Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Queda nos preços do petróleo e alta no dólar devem comprometer ainda mais a nossa balança de pagamentos

Por Miguel do Rosário

09 de março de 2020 : 08h10

O Brasil tomou a decisão estratégica (?) de exportar petróleo cru e importar derivados. Agora o preço do petróleo caiu drasticamente, o que reduzirá nossa receita com exportação do óleo bruto, e o dólar subiu de maneira igualmente drástica, o que aumentará nossas despesas com importação de derivados.

Não é preciso ser economista ou matemático para entender que o resultado será a deterioração da nossa balança de pagamentos.

Balança de pagamentos deteriorada, desindustrialização,  subdesenvolvimento e “acordos” militares e comerciais que nos aprisionam: sem estratégia, o Brasil continua a andar para trás.

***

Preço do petróleo tem maior queda desde a Guerra do Golfo

Após fracasso em negociação entre Opep e Rússia, Arábia Saudita anunciou aumento da produção e redução do preço do barril

DW Brasil — A difusão do novo coronavírus, a queda da demanda e a disputa entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e a Rússia em torno de cortes na produção petrolífera fizeram despencar o preço do barril de petróleo do tipo Brent. A mercadoria se desvalorizou mais de 30% na manhã desta segunda-feira (09/03), a maior queda diária de preço desde a Guerra do Golfo, em 1991. Em consequência, os preços das ações nas bolsas de valores da Europa, Ásia e dos Estados do Golfo despencaram.

A Opep não conseguiu chegar a um acordo com a Rússia nesta sexta-feira, em Viena, sobre uma restrição dos volumes de produção. A Rússia rejeitou o corte de produção que a Opep propôs para tentar estabilizar o preço da mercadoria, após semanas de desvalorização, em consequência do surto do novo coronavírus, que desacelera os mercados mundiais e afeta a demanda por combustível.

Então neste domingo, o maior país produtor, a Arábia Saudita, membro da Opep, anunciou que aumentaria sua produção e reduziria acentuadamente o preço do petróleo, medida qualificada por analistas como espécie de retaliação à Rússia.

O preço do barril do petróleo do tipo Brent chegou a cerca de 31 dólares nesta segunda, e especialistas alertaram que pode cair para 20 dólares se a Opep e a Rússia não entrarem em acordo.

Investidores geralmente saúdam preços de energia mais baixos para empresas e consumidores. Mas a queda abrupta, em meio ao nervosismo por causa do coronavírus, abalou os mercados.

A forte queda do petróleo se refletiu no mercado de ações. As bolsas de valores do Golfo abriram em queda nesta segunda-feira. As negociações no Kuwait foram suspensas após o índice Premier ter caído 9,5%. Em Dubai, a queda foi de 9%, e em Abu Dhabi, de 7,1%.

Em Tóquio, o índice Nikkei desvalorizou 5,07%, a maior queda desde fevereiro de 2018. Na Austrália, a bolsa caiu 7,33%, maior queda desde outubro de 2008 durante a crise financeira.

Na China, o índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, abriu o pregão em recuo de 4%. As perdas foram menores em Xangai e Shenzhen.

O principais índices das bolsas de Londres e Frankfurt abriram em queda de mais de 8%.

MD/afp/efe/ap/dpa

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

24 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Essa é facil...

09 de março de 2020 às 11h55

Agora vai, o minto e posto Ipiranga transformaram o Brasil no Titanic…

Responder

    Abdel Romenia

    09 de março de 2020 às 17h26

    O Titanic afundou fax anos.

    Responder

      Essa é facil...

      09 de março de 2020 às 17h44

      Verdade? Nossa que inteligente…

      Responder

        Abdel Romenia

        09 de março de 2020 às 18h39

        Agora é tarde.

        Responder

Marcio

09 de março de 2020 às 11h26

I Love Communist Ragim…!!

Responder

    Marcio

    09 de março de 2020 às 11h27

    Regim

    Responder

Andressa

09 de março de 2020 às 11h25

China Eu te Amo.

Responder

Paulo

09 de março de 2020 às 08h50

É, depois de pegar uma economia arrasada por anos de desgoverno petista, parece que até o único grande legado de Lula/Dilma, as reservas internacionais, o Capetão vai queimar…”A coisa tá feia, a coisa tá preta; quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta”…

Responder

    El Bartho

    09 de março de 2020 às 13h47

    Verdade? mostre os números, gostaria muito de vê-los.

    Responder

    Evandro Garcia

    09 de março de 2020 às 17h24

    Os preços das commodities eram bem outros na época.

    A única coisa que Lula e Dilma acumularam (pois não depende dos mercados internacionais) é o buraco sem fundo da dívida brasileira.

    Agora é tarde.

    Responder

    Essa é facil...

    09 de março de 2020 às 17h54

    Esta nascendo um novo Brasil….
    As ações da Petrobras, que desabaram mais de 31%. A petroleira perdeu em poucas horas mais de R$ 67 bilhões em valor de mercado.
    Enquanto isso, o dólar seguiu em disparada e fechou esta segunda em alta de 1,97%, cotado a R$ 4,726.
    Banco Central intensifica queima das reservas deixadas pelo PT. Oferta nesta segunda chegou a US$ 3 bilhões à vista. Culpa do PT é claro…

    Responder

    putin

    09 de março de 2020 às 20h03

    faça um elenco (com numeros, provas) das mitologicas destruiçoes da economia por culpa do pt.
    os salarios aumentados de 75% em termos reais?
    a divida publica reduzida?
    o pib que aumentava mediamente 4% ao ano?
    os investimentos quintuplicados?
    vc cuspe no prato onde comeu abundantemente. caluniador e traidor.
    vc e mutos outros caluniadores deveriam estar atras das grades, calunia é crime, fake news é crime, difamaçao é crime. entao vc é um criminoso.

    Responder

      Kenji

      10 de março de 2020 às 11h36

      Pergunte aos brasileiros.

      Responder

        El Bartho

        10 de março de 2020 às 15h24

        Se for brasileiro idiota e manipulado como a maioria da colonia, que por sinal puxa saco de estadunidense mesmo depois de duas bombas atomicas.

        Responder

          Evandro Garcia

          10 de março de 2020 às 16h40

          Não gosta de democracia militontoloide ?

          Essa é facil...

          10 de março de 2020 às 19h19

          Evandro Garcia, se não tem argumento fica quietinho assim ninguém terá certeza da sua…”inteligência”?

          Evandro Garcia

          10 de março de 2020 às 19h28

          Tà sem argumento e quer calar os outros militonto ?

      Marcelo Silva

      10 de março de 2020 às 11h39

      Quando os preços das commodities caíram o castelo de areia caiu junto. Fim da história.

      Responder

        Essa é facil...

        10 de março de 2020 às 15h38

        Vai acreditando que foi isso rs….. (sugiro analisar a geopolitica envolvida)

        Responder

          Marcelo Silva

          10 de março de 2020 às 16h41

          Cada um de nós acredita no que quiser.

      Paulo

      10 de março de 2020 às 22h07

      “vc cuspe no prato onde comeu abundantemente. caluniador e traidor.
      vc e mutos outros caluniadores deveriam estar atras das grades, calunia é crime, fake news é crime, difamaçao é crime. entao vc é um criminoso”

      Lúcio, nem sei se deveria responder, diante de tamanho disparate. Você me acusa de cometer calúnia (crime capitulado no Código Penal Brasileiro), mas em verdade não acusei ninguém da prática de crime, nem muito menos de que o soubesse inocente (Artigo 138: Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime). Foi apenas um comentário sobre as “realizações” econômicas dos Governos PT, e, caso não tenha percebido, uma crítica, também, ao Governo Bolsonaro, nesse mesmo diapasão.

      Quem acusa Lula e outros petistas de prol é o Ministério Público Federal, em teses acolhidas pela Justiça Federal, que condenou o ex-presidente e os “companheiros”, mais de uma vez, por sinal.

      Mas, disparates à parte, motivados mais por desconhecimento e fanatismo ideológico que por má fé – má fé que não percebo em você, pelo menos até aqui -, essa acusação de traição, por supostamente “cuspir no prato em que comeu”, intriga-me, confesso.

      Por acaso eu devo algo aos Governos do PT? Ou a quaisquer outros?

      Agradeço eventuais esclarecimentos!

      Responder

Deixe uma resposta