03.04 Coletiva do Ministro da Saúde

Santo Cruz condena ato bolsonarista no dia 15

Por Redação

25 de fevereiro de 2020 : 10h46

No Vermelho

Santo Cruz condena uso de imagem de generais no ato contra Congresso

Ex-ministro chama de irresponsável o uso de imagens de generais para convocar ato contra o poder legislativo.

por Redação
Publicado 25/02/2020 10:27

General Santa Cruz comandou a Secretaria de Governo
Ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro general Santos Cruz classificou como grotesco e irresponsável o uso de imagens de generais do Exército para convocar manifestações contra o Congresso Nacional.

Marcado para o dirá 15, o ato foi sugerido a Bolsonaro pelo ministro do Gabinete de Segurança institucional, general Augusto Heleno.

Em entrevista à coluna de Chico Alves no UOL, Santos Cruz esclareceu que não era a favor nem contra a manifestação. “Sou contra usar indevidamente a imagem de quatro generais para iludir o povo de que a instituição Exército está comprometida. É isso que está errado”, disse.

Santo Cruz postou a seguinte mensagem: “Exército – instituição de Estado, defesa da pátria e garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem. Não confundir o Exército com alguns assuntos temporários. O uso de imagens de generais é grotesco. Manifestações dentro da lei são válidas”, escreveu o general.

O primeiro tuite, com o título “Irresponsabilidade”, foi interpretado como uma crítica indireta a seus colegas de farda, ao expressar que “confundir o Exército com alguns assuntos temporários de governo, partidos políticos e pessoas é usar de má-fé, mentir, enganar a população”

Na imagem publicada nas redes sociais para divulgar o protesto aparece as fotos de quatro generais da reserva: Mário Araújo (atual secretário de Segurança Pública de Minas Gerais), o vice-presidente Hamilton Mourão, o ministro Augusto Heleno e o deputado Roberto Peternelli Júnior (PSL-SP). Abaixo, o texto convoca para ir às ruas “em massa” e diz que “os generais aguardam as ordens do povo”. Termina com palavras de ordem contra os presidentes da Câmara e do Senado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tatu do Seridó

25 de fevereiro de 2020 às 17h20

Vai ser uma passeada entre amigos para mudar um pouco a rotina do domingo, sem oposição é um tédio terrível o fim de semana.

Responder

Luiz

25 de fevereiro de 2020 às 16h24

Tudo que as instituições liberais precisam para serem testadas é do Paulo Guedes.

Responder

Wellington

25 de fevereiro de 2020 às 15h58

Sou Santos Cruz/MCcarol em 2022 e não tem papo pra ninguém… kkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkk

Responder

O Jacaré

25 de fevereiro de 2020 às 15h56

Da oposição temos sinais democráticos ou só tentativas de homicídio ?

Responder

Nicola Granato

25 de fevereiro de 2020 às 15h48

Foi situação enquanto não lhe contrariaram. Depois, se tornou oposição. Coisa de milico.

Responder

Alan C

25 de fevereiro de 2020 às 15h45

Esse ato circense será um fracasso retumbante.

Próxima notícia por favor.

Responder

Willy

25 de fevereiro de 2020 às 11h26

Santos Cruz…o novo lider da esquerda tupinambà. Kkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Paulo

25 de fevereiro de 2020 às 11h12

“Fora Maia e Alcolumbre”, diz o chamado dos supostos conservadores. Bacana, endosso (acho que deveriam estar presos, aliás)! Mas e na Reforma da Previdência? Aí eram benquistos? Quando vão tomar vergonha na cara e parar de se apropriar de alcunhas a que não fazem jus? O que pretendem conservar? A democracia é que não é (nem a Petrobrás, nem a Eletrobrás, nem o BB, nem a CEF, etc)…

Responder

Deixe uma resposta