT ele comanda toda a politica de esquerda e não sabe nada o que acontece?

    Responder

      Evaldo

      29 de abril de 2019 às 15h23

      Corrupção deve ser combatida sempre. Mas agora vou te fazer uma pergunta.

      Corrigir as falhas ou entregar tudo aos estrangeiros?

      Espero que não esteja concordando com o entreguismo.

      Responder

      LUPE

      29 de abril de 2019 às 23h59

      Caro Eduardo

      Membro da quadrilha de bandidos
      pagos em dólares etc etc.

      Eu disse Farsa FARSA FARSA FARSA Lava Jato.

      Qual o crime COMPROVADO do PT
      contra a Petrobrás?

      Por que Lula ,
      um homem de altíssima ALTÍSSIMA dignidade ,
      altíssima ALTÍSSIMA honradez
      está preso ,

      sem nenhum crime comprovado?

      Por quê Dilma não foi indiciada?????????

      Enquanto os nossos inimigos

      (que te pagam em dólares)

      através da Farsa Lava Jato
      botaram um cara no Poder
      que entregou para “eles”
      nossos inimigos,
      seus patrões

      um TRi TRI de reais em impostos
      DOADOS

      e 5 TRI TRI de dólares em petróleo do pré sal
      a preços de até US$ 0,34 o barril ??????????????????????

      Quando eu chamo vocês
      dessa quadrilha
      de nojentos ,

      o Paulo seu comparsa
      (ou é a mesma pessoa que você?)
      reclama .

      Mas, bandido traidor da Pátria
      que nem você,
      é o que???????

      Responder

Sergio Araujo

29 de abril de 2019 às 12h29

O pacote anticrime tà aì e è muito mais importante que a previdència…vamos ver se o Brasil fàz um passo a frènte ou dois atràs (como sempre).

Responder

Aliança Nacional Libertadora

29 de abril de 2019 às 11h31

Curioso por ser omitido nessa ” análise” algo sobre o Coroné Testosterona e seus bolciromínions……. Ré da ação….entre os mesmos a aprovação da Farsa a Jato deve ser maior ainda….

Responder

Sergio Araujo

29 de abril de 2019 às 11h30

Haddad tève 82,47% dos votos entre os presos; Bolsonaro 17,53%.

Responder

    degas

    29 de abril de 2019 às 12h04

    O PT sempre teve uma votação muito grande entre os presidiários com direito a voto, já teve até gravação do PCC mandando a turma votar no partido-quadrilha. Os bandidos sabem quem está do lado deles.

    Responder

      luiz

      29 de abril de 2019 às 12h40

      Pelo que eu saiba, quem se relaciona com o crime organizado é a família Bozo, ou eu estou enganado? Ou o Queiroz é empregado do Lula? Ou o Adriano Nóbrega era vizinho do Lulinha? Eu devo ter lido errado então.

      Responder

      Sergio Araujo

      29 de abril de 2019 às 12h48

      Absolutamente nada foi feito nos ultimos anos para tentar segurar o crime organizado que por contra nào perdeu tempo e tomou conta de tudo a todos nivèis.

      Quando o crime avança a culpa è somente da leniencia politica; o unico interesse era o poder e o dinheiro.

      Os unicos avanços que o Brasil tève foi o dos endividados (para ganhar votos e continuar no poder).

      Uma tragèdia de 60.000 homicidios por ano (fora assaltos e roubos), de lixo e esgotos a cèu aberto inundando qualquer lugar, de analfabetismo rampante, de “hospitais” que parecem a porta de entrada do inferno…o resto è propaganda de baixissimo nivèl para abestaiados, nada mais.

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?